CEJUSC JARINU UTILIZA TECNOLOGIA PARA ATENDIMENTO AO PÚBLICO DURANTE PANDEMIA DA COVID-19

Desde o início da pandemia da Covid-19, o Cejusc – Centro Judiciário de Soluções de Conflito, de Jarinu, passou a atender remotamente o público jarinuense. Prestes a completar 1 ano e 7 meses o Cejusc contabilizou, até Março de 2020, 630 sessões de conciliação.

De acordo com o Marco Ximenes de Brito, Chefe da Seção Judiciária, do Tribunal de Justiça, e responsável pelo Cejusc Jarinu, 70% dos atendimentos de conciliação estão ligados à área da família, e 45% na área civil.

“Estamos trabalhando de forma remota para atender a população. Disponibilizamos um e-mail para agendamento e um número de WhatsApp para ser, também, um facilitador”, disse Ximenes.

AGENDAMENTO

Para agendar uma sessão de conciliação basta escrever para Cejusc.jarinu@tjsp.jus.br ou mandar uma mensagem para (11) 9.3771-9939. Após o agendamento todo o trâmite para que a conciliação online ocorra será feito com as partes envolvidas.

 

,

Brazilian Business Park disponibiliza link para cadastro de currículos

Queremos encurtar distâncias

O Centro Empresarial Brazilian Business Park, através do departamento de Recursos Humanos, em parceria com a Coordenadoria do Trabalho de Jarinu, disponibilizou um link para que os moradores – nesse período de pandemia – possam encaminhar seus currículos.

De acordo com Eduardo Matias, responsável pela Coordenadoria do Trabalho da Prefeitura de Jarinu (CDT) as empresas estão retomando as contratações, por isso o CDT foi até o BBP para que pudesse abrir um leque maior de envio de currículos.

“Conversei com a Alice[Watanabe], gerente do RH do BBP, e ela se prontificou em – diante da pandemia, criar um link para que as pessoas possam enviar suas informações. Ao receber ela manterá em sigilo de informações e encaminhará para as empresas do Centro Empresarial, dessa maneira o candidato não precisa ir até lá, deixar na portaria, basta ele seguir os passos do link”, afirmou Matias.

Alice Watanabe, gerente do RH do Brazilian Business Park destacou que o objetivo é “aproximar os trabalhadores disponíveis no mercado de trabalho e empresas que têm a oportunidade de trabalho para oferecer. Queremos encurtar distâncias e facilitar para que o candidato não precise ir aos cybercafés, não tenha custo de impressão de currículo, transportes para vir entregar. Isso facilitará”, finalizou a gerente.

O link encontra-se disponível na página da Prefeitura, na opção Coordenadoria do Trabalho. Outras informações ligue (11) 4016-2037

CLIQUE NO LINK PARA TER ACESSO

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdM_i3XKdV9yZV3t9b4yIz4_PjE-2gf1UFqVlsRh2q2s_MFOg/viewform

,

Feira livre volta neste sábado, 01 de agosto, após quase cinco meses fechada!

A  Secretaria de Administração Geral, informou que a Feira Livre, localizada atrás da Praça da Matriz, volta a funcionar normalmente a partir desde sábado, dia 01 de agosto, das 07h às 13h, após reunião realizada na segunda, dia 27, com os feirantes.

Para isso ficaram estabelecidas algumas regras como atendimento de um cliente por vez, evitar aglomeração em frente à barraca, não consumir nenhum alimento no local, bem como prova de roupas, disponibilizar álcool em gel aos clientes e utilização de máscaras. “A orientação precisa ser para os dois lados tanto para o feirante quanto para o consumidor, dessa maneira garantimos o cuidado com a saúde de todos”, frisou Anderson Cunha, secretário de Administração.

A liberação ocorre após um período de quase cinco meses de início da pandemia do Coronavírus. “Agora que estamos na fase laranja recebemos autorização para abertura de feiras livres. Infelizmente alguns comércios e atividades devem permanecer fechadas até que, no próximo dia 10, o Governo do Estado defina as alterações, ou com atendimento delivery e drive-thru como já esta ocorrendo dentro da fase 2 – laranja. ”, finalizou o Secretário lembrando que o horário dos comércios é das 10h às 14h.

