,

Governo de SP reforça controle de pandemia e põe estado na fase amarela

Medida não fecha setores e fortalece restrição a aglomerações; indicadores de saúde terão análises semanais

O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (30) o reforço em ações de enfrentamento da pandemia em São Paulo. Para reduzir o contágio e evitar pressão sobre o sistema de saúde, todas as regiões do estado retornam à fase amarela do Plano São Paulo de controle sanitário e flexibilização econômica até o dia 4 de janeiro.

“É uma medida de prudência que estamos tomando para melhorar o controle da pandemia. Precisamos do apoio da população e de micros, pequenos, médios e grandes empresários. E o contínuo apoio dos verdadeiros heróis que são os profissionais de saúde que, em São Paulo, já ajudaram a salvar milhares de vidas e continuarão a fazê-lo”, disse Doria.

A decisão recebeu aval de médicos especialistas do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo. A medida não fecha setores econômicos em nenhuma das 645 cidades paulistas, mas fortalece ações de restrição a aglomerações.

Com o regresso geral para a terceira das cinco fases do Plano SP, atividades como bares, restaurantes, academias, salões de beleza, shoppings, escritórios, concessionárias e comércios de rua voltam a ter limitações de horário e capacidade de público.

O atendimento presencial em todos os setores fica restrito a dez horas diárias, sequenciais ou fracionadas, e 40% de capacidade. Os estabelecimentos terão que fechar o atendimento local até as 22h. Todos os eventos com público em pé estão proibidos na fase amarela.

Outra medida de prudência decidida pelo Estado é a redução do prazo de análise dos dados da pandemia e capacidade de atendimento hospitalar por região. A medição de médias móveis de casos, mortes e taxas de internação de pacientes com COVID-19 passa a ser considerada em intervalos de sete dias, e não mais a cada quatro semanas.

A decisão desta segunda não altera a programação de volta às aulas da Secretaria de Estado da Educação. Tampouco há previsão novo fechamento de escolas para aulas presenciais com limitação de alunos por turmas e turnos.

“Os dados dos últimos dias sustentam a necessidade de políticas mais restritivas, que reduzem aglomeração e circulação de pessoas”, afirmou o Secretário de Saúde Jean Gorinchteyn. “Amarelo quer dizer atenção e respeito às regras sanitárias, evitando aglomerações, festas e encontros que estão levando o vírus a circular mais entre a população”, acrescentou.

Cronologia

Desde o dia 6 de outubro, a Grande São Paulo e as regiões da Baixada Santista, Campinas, Piracicaba, Sorocaba e Taubaté estavam na fase verde, a penúltima prevista pelo Plano SP. No dia 16 de novembro, o Governo do Estado decidiu adiar nova reclassificação devido a instabilidades de dados do Ministério da Saúde.

Se tivesse sido mantido, o cronograma anterior deixaria 89% da população do estado na fase verde, com o progresso de outras seis regiões. Com a verificação dos dados atualizados de avanço de casos e internações por COVID-19, o Governo de São Paulo optou pela ampliação de medidas de distanciamento social.

Prevenção

O Governador reforçou o apelo à população para que toda a população mantenha o engajamento e a mobilização para conter a pandemia. “Até a chegada da vacina e a imunização dos brasileiros, precisamos ter cautela e muita orientação, principalmente aos mais jovens. Por favor, evitem aglomerações, usem máscaras, lavem as mãos e compreendam que a COVID-19 não foi embora”, frisou Doria.

Veja o mapa atualizado do Plano SP aqui https://www.saopaulo.sp.gov.br/wp-content/uploads/2020/11/20201130_Apresentacao-Plano-SP.pdf

Confira página https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/

Secretaria de Saúde de Jarinu realiza Campanha Fique Sabendo 2020

A Prefeitura de Jarinu, através da Secretaria Municipal de Jarinu, realizará entre os dias 01 e 07 de dezembro mais uma Campanha Fique Sabendo, uma maneira de mobilizar a população para as ações do Dia Mundial de luta contra a AIDS, no dia 1 de dezembro), com o objetivo de sensibilizar a população sobre o diagnóstico precoce do HIV e Sífilis, além da Hepatite B e C.

