,

Jarinu sobe para o ‘Grupo 1’ no Índice Paulista de Responsabilidade Social

Prefeita recebeu os cumprimentos do Presidente da Assembleia Legislativa, Cauê Macris

Mais do que responsabilidade fiscal é a responsabilidade social com a população. Esse é o princípio fundamental da transparência e de sinônimo de que a gestão esta no caminho certo. Por esse motivo, na quarta-feira, dia 18, na Câmara dos Vereadores de Campinas, a ALESP lançou o Índice Paulista de Responsabilidade Social – IPRS, e a Prefeita Eliane Lorencini, de Jarinu, esteve presente para receber os cumprimentos e aplausos por Jarinu estar no Grupo 1, entre as cidades da Região Administrativa de Campinas.

De acordo com a Prefeita de Jarinu, o IPRS é como o IDH, pensado e adaptado as especificidades do município, sendo uma comparação saudável do município, e do território, em três dimensões: riqueza, escolaridade e longevidade.

“Essa é a nona edição ano. O conjunto dos dados apresentados nos mostra que estamos no caminho certo, investindo de maneira adequada e saudável, garantindo qualidade nos três fatores analisados, deixando Jarinu no Grupo 1”, disse Eliane Lorencini

Jarinu estava no Grupo 4, agora estamos no Grupo 1. Em síntese é possível afirmar que Jarinu teve seus indicadores agregados de riqueza e escolaridade crescentes, em oposição à queda na longevidade. Em termos de indicadores sociais, o escore de longevidade situou-se abaixo do nível médio, enquanto o de escolaridade superou a média estadual, em 2014.

Para finalizar, a Chefe do Executivo disse que estava muito feliz ao saber que os indicadores mostram uma cidade em crescimento ordenado. “A taxa de atendimento escolar de crianças de 4 e 5 anos manteve-se em 100%, e a média de proporção de alunos do 5º ano do ensino fundamental da rede pública, que atingiram o nível adequado nas provas de português e matemática, cresceu de 35,9% para 45,8%. Temos que comemorar, pois nossa cidade adicionou pontos em seu escore de escolaridade e, em consequência, o indicador agregado situou-se acima do nível médio do Estado”, finalizou.

IPRS

O Índice Paulista de Responsabilidade Social – IPRS -, é produzido pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, através do Instituto do Legislativo Paulista – ILP, juntamente com a Fundação Seade. O IPRS trata-se de uma estratégia ferramenta para avaliação e planejamento da gestão pública.

“Criado há 16 anos o indicador nasceu com incumbência, nada modesta, de mensurar o grau de desenvolvimento humano de todos os municípios paulistas. Assim sendo, era fundamental que se levasse em conta aspectos econômicos, mas não apenas: dimensões relativas à qualidade de vida das pessoas, vida social e envelhecimento também precisavam ser considerados”, disse Dalmo Nogueira Filho, diretor executivo da Fundação Seade.

,

Eliane Lorencini participou do lançamento do Índice de Efetividade da Gestão Municipal do TCESP

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo lançou na segunda-feira, dia 09, o Índice de Efetividade de Gestão Municipal (IEG-M) 2017, e contou com a presença de prefeitos, presidentes de câmaras, vereadores e entidades privadas. Entre os prefeitos, destaca-se a presença da prefeita de Jarinu, Eliane Lorencini, que estava acompanhada da secretária municipal de Finanças, Marilsa Lorencini.

Prefeita foi recepcionada pelo Presidente do TCESP, conselheiro Sidney Beraldo

Secretária de Finanças acompanhou a Prefeita no lançamento do IEG-M 2017

 

 

 

 

 

 

 

“O lançamento do IEG-M nos mostra o rumo a seguir. Os dados apresentados são relativos à gestão 2016. Em 2018 começamos a trabalhar com o orçamento estipulado pela nossa gestão, garantindo maior efetividade dentro dos parâmetros estabelecidos”, disse Eliane Lorencini. A Prefeita destacou a queda no Índice principalmente pela crise que o País tem enfrentado nos últimos anos. “A arrecadação caiu, com isso o índice também cai, porém estamos ajustando as contas públicas para direcionar nossa cidade da melhor maneira”

IEG-M

Lançado em 2015, o IEG-M avalia sete áreas públicas: educação, saúde, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente, proteção aos cidadãos (quesitos ligados à área da Defesa Civil) e governança de tecnologia da informação.