Para mais informações, ligue (11) 4016-8200

,

Jarinu esta na fase vermelha do Plano São Paulo

Desde a última segunda-feira, dia 06 de Julho, o município de Jarinu, que faz parte da Região Metropolitana de Campinas – do Departamento Regional de Saúde de Campinas, e do Aglomerado Urbano de Jundiaí, encontra-se, novamente – na Fase Vermelha do Plano SP, estipulado pelo Comitê de Contingência do Coronavírus de São Paulo.

Por esse motivo somente comércios considerados essenciais, como supermercados, farmácias, materiais de construção, e outros, poderão permanecer de portas abertas ao público, os demais apenas com delivery (entrega) ou drive-thru (compra e retira na porta). Nenhum comércio, que não seja essencial, dentro do Decreto Estadual, pode permanecer de portas abertas ou com aglomeração de pessoas em seu interior.

“Acreditamos que tudo isso vai passar, porém depende da ajuda e contribuição de todos”, destacou Eliane Lorencini, prefeita de Jarinu.

Acesse o DECRETO e confira o que pode abrir na fase vermelha e nas demais fases – clique aqui

Prefeitura adquire mais três veículos zero km

Carros foram comprados com saldo de recursos do leilão de inservíveis realizado no final de 2019

A Prefeitura de Jarinu recebeu na tarde da quinta-feira (09), três Renault Sandero zero quilômetro adquiridos com saldo de recursos provenientes do leilão de inservíveis realizado em 2019.

O secretário de Administração Geral, Anderson da Cunha, recebeu os veículos e entregou as chaves a prefeita Eliane Lorencini. “Mesmo diante da pandemia nosso governo continua em movimento, perto de muitas cidades pequenas que estão paradas devido a situação da pandemia”, disse o Secretário.

Ainda de acordo com o Secretário a licitação, realizada pelo Departamento de Compras da Prefeitura, aconteceu no mês de abril e, após todos os trâmites, o carro esta sendo entregue dentro do prazo estipulado, após três meses. “Estamos dentro do prazo. Com o saldo do leilão de inservíveis conseguimos adquirir esses veículos que serão usados para os serviços da municipalidade.

Eliane Lorencini, prefeita de Jarinu, disse ao lado do vice-prefeito Cláudio Catroque, que os veículos somam aos demais, que o município recebeu, neste ano após emplacamento. “Agora eles aguardam emplacamento e as demais burocracias que precisam passar, depois estarão disponíveis para uso dos serviços municipais”.

Cada veículo custou, na licitação o valor de R$ 51.300,00, tendo a especificação mínima requerida, como modelo Hatch, ano e fabricação 2020, capacidade para cinco passageiros, incluindo o motorista, cinco portas, na cor branca e bicombustível.

,

Prefeitura recebe dúvidas através do aplicativo E-ouve

Em funcionamento desde 2018 o aplicativo E-OUVE, da Ouvidoria Online, tem aproximado o cidadão jarinuense da Prefeitura, e hoje se torna o principal canal de comunicação entre moradores e executivo, principalmente para sanarem suas dúvidas com relação ao Coronavírus.

“Precisamos atender a população de forma rápida e eficaz. O aplicativo, que já era funcional, antes dessa pandemia, se tornou essencial e o principal canal entre a nossa gente e as nossas secretarias. Através dele a população pode sanar todas as dúvidas com celeridade, além de ter em mãos um número de protocolo”, disse Eliane Lorencini, prefeita de Jarinu.