Mais informações ligue (11) 4016-8100 – Vigilância Epidemiológica

CRONOGRAMA

UBS VILA PRIMAVERA – 02/12

AMBULATÓRIO CENTRAL – 03/12

UBS NOVA TRIESTE – 04/12

UBS MARACANÃ –  04/12

UBS CAMPO LARGO – 08/12

,

Dia Internacional para Eliminação da Violência Contra a Mulher

25 DE NOVEMBRO
“Dia Internacional para Eliminação da Violência Contra a Mulher”

Em 1999, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), estabelece que o dia 25 de Novembro é o ”Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra a Mulher” buscando que governos e sociedade civil organizadas nacionais e internacionais realizem ações com o objetivo de extinguir este tipo de violência que destrói a vida de mulheres e de muitas crianças.
A Campanha Mundial de Combate a Violência Contra as Mulheres se estende até o dia 10 de dezembro, “Dia Internacional dos Direitos Humanos”. Esta campanha é conhecida como “16 Dias de Ativismo contra a Violência contra as Mulheres”.
Devemos lembrar que a violência contra a mulher é um problema mundial que não distingue cor, classe social, cultural ou raça.

O Brasil está no 5º lugar no ranking mundial do feminicídio Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), estando no 5º lugar dos países que mais matam mulheres no mundo no contexto de violência doméstica.
Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública:

  • Uma mulher é morta a cada sete horas por ser mulher.
  • Nove em cada dez casos, a mulher foi morta pelo companheiro ou ex-companheiro.

Neste ano de 2020, do início da pandemia do coronavírus em março até agosto 497 mulheres perderam suas vidas. Sendo um feminicídio a cada nove horas, com uma média de três mortes por dia. São Paulo registrou 79 casos, Minas Gerais 64 casos, e Bahia 49 casos, foram os estados que registraram maior número absoluto de casos no período.
As denúncias podem ser feitas através:

Ligue 180 – Central de Atendimento à Mulher que é um serviço de utilidade pública essencial para o enfrentamento à violência contra a mulher. Além de receber denúncias de violações contra as mulheres, a central encaminha o conteúdo dos relatos aos órgãos competentes e monitora o andamento dos processos. O serviço também tem a atribuição de orientar mulheres em situação de violência, informando sobre seus direitos direcionando-as para os serviços especializados da rede de atendimento e acolhimento de mulheres em situação de vulnerabilidade.
–  Pelo aplicativo Direitos Humanos Brasil e na página da Ouvidoria Nacional de Diretos Humanos (ONDH) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). No site está disponível o atendimento por chat e com acessibilidade para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).
– Pelo aplicativo Telegram, basta acessar o aplicativo, digitar na busca “DireitosHumanosBrasil” e mandar mensagem para a equipe da Central de Atendimento à Mulher.

O Ligue 180 funciona diariamente durante 24h, incluindo sábados, domingos e feriados. Em todas as plataformas, as denúncias são gratuitas, anônimas e recebem um número de protocolo para que o denunciante possa acompanhar o andamento.

Vale lembrar que a violência contra a mulher como todo ato de violência baseado no gênero que tem como resultado o dano físico, sexual, psicológico, incluindo ameaças, coerção e privação arbitrária da liberdade, seja na vida pública seja na vida privada. Ao utilizar a categoria de análise gênero, neste caso, significa assumir que a violência decorre de relações desiguais e hierárquicas de poder entre homens e mulheres na sociedade, e que não se deve a doenças, problemas mentais, álcool/drogas ou características inatas às pessoas, mas sim, uma construção social(OMS).

A Violência Contra a Mulher é crime. Atualmente, 125 países possuem leis específicas de proteção à mulher, sendo que a legislação brasileira (Lei Maria da Penha) é considerada uma das três mais avançadas do mundo.

