Quando acionar a Defesa Civil.

Em emergências, ligue para o 199.

A Defesa Civil pode, e deve ser chamada, ou informada, sempre que puder evitar, e minimizar as possibilidades ou consequências de ocorrência de acidentes ou desastres, naturais, tecnológicos, em situações repentinas ou não rotineiras, geralmente de emergência, tais como:
– Alagamentos
– Inundações
– Queda de árvores
– incêndio e explosões
– Deslizamentos
– Rupturas ou colapsos em vias públicas
– Ruptura ou vazamento em dutos, galerias e reservatórios.
– Sinais de riscos em geral
– Fenômenos, eventos estranhos e suspeitos quanto a riscos.
– Lesões estruturais

Em emergências, ligue 199 ou 4016-2035 (8h às 17h) após (11) 94536-9360, se possível já sabendo o endereço da ocorrência.

De maneira geral não fazem parte dos atendimentos de emergência e usuais da Defesa Civil situações, eventos, necessidades, tais como: retirada de árvores, denuncia relacionada a queimadas, insalubridade (esgoto, umidade, ratos, etc); solicitação de poda preventiva, solicitação de obras, serviços, reparos usuais, reclamações (lixo, entulho, etc); fiscalização de obras particulares, vazamento comuns de água ou esgoto, captura ou remoção de animais (apenas os que possam trazer risco, exemplo, serpentes), conflito de vizinhança, entre outros similares.

A Defesa Civil agradece, e esta sempre a disposição.

Rua XV de Novembro já tem sentido único entre o cruzamento da Luiz Domingues com a Avenida Doutor Arthur Bernardes.

O Departamento de Trânsito, da Prefeitura de Jarinu, informa que desde o dia 14 de outubro a Rua XV de Novembro, entre os cruzamentos da Rua Luiz Domingues (escola Pilar Bonás), até a Avenida Doutor Arthur Bernardes (esquina da autoescola Conquista), tem sentido único descendo.

“Devido ao aumento do fluxo de veículos que param na escola, e da movimentação de pais e crianças, recebemos vários pedidos para que esse trecho tivesse sentido único, por isso fomos até lá e estudamos se seria possível viabilizar, e realmente a resposta foi positiva”, disse Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

Ainda de acordo com o Chefe do Departamento, apenas o trecho entre a escola Pilar descendo sentido centro, e a Contabilidade, terá mão única. “Não vamos alterar os demais trechos, apenas organizar o trânsito para que fique melhor para todos. Hoje, quem para subindo, terá que – que estacionar descendo. Também colocamos placas de sinalização com locais para paradas”, finalizou Pedro Júnior.

Rua XV de Novembro terá sentido único entre o cruzamento da Luiz Domingues com a Avenida Doutor Arthur Bernardes.

O Departamento de Trânsito, da Prefeitura de Jarinu, informa que a partir do dia 14 de Outubro, a Rua XV de Novembro, entre os cruzamentos da Rua Luiz Domingues (escola Pilar Bonás), até a Avenida Doutor Arthur Bernardes (esquina da autoescola Conquista), terá sentido único descendo.

“Devido ao aumento do fluxo de veículos que param na escola, e da movimentação de pais e crianças, recebemos vários pedidos para que esse trecho tivesse sentido único, por isso fomos até lá e estudamos se seria possível viabilizar, e realmente a resposta foi positiva”, disse Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

Ainda de acordo com o Chefe do Departamento, apenas o trecho entre a escola Pilar descendo sentido centro, e a Contabilidade, terá mão única. “Não vamos alterar os demais trechos, apenas organizar o trânsito para que fique melhor para todos. Hoje, quem para subindo, terá que – a partir do dia 14, estacionar descendo. Também colocaremos placas de sinalização com locais para paradas”, finalizou Pedro Júnior.

Rua XV de Novembro terá sentido único entre o cruzamento da Luiz Domingues com a Avenida Doutor Arthur Bernardes.

O Departamento de Trânsito, da Prefeitura de Jarinu, informa que a partir do dia 14 de Outubro, a Rua XV de Novembro, entre os cruzamentos da Rua Luiz Domingues (escola Pilar Bonás), até a Avenida Doutor Arthur Bernardes (esquina da autoescola Conquista), terá sentido único descendo.

“Devido ao aumento do fluxo de veículos que param na escola, e da movimentação de pais e crianças, recebemos vários pedidos para que esse trecho tivesse sentido único, por isso fomos até lá e estudamos se seria possível viabilizar, e realmente a resposta foi positiva”, disse Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

Ainda de acordo com o Chefe do Departamento, apenas o trecho entre a escola Pilar descendo sentido centro, e a Contabilidade, terá mão única. “Não vamos alterar os demais trechos, apenas organizar o trânsito para que fique melhor para todos. Hoje, quem para subindo, terá que – a partir do dia 14, estacionar descendo. Também colocaremos placas de sinalização com locais para paradas”, finalizou Pedro Júnior.