A partir desse levantamento, os municípios são classificados em faixas de resultado: altamente efetiva (A), muito efetiva (B+), efetiva (B), em fase de adequação (C+) e baixo nível de adequação (C). Exceto pela capital, foram analisadas todas as demais 644 cidades do Estado.

“Cada vez mais os cidadãos reivindicam o acesso legítimo a informações que lhe permitam avaliar os resultados das ações dos gestores públicos”, explicou o Presidente Sidney Beraldo. “Além de contribuírem para o aprimoramento do controle externo e das fiscalizações, os dados do IEG-M podem ser usados pelas administrações como uma ferramenta para a correção de rumos, reavaliação de prioridades e consolidação do planejamento.

Por: AssComPMJ – com informações TCESP

,

Praça da Matriz começa a ganhar forma com obras de reconstrução

Iniciada na segunda quinzena de Agosto, a Praça da Matriz de Jarinu, devastada pelo tornado em Junho do ano passado, começa a ganhar forma, com as obras de recuperação. Em visita ao canteiro de obras, a Prefeita, acompanhada do Vice-Prefeito e da secretária de Assuntos Parlamentares, fez questão de parabenizar os operários pelo trabalho que estão executando.

“Esta muito bonito de ver. Agora o desenho começa a ganhar forma e os traços de uma nova praça começam a aparecer. Estamos contentes, Cláudio e eu, por fazer parte desta conquista. Foram mais de um ano de espera para que essa obra fosse iniciada. Quem ganha é a população. É nossa cidade”, disse Eliane Lorencini.

A Praça da Matriz, que passa por reconstrução, ganhará novos desenhos, escadas, banheiros e acessibilidade. Além disso, os moradores e visitantes poderão usufruir de um parquinho para as crianças, academia ao ar livre, e pergolado na decoração.

“O prazo para término da obra é de seis meses. Esperamos que a construtora consiga nos entregar para o Natal, mas se não for possível, dentro do prazo, que termina em fevereiro, acreditamos que acontecerá”, ressaltou Cláudio Catroque, vice-Prefeito.

PROJETO

 

 

 

 

 

 

 

Aproximadamente R$ 614 mil serão investidos no projeto de reconstrução da parte de baixo da Praça da Matriz. Uma das prioridades da Prefeita Eliane Lorencini, e de seu vice Cláudio Catroque, desde que assumiram à gestão e deram início ao levantamento dos documentos do convênio com o Ministério de Integração Nacional, responsável pela liberação do recurso. O processo faz parte do Edital de Licitação 006/2017, na modalidade Tomada de Preço n.º 001/2017, processo 4544/2016.

, ,

Em visita ao D.E.R, Prefeita cobra melhorias e término das obras da Edgard Máximo Zambotto

Na última quinta-feira, dia 28 de setembro, a pedido da Prefeita Eliane Lorencini, o diretor do Departamento de Estradas de Rodagem – DER – regional de Campinas, engenheiro Cleiton Luiz de Souza, abriu sua agenda para reunião com objetivo de esclarecer a situação que se encontra as obras de recuperação da rodovia Edgard Máximo Zambotto – SP 354.

De acordo com a Prefeita, que estava acompanhada do vice-Prefeito Cláudio Catroque, e da secretária de Assuntos Parlamentares, Maria de Fátima de Moura Lorencini, o pedido de reunião já estava sendo feito há algum tempo, porém agora surgiu a oportunidade de se reunirem e entregar as solicitações dos moradores.

“Há algum tempo estamos pedindo essa reunião para saber como esta a situação das obras na SP 354. A população cobra esclarecimentos e precisa ter o retorno. Além disso pedimos melhorias na via, como manutenção das pinturas, redutores de velocidade, radares e a manutenção dos dispositivos”, disse Eliane Lorencini.

Já, o vice Prefeito salientou que é preciso mais atenção por parte dos motoristas e usuários da Rodovia. “Hoje temos um aumento excessivo de carros que passam por nossa rodovia. É necessário que motoristas e pedestres tenham mais atenção”.

O Diretor do DER, Cleiton Luiz de Souza, destacou que “as obras serão retomadas assim que o Governo liberar a nova licitação”, e que “as indenizações já foram pagas aos proprietários”, e agora “aguardamos apenas o termo de anuência”. O Engenheiro acrescentou que o trecho de Jarinu teve uma redução do número de acidentes com vítimas fatais e que tem monitorado com frequência, através de seus funcionários, a SP 354.