Campanha contra Poliomielite e multivacinação começa na próxima semana

A Secretaria de Saúde de Jarinu informa que entre os dias 05 e 30 de outubro estará vacinando contra a poliomielite e multivacinação para atualização da caderneta de vacina da criança e do adolescente, com idades entre 01 (hum) ano a menores de15 anos.

“Nesta campanha não teremos drive-thru pois é necessário que façamos a conferência da caderneta de vacinação e demanda tempo da equipe de enfermagem, portanto peço que se dirijam as Unidades Básicas e ao Ambulatório Central, dentro dos horários estipulados, evitando aglomerações”, disse Antenor Gonçalves, secretário municipal de Saúde”

Durante a semana a vacinação será realizada apenas nas Unidades Básicas e Ambulatório das 08h às 11h e das 13h às 16h. Caso o morador precise comparecer no horário do almoço é importante ligar e fazer o agendamento.

DIA D

O “Dia D” acontece no sábado, 17 de outubro, das 08h às 16h, em todas as Unidades Básicas de Saúde (Nova Trieste, Maracanã, Campo Largo e Vila Primavera), além do Ambulatório Central (antiga UMS).

NÃO ESQUECER

Documento pessoal com foto, caderneta de vacinação e cartão SUS, ou outro documento que contenha o CPF para registro no sistema.

INFORMAÇÕES

(11) 4016-8100 ou nas Unidades de Saúde mais próximas de sua residência

 

, ,

Em Jarinu aulas presenciais só em 2021

Escolas continuam abertas para atender a comunidade

A Prefeitura de Jarinu publicou na segunda-feira, dia 28, o Decreto Municipal n. º 3.101 que dispõe sobre as atividades educacionais em todas unidades da rede pública e privado do município em virtude da pandemia causada pelo Novo Coronavírus, após interrupção das atividades desde março.

De acordo com o documento pesquisas realizadas pelas escolas, com pais e responsáveis, apontam que 76% deles são contrários ao retorno das aulas presenciais, por isso o Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus – CMPEC e a Comissão Municipal de Educação para Gerenciamento da Pandemia da Covid-19, que é composta por representantes de escolas municipais, estaduais, particulares, de pais de alunos, e das secretarias municipais de Educação e de Saúde, se reuniram na sexta-feira, dia 25, para discussão do possível retorno das aulas, de acordo com o Plano São Paulo.

José Ivan Musselli, secretário de Educação de Jarinu, destacou que as unidades municipais de ensino não estão desamparadas e têm todo o engajamento do corpo docente e da gestão para atendimento aos alunos, mesmo sem as aulas presenciais.

“Temos uma logística enorme com transporte e alimentação, e diante do que esta apresentado no Plano São Paulo, ainda não temos como retornar as atividades presenciais. As escolas continuarão abertas, com a equipe gestora, para orientações aqueles que precisarem, e os professores passam por capacitação para aperfeiçoar, ainda mais, as aulas online e produção de materiais”, frisou.

Após a discussão o assunto foi levado ao Executivo, para apreciação, que acatou o pedido. “Recebemos a discussão pautada pelos Comitês e, após análise, optamos, seguindo as medidas previstas, por vedar o retorno das aulas presenciais até 31 de dezembro de 2020”, destacou Anderson da Cunha, secretário de Administração Geral.

,

Audiência Publica do 2° Quadrimestre 2020

A prefeitura de Jarinu, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, realizará no dia 28 de Setembro de 2020, uma audiência pública na Câmara Municipal da cidade, das 11:00 ás 12:00. Na Audiência Pública, o Secretário Municipal de Saúde fará a apresentação da prestação de contas referente ao segundo quadrimestre de 2020, para demonstrar os investimentos realizados na área, no período citado. A audiência será transmitido pela TV Câmara de Jarinu.

Secretaria de Saúde inaugura farmácia na UBS da Vila Primavera

A Prefeitura de Jarinu, através da Secretaria de Saúde, inaugurou na manhã de hoje, 14, a farmácia da Unidade de Estratégia de Saúde da Família – UBS “Avelino Rego da Silva”, no bairro Vila Primavera.