Guardas Municipais conquistam população e trazem bons exemplos de redução de criminalidade

Desde que foi implantada no município de Jarinu a população conta com a Guarda Civil Municipal atuando na segurança e redução de criminalidade. Há quem diga que a GCM foi constituída apenas para ‘cuidar do patrimônio público’, que – assim como todos os cidadãos, são responsáveis a GCM também o faz, mas, hoje, os Guardas Civis Municipais de todo país, já atuam em diferentes frentes garantindo à segurança de todos.

Numa das salas da Central de Jarinu existe um revezamento entre os GCMs que ficam no atendimento telefônico e na monitoria das câmeras, com revezamento de turno. Esses são os olhos dos seus colegas, guardas, para anunciar alguma ocorrência.

A GM de Jarinu tem vários programas, entre eles a Ronda Escolar que tem conquistado à comunidade. Todas as escolas do município recebem os Guardas Civis que fazem ronda e ajudam nas emergências com a garotada. Com a chegada da Ronda Escolar o índice de brigas e tráficos, principalmente noturno, diminuiu muito.

De acordo com a Guarda Municipal no primeiro semestre de 2018 foram realizados 147 atendimentos, entre eles abordagens de suspeitos, averiguações de denúncias, perturbações do sossego, diligências e tráfico de entorpecentes. Já em 2019, no mesmo período, teve um aumento de 55% em relação ao ano anterior, incluindo os furtos, totalizando 263 atendimentos nos seis primeiros meses desse ano.

Sobre os atendimentos telefônicos a Guarda Civil informou que houve uma média de 328 ligações no primeiro semestre de 2018 contra 685 de janeiro a junho desse ano, ou 47% a mais na média de atendimento. Isso transmite a confiança entre a Guarda e a Comunidade.

A Guarda Municipal se coloca à disposição da comunidade através dos números  (11) 4016-3099 | 153 | 3182-0030.

Departamento de Trânsito sinaliza área escolar para embarque e desembarque

Desde a última semana o Departamento Municipal de Trânsito, da Prefeitura de Jarinu, tem efetuado constantes melhorias nas áreas de embarque e desembarque nas imediações de algumas unidades escolares a pedido de alguns pais e motoristas.

“Aumentamos as sinalizações porque alguns motoristas estavam deixando o veículo nas vagas de embarque e desembarque das vans escolares e do ônibus, e mesmo recebendo notificações e multas não contribuíam, infelizmente tivemos que estender o tempo de permanência para cinco minutos e proibir a parada durante todo o horário letivo”, explicou Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

MUDANÇAS

A Creche Maria Augusta Zanoni, no Centro, juntamente com a EMEF Mario Covas tiveram suas vagas de embarque e desembarque duplicadas e o tempo de permanência de cinco minutos para que o motorista possa deixar o aluno, retornar e disponibilizar a vaga para o outro, dessa maneira o motorista da Van/Perua escolar não precisa parar no meio da faixa.

Assim como no Centro, no bairro Vila Nova Trieste, também teve alterações. A creche Gilberto Contesini, juntamente com a EMEF Professor Dirney José Rossi e o Núcleo de Educação Infantil também tiveram suas áreas de embarque e desembarque duplicadas.

“Qualquer informação referente as vagas podem procurar pelo Departamento de Trânsito ou ligar para (11) 4016-3860, que explicaremos todo o processo realizado”, explicou Pedro Júnior, chefe do Departamento.

Departamento de Trânsito de Jarinu aumenta número de vagas de embarque e desembarque nas escolas Élcio Spinassi e Dirney Rossi, na Vila Nova Trieste.

Após realizar diversas intervenções no trânsito, contando com o apoio dos pedestres e motoristas, entre eles mudança de sentido e de estacionamentos em frente a EMEF Dirney José Rossi e Núcleo de Educação Infantil Élcio Donizeti Spinassi, o departamento de Trânsito informa que aumentou o número de vagas de embarque e desembarque.

“Já fizemos intervenções no centro, em frente à creche Maria Augusta e agora aumentamos o número de vagas para embarque e desembarque nas escolas Dirney e Élcio, na Vila Nova Trieste. Dessa forma pedimos atenção dos motoristas para que respeitem a sinalização. Agentes de trânsito estarão no local reforçando as orientações”, disse Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

As vagas estão sinalizadas em frente a cada Unidade Escolar, entre as ruas Turim, Ticiano e Torricelli. Mais informações a população pode procurar o Departamento de Trânsito, ligando para (11) 4016-3860.