Um dia após a reunião, realizada entre a Prefeitura e o DER, na sexta-feira, dia 29, a equipe do Departamento de Estradas de Rodagem já estava efetuando a manutenção nas faixas de rolamento, e – também – pintando as novas linhas de estímulo de redução de velocidade – LERV.

SP 354

 

SP 354 liga Dom Pedro I até Anhanguera, passando por Jarinu, Campo Limpo Paulista até Cajamar

A Rodovia Edgard Máximo Zambotto, SP 354, liga a Rodovia Dom Pedro I, entre Jarinu e Atibaia, até a cidade de Cajamar, as margens da Rodovia Anhanguera, com 29,8 quilômetros de extensão. Em 2012 deram início às obras de recapeamento do pavimento, construção de novos dispositivos nos trechos entre saídas e entradas de bairros, além da terceira faixa, fazendo com que o fluxo de veículos passasse a ser de 25 mil carros diariamente.

De acordo com o DER, a empresa que executava a obra pediu cancelamento do contrato e uma nova licitação precisa ser feita para que o término, estimado em R$ 6 milhões de reais, possa acontecer, mas é necessário a liberação por parte do Governo Estadual.

A Prefeita Eliane Lorencini e seu vice Cláudio Catroque mostraram-se satisfeitos com a reunião, uma vez que o DER/SP se colocou à disposição para iniciar as melhorias de imediato.

,

Em visita técnica a nova Estação de Tratamento de Esgoto, Prefeita garante que obra vai melhorar qualidade de vida da população

A pedido da prefeita Eliane Lorencini, a Sabesp, responsável pela construção da nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), que fica no bairro Campo dos Aleixos, próximo ao quilometro 76, da rodovia Edgard Máximo Zambotto, abriu as portas para visitação na tarde da última quarta-feira, dia 20. A estação faz parte do Programa de Despoluição de Bacias Hidrográficas do Estado de São Paulo (Prodes), e já esta com 94% das obras concluídas.

De acordo com a Chefe do Executivo, que estava acompanhada do Vice-Prefeito Cláudio Catroque, dos secretários municipais e vereadores, o objetivo é acompanhar todas as obras que ocorrem na cidade, para que haja transparência no processo e os prazos sejam cumpridos. “Acreditamos que visitar, fiscalizar faz parte da transparência de nossa gestão, por isso nos reunimos todas as semanas para ver de perto as obras que estão ocorrendo no município, e mostrar que não estamos parados”, comentou.

Jarinu já possui uma ETE, que fica no bairro Trieste e recebe os efluentes do município. Além disso, a nova estação faz parte de um programa inteligente do Governo. “Enquanto não ficar pronto, e não atender a meta compactuada, não recebe, por esse motivo a empresa trabalhará com mais agilidade”, disse Eliane Lorencini.

Ainda durante a visita o gerente de divisão da Sabesp, Wilson Stocco, disse que a previsão de entrega das obras é para Fevereiro de 2018, porém a inauguração pode acontecer ainda em Dezembro deste ano.

“Nosso município está crescendo. Precisamos seguir esse crescimento. Já temos uma estação de tratamento no bairro Trieste, e ela está no limite, por isso temos que agilizar o processo para iniciar o funcionamento da nova ETE”, frisou a Prefeita.

A ETE terá 10 mil metros de coletores-troncos e emissários que já estão em fase final, além dos mil metros de linhas de recalque e três estações elevatórias de esgoto. Uma das estações ainda precisa ser terminada, pois aguarda um equipamento que vem do exterior. A obra está estimada em R$ 18 milhões de reais.

Também participaram da visita o gerente da Sabesp, Wilson Stocco, o gerente da coordenadoria de Obras da Sabesp, Marcos Sampaio, a engenheira Simone Fatuch, superintendente da Unidade de Negócios da Sabesp Itatiba, Antonio Carlos Teixeira.

,

Jarinu ganhará Escola de Modas do Fundo Social de Solidariedade de São Paulo

Foi assinado na manhã da terça-feira, dia 19, em Limeira, pela prefeita Eliane Lorencini, e pela presidente do Fundo Social de Solidariedade de Jarinu, Maria de Fátima Lorencini, o protocolo de intenções que dará oportunidade de inaugurar, nos próximos meses, após visita dos técnicos, a Escola de Modas, modalidade Corte e Costura, oferecido pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado (FUSSESP), na ocasião a primeira-dama Lu Alckmin, participou da cerimônia.

Para Prefeita esse é o momento de qualificar para o mercado de trabalho. “Vivemos um momento de crise, com muito desemprego, quanto mais qualificação pudermos proporcionar para que a população gere renda, é garantia de um futuro melhor para todos”, disse.