Presente na solenidade a prefeita Eliane Lorencini parabenizou os profissionais da área da saúde, em nome dos presentes, e também os moradores. “Para nós é uma imensa alegria poder inaugurar a farmácia nesta UBS, que era muito solicitada pelos moradores. Agradeço a cada um de vocês que estão aqui, trabalham em prol da saúde do município sem medir esforços e parabenizo em nome de vocês todos os profissionais”.

O Secretário de Saúde Antenor Gonçalves disse que a farmácia fara a dispensa de vários remédios, apenas os de alto custo e da saúde mental não estarão disponíveis. “Temos a dispensa de remédios como insulina, o destro, entre outros que o médico receitar, mas não teremos ainda alto custo e saúde mental. Temos uma farmacêutica que fara todo esse controle para as 1500 famílias do bairro, totalizando aproximadamente 5000 pessoas”.

Também participaram da solenidade de inauguração moradores, profissionais da saúde, o vice-prefeito Cláudio Catroque que agradeceu a Prefeitura pelo trabalho realizado, além dos vereadores Everton Lorencini, Clóvis Calixto e Edson Bego, secretários municipais de Desenvolvimento Social, Fabiana Santos, Assuntos Jurídicos Rosemberg Franciscone, Educação Ivan Musselli, além do ex-prefeito Toninho Lorencini e Fátima Lorencini

Secretaria de Saúde convoca para Campanha de Vacinação contra o Sarampo

Secretaria de Saúde de Jarinu convoca para Campanha de Vacinação contra o Sarampo

O Departamento de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Saúde de Jarinu, convoca toda população, dentro de cada faixa etária, para a 2ª fase de imunização contra o Sarampo 2020. A Campanha termina no dia 31 de agosto.

Nesta fase serão vacinados a população da faixa etária entre seis meses aos 29 anos de idade, e a vacinação para este grupo é seletiva, ou seja, somente serão vacinados aqueles que têm uma ou nenhuma dose da vacina. Já para o público dos 30 aos 49 anos de idade todos deverão ser vacinados.

DRIVE THRU DA VACINA

No dia 29 de agosto, das 09h às 16h, haverá mais um dia de vacinação no formato drive-thru, na Praça da Matriz, para as pessoas com idade entre 30 e 49 anos.

Durante a semana as vacinações ocorrem nas Unidades Básicas de Saúde, das 08h às 11h e das 13h às 16h. É necessário apresentar a caderneta de vacinação ou documento com foto.

META

Até o fechamento desta edição 790 doses já foram aplicadas pela equipe de vacinação. A meta é 95% de engajamento para todas as faixas etárias, porém o objetivo desta campanha é atingir o público entre 30 e 49 anos, estimado em 7 mil pessoas.

O Ministério da Saúde tem alertado a população quanto à importância da vacinação contra o sarampo, mesmo com a pandemia da Covid-19 em evidência no país. O sarampo é uma doença grave e de alta transmissibilidade. Uma pessoa infectada pode transmitir para até outras 18 pessoas. A disseminação do vírus ocorre por via aérea ao tossir, espirrar, falar ou respirar. Neste caso, não é necessário o contato direto porque o vírus pode se disseminar pelo ar a metros de distância da pessoa infectada. A vacinação contra o sarampo é uma estratégia do Ministério da Saúde para interromper a transmissão e eliminar a circulação do vírus no Brasil.

Informações

Telefone (11) 4016-8100 – Sala de Vacinas.

,

CONFIRA DECRETO – Jarinu entra para fase amarela do Plano SP

Comerciantes poderão abrir por seis horas. Academias e salões de beleza estão autorizados

DOWNLOAD DO DECRETO

PROTOCOLOS ENCONTRAM-SE NO ANEXO 1 DO DECRETO 3.079

O município de Jarinu, integrante da Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ), entra – a partir da segunda-feira, dia 10, para fase amarela do Plano SP de flexibilização da quarentena.

Nesta fase os comércios ficam autorizados a abrirem por mais duas horas, ou seja, até o momento eles funcionam por quatro horas, com limitação de público que também aumenta para 40% da capacidade.