Departamento de Trânsito de Jarinu estabelece vagas de embarque e desembarque em frente às escolas no bairro Nova Trieste e Centro

Vagas passarão a ser fiscalizadas a partir do dia 29 de Julho, no retorno das aulas.

A Secretaria de Assuntos para Segurança Pública, da Prefeitura de Jarinu, através do Departamento de Trânsito, ouvindo o pedido dos moradores, pais e motoristas, da creche Maria Augusta Silveira Zanoni e EMEF Mário Covas Júnior, no Centro, criará 18 vagas de embarque e desembarque de alunos, além de veículos escolares. As vagas também serão estabelecidas na Vila Nova Trieste em frente às escolas Dirney, Élcio Spinassi e Creche Gilberto.

“Recebemos muitas reclamações com relação às vagas. Alguns motoristas param em mão dupla para deixarem seus filhos, outros deixam o veículo por um longo período na vaga e ficam conversando, quando poderiam ceder o espaço para outro veículo. Após ouvir os pedidos que colocaremos mais vagas para serem utilizadas, no período de entrada e saída de alunos, para embarque e desembarque”, disse Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

Ainda de acordo com o responsável pelo Trânsito é importante que os motoristas respeitem a sinalização. “Temos muitas reclamações de motoristas que não respeitam a sinalização e essas vagas de embarque e desembarque terão tolerância de cinco minutos, que é o tempo de deixar a criança na porta da escola e retirar o veículo. No bairro Nova Trieste vamos estabelecer 23 vagas, sendo oito vagas na Torriceli, cinco vagas na Ticiano e 10 vagas na Rua Turim”, finalizou.

Após intervenção da Defesa Civil de Jarinu, Prefeitura de Jundiaí começa desassoreamento do Rio Jundiaí Mirim.

“O problema persiste há anos, mas não é de responsabilidade do município de Jarinu, como todos pensam. O que fazemos é cobrar e ajudar de alguma maneira”. Com essa frase o chefe da Defesa Civil de Jarinu, Thiago Buckvieser, agradece a Prefeitura de Jundiaí por ter atendido as reivindicações para o desassoreamento do Rio Jundiaí Mirim.

De acordo com o responsável pela Defesa Civil de Jarinu todas as vezes que chove, com alto volume de água, a estrada Natal Lorencini, na altura do Campo Verde, 700 metros a frente do limite de municípios, fica alagada. “O rio não comporta mais a quantidade de água pluvial que desce quando tem um aumento considerável de chuva, e nós cobramos há muito tempo para que providências sejam tomadas”, disse Thiago.

“Nós entramos em contato com o Coronel Gimenez que é o coordenador da Defesa Civil de Jundiaí, o mesmo se prestou a fazer um documento emergencial, tornando-se obra emergencial, então pode ser feito qualquer tipo de obra. Estivemos no local, as obras estão em andamento, no momento a máquina está desassoreando os três pontos que precisavam ser alargados junto com a limpeza de calha. O local é onde se encontra aquela ponte que foi feita, e que é infelizmente o maior causador da enchente, o fluxo da água vai melhorar após a colocação”, concluiu Thiago Buckvieser.

Departamento de Trânsito de Jarinu estabelece vagas de embarque e desembarque em frente às escolas no bairro Nova Trieste e Centro

Vagas passarão a ser fiscalizadas a partir do dia 29 de Julho, no retorno das aulas.

A Secretaria de Assuntos para Segurança Pública, da Prefeitura de Jarinu, através do Departamento de Trânsito, ouvindo o pedido dos moradores, pais e motoristas, da creche Maria Augusta Silveira Zanoni e EMEF Mário Covas Júnior, no Centro, criará 18 vagas de embarque e desembarque de alunos, além de veículos escolares. As vagas também serão estabelecidas na Vila Nova Trieste em frente às escolas Dirney, Élcio Spinassi e Creche Gilberto.

“Recebemos muitas reclamações com relação às vagas. Alguns motoristas param em mão dupla para deixarem seus filhos, outros deixam o veículo por um longo período na vaga e ficam conversando, quando poderiam ceder o espaço para outro veículo, então ouvindo os pedidos que nos fizeram vamos colocar mais vagas para serem utilizadas, no período de entrada e saída de alunos, para embarque e desembarque”, disse Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

Ainda de acordo com o responsável pelo Trânsito é importante que os motoristas respeitem a sinalização. “Temos muitas reclamações de motoristas que não respeitam a sinalização e essas vagas de embarque e desembarque terão tolerância de cinco minutos, que é o tempo de deixar a criança na porta da escola e retirar o veículo. No bairro Nova Trieste vamos estabelecer 23 vagas, sendo oito vagas na Torriceli, cinco vagas na Ticiano e 10 vagas na Rua Turim”, finalizou.