Acompanhando a Prefeita, a Secretária de Desenvolvimento e Assistência Social, Fabiana Garutti, disse que não foi fácil a parceria, mas que com o empenho de todos a cidade ganha com a assinatura do Convênio. “São inúmeros documentos e levantamentos quantitativos que – muitas vezes – podem impedir a realização de um Convênio com o Estado. Fizemos tudo o que foi pedido por eles (Estado), e conquistamos a assinatura do Protocolo de Intenções”. Fabiana também aproveitou o momento para agradecer e parabenizar toda equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social, e do Fundo Social de Solidariedade. “A união faz com que os projetos possam sair do papel Agradeço em nome de toda população”.

A parceria entre o Fundo Social e o município possibilitará a execução dos projetos da Escola de Qualificação Profissional, entre eles, a Escola de Moda na primeira modalidade Corte e Costura. “A união entre Estado e Municípios, a dedicação e a vontade dos representantes de cada cidade, é muito importante para a população. Quando se qualifica o ser humano, ele se torna independente, ele resgata a sua autoestima. O trabalho dignifica o homem”, comentou Lu Alckmin, primeira-dama e presidente do FSS do Estado de São Paulo.

“Jarinu já possui a Escola de Qualificação Profissional do Fundo Social, com cursos de Padaria Artesanal e Massas Italianas. Em breve serão oferecidos novos cursos para população”, finalizou Eliane Lorencini.

,

Prefeita vistoria obras em todo município

Trabalhos de recuperação de estradas, obras para pavimentação, estação de tratamento de esgoto, construções de duas creches, construção da Praça Danúbio e recuperação da Praça da Matriz. Obras simultâneas em diversos bairros e centro estão sendo acompanhadas de perto pela Prefeita Eliane Lorencini e seu vice Cláudio Catroque. Na última terça-feira, 12, a Chefe do Executivo visitou três delas e disse satisfeita com o resultado.

“São apenas nove meses de gestão. Estamos passando por uma crise econômica que tem desmotivado muita gente, mas estamos firmes no nosso propósito que é mudar a nossa cidade e deixa-la melhor para nossa gente”, disse Eliane Lorencini.

O vice-Prefeito Cláudio Catroque, braço direito da Prefeita Eliane Lorencini mostrou-se satisfeito com os trabalhos que estão sendo executados elogiando a Administração, pois as obras serão entregues na data prevista. “Todas as obras tem data de início e fim. Nossa Administração vai honrá-las e entregar a população, caso não tenha nenhuma intervenção de chuva, no prazo correto”, afirmou.

Entre essas obras, a Prefeita fez a quinta visita as obras no bairro Maracanã, onde está em fase avançada de construção a Creche Escola com mais de 1500 m² de área construída. Ela contou que o objetivo é atender crianças do Jardim, Pré-escola e Ensino Fundamental. Hoje elas estudam num prédio alugado pela Prefeitura para que não houvesse falta de vagas na educação infantil.

Ao chegar, Eliane Lorencini e Cláudio Catroque, conversaram com os funcionários da obra e agradeceram o empenho de todos. “Com certeza no próximo ano a população terá uma Creche Escola modelo e bem estruturada para receber os alunos”, reafirmou.

Em seguida, e incansável, a Prefeita seguiu para vistoriar a obra na Praça Danúbio, no bairro Nova Trieste e, depois, a segunda obra de Creche em construção, também no bairro Nova Trieste.

,

Jarinu discute pauta de Segurança Pública e Saúde no Aglomerado Urbano de Jundiaí

Durante reunião realizada na manhã da quarta-feira, dia 13, no Paço Municipal de Jundiaí, com a presença dos prefeitos do Aglomerado Urbano de Jundiaí – AUJ -, e do secretário adjunto de Segurança Pública do Estado, Sérgio Turra Sobrane, a Prefeita Eliane Lorencini, de Jarinu, discutiu assuntos relacionados à segurança pública e a saúde, ambos setores que precisam de mais ajuda.

“Sabemos que todos os setores são importantes e necessitam de atenção, mas precisamos de apoio do Governo do Estado de São Paulo no aumento do nosso efetivo policial, no envio de novas viaturas, e na segurança de nosso município. Outro assunto que colocado em pauta foi a proposta de elaboração de um plano regional de saúde”, disse a Prefeita de Jarinu.