O aplicativo esta disponível para download nos sistemas operacionais Android e IOS, basta digitar no buscador a palavra “eouve”, ou o morador pode acessá-lo pela página da Prefeitura de Jarinu, na Internet, https://jarinu.sp.gov.br clicando no link Ouvidoria Online.  Caso prefira pode digitar diretamente https://jarinu.eouve.com.br

 

, , , , , ,

Prefeitura decreta Estado de Emergência em Saúde

Estabelecimentos deverão ser fechados

BAIXE O DECRETO – CLIQUE AQUI

Priorizando a Saúde Pública, e seguindo as recomendações do Ministério da Saúde, do Governo Federal, a Prefeitura de Jarinu decretou, na manhã deste sábado, dia 21, Estado de Emergência em Saúde. A medida faz parte do Decreto n.º 3.066 de 21 de Março de 2020, devido ao falecimento de uma mulher suspeita de ter contraído o Coronavírus. A Secretaria de Saúde aguarda resultado do laudo pericial.

A suspensão do atendimento ao público não se aplica aos estabelecimentos como farmácias e drogarias; supermercados, mercados e açougues, postos de combustíveis, bancos e casas lotéricas, Correios. Os prestadores de serviços como oficinas mecânicas, assistências técnicas, serviços médicos, odontológicos, veterinários e outros considerados de primeira necessidade para a população, observando-se as recomendações com relação à restrição de circulação e aglomeração de pessoas, para redução do risco de contaminação.

Os demais estabelecimentos comerciais deverão permanecer fechados. Já os referidos no Decreto para abertura deverão intensificar as ações de limpeza e higienização, disponibilizar álcool em gel aos seus clientes e divulgar informações da COVID-19 e das medidas de prevenção.

Casas de ração (PETS), restaurantes e pizzaria, padaria e hamburgueria, lojas de água e gás deverão funcionar com sistema de entrega domiciliar (delivery), de portas fechadas evitando contato com o público.

POSTO DO PROCON DE JARINU ORIENTA SOBRE O GOLPE DO BOLETO FALSO

Esse tipo de crime “o golpe do boleto” acontece tanto com pessoas físicas ou jurídicas que ao realizar pagamentos de boa fé acabam se deparando com esse tipo de golpe, fato que infelizmente  esta ocorrendo com frequência, por isso o consumidor deve redobrar a atenção para não cair no golpe do boleto falso.

“Quando existe uma relação de consumo através de canais de atendimentos, a instituição financeira é responsável independente da existência de culpa, vez que  é de sua responsabilidade buscar mecanismo de segurança para evitar golpes  dessa magnitude, tendo em vista que o serviço bancário por meio de plataformas eletrônicas assume a responsabilidade de reparar os danos decorrentes de falha de segurança, como o caso de fraudes. Por isso o consumidor não pode ser responsabilizado pelo crime no qual foi vítima e ficar no prejuízo tampouco pagar novamente pelo valor desembolsado. No entanto o consumidor lesado por conta de adulteração e fraude de boleto  deve solicitar o ressarcimento do prejuízo junto as instituição financeira que realizou o pagamento” afirmou Anderson Cardoso Coordenador do Procon de Jarinu.

Segue alguns cuidados  para não cair em golpes. 

*Fique atento à qualidade do documento. Muitos boletos falsos enviados para residência possuem erros de português; formatação fora do padrão, como impressão torta etc;

*Ao receber qualquer boleto em sua residência, verifique também se os seus dados estão corretos (nome completo e endereço), não deixe de observar também o nome da empresa responsável pelo envio;

*Confira o código de barras e certifique-se que os três primeiros números da linha digitável do boleto correspondem ao código do banco emissor do documento, cuja lista pode ser acessada no site da Febraban (Federação Brasileiras dos Bancos). Se os números não baterem, não faça o pagamento e procure o fornecedor;

*Desconfie de notificações de pagamentos, links ou arquivos anexos de boletos recebidos por e- mail. Não clique ou abra qualquer link até confirmar com a empresa que a correspondência é válida;

*Antes de finalizar o pagamento, verifique se os dados do cedente, informados na tela após a leitura ou digitação dos números do código de barras, correspondem ao fornecedor do produto ou serviço contratado;

*Não efetue o pagamento antes de certificar- se de que possui algum débito junto ao fornecedor em questão;

*Nas compras feitas no comércio eletrônico verifique se o endereço do site é iniciado com https://, isso indica que  o site é seguro;

Em casos de boletos falsos, mesmo tomando todos estes cuidados, o consumidor não pode ficar com o prejuízo. Ele deve procurar o fornecedor para revolver a questão. Não havendo acordo, ele deverá registrar uma reclamação junto aos órgãos de defesa do consumidor.

