NÚCLEO DE PREVENÇÃO À VIOLÊNCIA E PROMOÇÃO DA SAÚDE

Conheça o Núcleo

 

O Núcleo de Prevenção à Violência e Promoção da Saúde é um setor da Secretaria de Saúde especializado no atendimento e prevenção da violência doméstica e sexual contra crianças e adolescentes, promovendo a saúde e o bem estar das vítimas e seus familiares.

A atividade principal do Núcleo é trabalhar integrado com a rede de atenção e apoio as crianças e adolescentes do município.

O Núcleo de Prevenção iniciou suas ações em 2006 e até o momento realizou algumas atividades como:

  • Fóruns de debates e Encontro Inter Setorial abordando temas como:
  • Importância do Núcleo no enfrentamento à violência.
  • Violência uma questão de saúde pública.
  • Importância da articulação da rede no atendimento e prevenção da violência doméstica.
  • Enfrentamento da violência na saúde pública.
  • Prevenção e Atendimento psicossocial.
  • A violência doméstica e o abuso sexual.
  • Detecção, Notificação e relação Inter Institucional.
  • O Impacto da Violência nas Relações Sociais e na Saúde da Sociedade.
  • Intersetorialidade no Enfrentamento da Violência e a Integração da Rede de Apoio.
  • Capacitações para profissionais da rede, onde foram instrumentalizados para serem agentes multiplicadores de ações preventivas à violência doméstica e sexual contra crianças e adolescentes.
  • Aprovação do Ministério da Saúde para Implantação e Estruturação do Núcleo de Prevenção à Violência e Promoção da Saúde.
  • Implantação da ficha de Notificação de Violência Interpessoal/Autoprovocada, conforme determinação do Ministério da Saúde aos municípios com Núcleo de Prevenção implantados.
  • Portaria Nº 7015, de 18 de outubro de 2011 que nomeia membros para Comissão de Enfrentamento á Violência Contra Crianças e Adolescentes e Promoção da Saúde no município de Jarinu.
  • Parceria do Núcleo com Fundação Abrinq, Instituto Sedes Sapientae e Instituto WCF Brasil (Início 2006).
  • Parceria com Conselho Tutelar local para realização de triagem nos casos que requerem atendimento psicológico para criança e/ou adolescente e seus responsáveis.
  • Avaliação Psicológica para crianças e adolescentes vítimas de violências com processo judicial (Início 2014).
  • Realização de psicodiagnóstico para crianças em atendimento com neuropediatra (Início 2014).
  • Criação de uma página com o tema Prevenção à Violência Doméstica no site da Secretária Municipal de Saúde (Início 2015).
  • Atendimento Psicológico: “Grupo Retocar”, onde as participantes, vítimas de violência doméstica tem a possiblidade de “rever” seu próprio “eu”, seus sentimentos, seus afetos, suas emoções e reconstruir a condição de paz interior (Início 2015).
  • Elaboração de um plano municipal de enfrentamento à violência intrafamiliar, possibilitando atendimento às vítimas, familiares e agressores (Início 2017).