Prefeita levantou questão sobre Segurança Pública no município

De acordo com o secretário Adjunto de Segurança Pública do Estado o Governo esta fazendo o possível e tem contemplado várias cidades da região, por esse motivo levaria ao Governador a pauta para análise e posterior retorno aos municípios.

Ainda durante a reunião, o Secretário Adjunto apresentou os índices de criminalidade da região do Aglomerado Urbano de Jundiaí e disse satisfeito com os números apresentados, pois representam uma diminuição na criminalidade. “Os números estão acessíveis para todos, basta acessar nossa página na Internet. Temos que melhorar todos os dias e esse é o grande esforço, mesmo diante da crise, que estamos fazendo”, finalizou Sérgio Turra.

Acompanharam a Prefeita durante a reunião o secretário Municipal de Assuntos para Segurança Pública, de Jarinu, Aparecido Mondin, o secretário de Saúde, Antenor Gomes Gonçalves, e o assessor de convênios, Harry Kowalski.

,

Jarinu busca avanços para área de Segurança Pública

Prefeita participou de encontro com Secretário Estadual e representantes de municípios em São Paulo.

Representando o município de Jarinu, a Prefeita Eliane Lorencini esteve na última terça-feira, dia 29, acompanhada do secretário municipal de Segurança Pública, Aparecido Mondim, da secretária de Assuntos Parlamentares, Fatima Lorencini, e do Presidente da Câmara dos vereadores de Jarinu, Roberto Antonucci, na sede da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, juntamente com prefeitos da região bragantina, a convite do Deputado Estadual Edmir Chedid, para debater melhorias na segurança do município e da região.

Prefeita cobrou maior parceira da Secretaria de Segurança Pública

Ao centro Prefeita e Secretário de Estado de Segurança Pública adjunto

 

 

 

 

 

 

 

 

Durante o encontro, que teve duração de três horas, os prefeitos puderam expor índices e estatísticas relacionadas a seus municípios, além de solicitar melhorias nos atendimentos prestados pela SSP.

“Levantamos todos os dados, aumento de índices e atendimentos realizados em Jarinu. Solicitei que aumentem o efetivo em nossa cidade, disponibilizem mais viaturas para o Comando de Policiamento em Jarinu, além de assuntos relacionados à pauta de Segurança”, destacou Eliane Lorencini.

Para a Chefe do Executivo o encontro proporcionado pelo Deputado, com prefeitos da região, tem por objetivo melhorar o atendimento em todos os setores, uma vez que os deputados conseguem – com mais facilidade – o agendamento dessas reuniões. “Eles [os deputados] têm muita força no Estado, diferente de nós Prefeitos. Esses encontros agilizam a demanda que temos, de pedidos da população, ainda mais na área de Segurança Pública”, frisou.

, ,

Jarinu consegue liberação de CND após mais de um ano suspensa.

Com “nome limpo” Prefeitura poderá buscar recursos estaduais e federais

A Prefeitura de Jarinu conseguiu a liberação da Certidão Negativa de Débitos (CND) que estava suspensa desde o início de 2016. A novidade foi anunciada pela Secretária de Finanças, Marilza Lorencini, e pela Prefeita Eliane Lorencini, na manhã da quarta-feira, dia 23. Agora, com a situação regularizada (ou “nome limpo” no Estado e na Federação), o município poderá firmar convênios e ainda voltar a receber repasses (verbas) estaduais e federais para melhoria em todos os setores da cidade.

Para que a Certidão fosse liberada foi necessário o parcelamento de todo o débito de 2016, que chegava a R$ 13 milhões de reais, porém a Prefeitura já contava com um débito de R$ 19 milhões, que precisou ser reparcelado.

“Sem esse documento não conseguimos firmar nenhum convênio com o Governo Estadual nem com o Governo Federal. Por isso tivemos que agrupar todos os débitos para parcelamento, os que já existem e o de 2016. Sabemos que sem os convênios firmados fica muito difícil administrar, pois dependemos de ajuda dos deputados estaduais e federais. Agora, com o “nome limpo” da Prefeitura nesses órgãos, poderemos buscar recursos em todas as esferas”, disse Eliane Lorencini, prefeita de Jarinu.

Ainda de acordo com a Chefe do Executivo, para conquistar a liberação da CND foi um longo percurso, visto o tamanho da dívida deixada pelo governo anterior. “Tivemos que nos ater a vários débitos, mas o principal era a liberação da CND que corresponde aos encargos no Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS. Apesar de tudo, estamos no caminho certo, e em busca de muitas outras conquistas para população. Esse é nosso dever”, reafirmou a Prefeita.