Fontes: Fundação Procon – SP/saopaulo.sp.gov.br

Procon alerta aposentados e pensionistas do INSS de cobranças abusivas, e consumidores vítimas do falso boleto. 

Nos últimos  meses é crescente às reclamações relacionadas a cobranças indevidas, exageradas ou abusivas, descontadas em folha de pagamento do benefício INSS (Instituto Nacional da Seguridade Social), feitas por aposentados e pensionistas, mas que nunca autorizaram qualquer cobrança. No entanto se faz  necessário iniciar algumas investigações através de extratos  junto ao INSS, para analisar precisamente supostas infrações, e posteriormente a solicitação  de bloqueio da cobrança, bem como a restituição de valores cobrados indevidamente. Existem casos que as Associações ou Instituições Financeiras apresentam  contratos com assinatura falsificada. Nessa situação de falsificação, é caso de polícia, e a reclamação  poderá ser conduzida ao poder Judiciário. “Assim se faz necessário que o consumidor verifique frequentemente os extratos do INSS e das Instituições Financeiras  em busca de informações sobre quais cobranças estão sendo feitas nos benefícios de aposentadoria ou pensão” enfatiza Anderson Cardoso Coordenador do Procon.

coordenador do Procon Jarinu, Anderson Cardoso, destacou orientações

É importante  também que aposentados e pensionistas fiquem  atento à falsa oferta, procurando agir com cautela, atenção no que está assinando, não repassar dados sensíveis para terceiros principalmente por telefone, não aceite ajuda de desconhecidos, para não ser vítima de armadilhas. Existem casos em que filhos usam a aposentaria dos pais para adquirir ou financiar bens, portanto é preciso ficar em alerta.

O Consumidor que deseja verificar, acompanhar extratos de cobrança do benefício, deve procurar  o  INSS pela internet no endereço eletrônico MEU.INSS.GOV.BR ou ligando na central de atendimento  135  que poderá solicitar inclusive a interrupção de cobranças não autorizadas.

Vale ressaltar que se constatando alguma irregularidade, o primeiro passo é entrar em contato com o banco ou a associação que está efetuando os débitos, e solicitar o cancelamento dos contratos que não foram autorizados, bem como a devolução, em dobro, de todos os valores descontados indevidamente, sendo indispensavelmente recomendável registrar reclamação nos canais de Atendimento ao Cliente- SAC (ou Ouvidoria) da empresa e pedir um número de protocolo.

Em casos de cobranças indevidas, o artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) estabelece que a devolução deve ser feita em dobro, acrescida de juros e correção monetária.  “Caso o consumidor não consiga a solução de seu problema diretamente com as instituições, poderá procurar o  Procon, que intermediará esse contato e tentará resolver administrativamente a questão”, disse Anderson Cardoso.

Procon de Jarinu – SP

Endereço: Avenida Ernesto de Moraes, 450 – Rodoviária – Centro Jarinu – SP CEP:13240-000

Atende de Segunda à Sexta:

Das 09h00 às 16h00 – para formalização de reclamações

16h00 às 17h00 – orientações, consultas de processos.

IBGE ABRE INSCRIÇÃO PARA PROCESSO SELETIVO TEMPORÁRIO PARA CENSO 2020

Para Jarinu existem 55 vagas.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu nesta quinta-feira, dia 05, o processo seletivo para Agente Censitário e Supervisores, ou seja – as pessoas que farão à coleta dos dados e aqueles que irão supervisionar. Para participar é preciso ter o ensino fundamental e médio, a depender do cargo escolhido.

Para Jarinu o IBGE disponibilizou 55 vagas, sendo 8 para supervisores e 48 para recenseadores, ou agente censitário. A banca da prova será feita pela CEBRASPE, e as inscrições devem ser feitas de 05/03 a 24/03 acessando a página  https://www.cebraspe.org.br/concursos/