“Nosso Governo está fazendo o máximo para que possamos avançar de fase, mas isso se dá com o apoio da população que tem entendido a necessidade em seguir os protocolos de higienização, o uso de máscaras e álcool em gel. É fundamental que cada um faça sua parte ou, então, retornamos para fases mais restritivas”, disse Eliane Lorencini, prefeita.

O município de Jarinu, até hoje, contabiliza 18 dias sem mortes por Covid-19, o que mostra que a Saúde pública conseguiu estabilizar – através do esforço de seus profissionais – a situação do Coronavírus na cidade.

“É um esforço conjunto. Hoje conseguimos avançar para fase amarela, porém não adianta agora os comércios acharem que podem fazer tudo. Não é assim, temos regras para seguir e devagar vamos avançando. Não adianta querer ultrapassar o que é permitido. Continuaremos com a fiscalização ativa”, afirmou Antenor Gonçalves, secretário de Saúde.

FASE AMARELA –

Podem abrir por seis horas com limitação na capacidade de atendimento:

– Comércios e lojas

– Serviços

– Academias (30% da capacidade e agendamento de horário)

– Salões de beleza e barbearia (40% da capacidade de ocupação)

– Delivery e Drive-Thru (entrega na porta)

, ,

Prefeitura e Primeiríssima Infância realizam 9ª Semana do Bebê

A Prefeitura de Jarinu, através das Secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social, promoverá, a partir da segunda, dia 03 de agosto, a 9ª Semana do Bebê, proposto pelo programa São Paulo pela Primeiríssima Infância, que acontece anualmente e promove diversas atividades para o desenvolvimento infantil de crianças de 0 a 3 anos de idade. O município de Jarinu aderiu ao programa em 2012 e desde então realiza ações em conjunto com outras secretarias que contribuem para o desenvolvimento infantil.

Este ano a Semana do Bebê acontece entre os dias 3 a 8 de agosto e tem como tema “O desenvolvimento infantil frente à pandemia”.

Haverá atividades lúdicas com contação de histórias, brincadeiras e musicalização, vídeos informativos feitos por professores, psicólogos, médico, agentes de saúde, e todos profissionais do próprio município, voltados para o desenvolvimento infantil, auxiliando pais e responsáveis nesse processo.

Devido à pandemia e a necessidade do isolamento social, as atividades propostas pelo programa serão publicadas nas redes sociais da Prefeitura (facebook/prefeituradejarinu), das escolas municipais e no site da Secretaria de Educação (https://sites.google.com/view/somostodoseducadoresjarinu)

O que é o Programa São Paulo pela Primeiríssima Infância?

É um programa idealizado pelo governo do Estado, tendo como objetivo contribuir de forma integral para o desenvolvimento infantil de crianças de 0 a 3 anos de idade, por meio de atividades lúdicas, palestras e eventos, que possam auxiliar os pais nesse processo. As ações são realizadas de forma intersetorial, entre as Secretarias da Saúde, Educação e Assistência Social. A Semana do Bebê, como ficou conhecida, acontecem todos os anos na primeira semana de agosto.

A primeira infância é o período que compreende desde a gestação até os seis primeiros seis anos de vida da criança. É uma etapa muito importante para o desenvolvimento infantil, as experiências vividas nesta etapa podem ser levadas por toda a vida da criança.

Durante a primeira infância, a criança passa por processos de desenvolvimentos importantes, como o crescimento físico, o amadurecimento do cérebro, a aquisição dos movimentos, o desenvolvimento da capacidade de aprendizagem e a iniciação social e afetiva.

As atividades estimuladas nessa etapa possibilitam que a criança cresça saudável, facilitam no processo de aprendizagem e possam se tornar adultos mais equilibrados, produtivos e realizados.

Toda programação você pode conferir acessando o site da Prefeitura ou ligue para (11) 4016-0200 com o Departamento da Primeiríssima Infância, fale com Maria Teresa.

Colaborou – Jeriel Rodrigues – Estagiário

Supervisão: AssCom-PMJ