Após intervenção da Defesa Civil de Jarinu, Prefeitura de Jundiaí começa desassoreamento do Rio Jundiaí Mirim.

“O problema persiste há anos, mas não é de responsabilidade do município de Jarinu, como todos pensam. O que fazemos é cobrar e ajudar de alguma maneira”. Com essa frase o chefe da Defesa Civil de Jarinu, Thiago Buckvieser, agradece a Prefeitura de Jundiaí por ter atendido as reivindicações para o desassoreamento do Rio Jundiaí Mirim.

De acordo com o responsável pela Defesa Civil de Jarinu todas as vezes que chove, com alto volume de água, a estrada Natal Lorencini, na altura do Campo Verde, 700 metros a frente do limite de municípios, fica alagada. “O rio não comporta mais a quantidade de água pluvial que desce quando tem um aumento considerável de chuva, e nós cobramos há muito tempo para que providências sejam tomadas”, disse Thiago.

“Nós entramos em contato com o Coronel Gimenez que é o coordenador da Defesa Civil de Jundiaí, o mesmo se prestou a fazer um documento emergencial, tornando-se obra emergencial, então pode ser feito qualquer tipo de obra. Estivemos no local, as obras estão em andamento, no momento a máquina está desassoreando os três pontos que precisavam ser alargados junto com a limpeza de calha. O local é onde se encontra aquela ponte que foi feita, e que é infelizmente o maior causador da enchente, o fluxo da água vai melhorar após a colocação”, concluiu Thiago Buckvieser.