Produtores de Jarinu participam de treinamento sobre uso de EPI

A Prefeitura de Jarinu, através da Secretária Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, com apoio da Secretaria de Agricultura de Jundiaí, realizou no dia 12, curso do Programa Aplique Bem, parceria do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), com agricultores de nosso município.

Durante a aula foram abordados temas sobre as práticas mais adequadas e seguras na aplicação de defensivos agrícolas. “Agradeço ao agricultor Eduardo Mingotti pela cessão da sua propriedade para a realização do curso, onde compareceram vários produtores do município” disse José Carvalho, Secretário de Agricultura.

Uma das principais abordagens foi sobre a importância do uso do EPI, (Equipamento Proteção Individual) e regulagem dos equipamentos tratorizados de pulverização em barra e turbo, uma vez que os agricultores buscam cada vez mais novas  tecnologias para suas culturas,  em novos cultivares, manejos de condução de planta e melhorias no uso de equipamentos de aplicação de Defensivos Agrícolas.

Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente abre inscrições para curso de Equideocultura

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, da prefeitura de Jarinu, em parceria com o Senar, está com inscrições abertas para o curso de Equideocultura, inédito no município.

As aulas serão ministradas, após formação de turma entre os dias 28, 29 e 30 de Junho, tem como objetivo apresentar noções sobre equitação; instalações e equipamentos; higienização, encilhamentos e montaria; movimentação do animal em todos os andamentos; adestramento; aplicação das ajudas naturais; impulsão do animal; círculos, giros e deslocamentos laterais; paradas e recuos; condução do animal no exterior; desencilhamento, higienização e liberação do animal.

De acordo com Nilde Ferrara, responsável pelas atividades do Senar, em Jarinu, os produtores tem aprendido muito com os cursos que a Prefeita, através da Secretaria, tem ofertado, juntamente com o Senar. “Para nós é uma alegria ter a resposta positiva de cada um deles, por isso todos os meses oferecemos um curso diferente que agrega cada vez mais”, enfatizou.

O endereço para se inscrever nos cursos é Rua Contarini, 283, no bairro Trieste. O telefone de contato (11) 4016-3843 ou através do e-mail agricultura@jarinu.sp.gov.br para mais informações. Para inscrição é necessário ter 18 anos ou mais, e documentos pessoais.

Secretaria de Agricultura divulga cursos e atividades para Maio e Junho

A Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, da Prefeitura de Jarinu, divulgou nesta semana o calendário oficial para as atividades a serem realizadas no mês de Maio e Junho, e que estão com inscrições gratuitas abertas.

Entre os dias 20 e 23 de Maio será oferecido o curso de Processamento Artesanal em Leite – ensinando técnicas e suas derivações, para fortalecimento da renda do pequeno produtor.

De 04 a 10 de Junho as aulas serão sobre técnicas de Aquaponia, através da utilização dos dejetos dos peixes. Para finalizar o mês de Junho entre os dias 10 e 12 haverá aula de Processamento Artesanal da Cana de Açúcar, técnicas para aprender a fazer melado, açúcar mascavo, rapadura, entre outros.

Entre os dias 28 e 30 de Junho a Secretaria oferecerá o curso de Equideocultura – aplicação de medicamentos e vacinas.

De acordo com Nilde Ferrara, responsável pelas atividades do Senar, em Jarinu, os produtores tem aprendido muito com os cursos que a Prefeitura, através da Secretaria, tem ofertado, juntamente com o Senar. “Para nós é uma alegria ter a resposta positiva de cada um deles, por isso todos os meses oferecemos um curso diferente que agrega cada vez mais”, enfatizou.

INSCRIÇÕES

O endereço para se inscrever nos cursos é Rua Contarini, 283, no bairro Trieste. O telefone de contato (11) 4016-3843 ou através do e-mail agricultura@jarinu.sp.gov.br para mais informações. Para inscrição é necessário ter 18 anos ou mais, e documentos pessoais.

Agricultura e SENAR formam turma no curso de artesanato com folha de bananeira.

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR, e a Prefeitura de Jarinu, realizaram entre os dias 08 e 12 de Abril o curso de Bananeira – utilitários e decorativos, no Parque do Morango Duílio Maziero.

Durante as aulas os alunos aprenderam diversas técnicas para confeccionar cestos, enfeites, porta vidros, e diversos utilitários usando a fibra da bananeira e a taboa.

“Para nós é muito importante proporcionar esses cursos, pois vai além das atividades sendo possível a interação entre a turma, a discussão de técnicas de preservação, empreendedorismo, e cultivo de tudo que temos ao nosso redor”, disse Nilde Ferrara, coordenadora dos cursos em Jarinu, que aproveitou para agradecer ao presidente da Associação dos Produtores de Morango, Osvaldo Maziero, pela cessão do espaço.

Para se inscrever e participar dos cursos oferecidos pelo Senar, através da Prefeitura, ligue (11) 4016-3843. É necessário ter ensino fundamental e ter 18 anos completos ou mais.

 

Secretaria de Agricultura divulga cursos e atividades para o mês de Abril

A Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, da Prefeitura de Jarinu, divulgou nesta semana o calendário oficial para as atividades a serem realizadas no mês de abril, e que estão com inscrições gratuitas abertas.

Entre os dias 08 a 12 de abril será oferecido o curso de Artesanato  Bananeira utilitária e técnicas decorativas. As aulas serão ministradas no parque do morango “Duílio Maziero”.

No dia 18 de Abril haverá sensibilização do programa PROER, na sede da Secretaria de Agricultura. Caso o interessado queira saber como funciona, o que é e quais objetivos do curso poderá comparecer neste dia.

Para encerrar o mês de Abril, entre os dias 27 a 30 serão ministrados o curso de Artesanato em Argila também seus utilitários e técnicas decorativas. O local será no bairro Maracanã a ser informado no ato da inscrição.

De acordo com Nilde Ferrara, responsável pelas atividades do Senar, em Jarinu, os produtores tem aprendido muito com os cursos que a Prefeitura, através da Secretaria, tem ofertado, juntamente com o Senar. “Para nós é uma alegria ter a resposta positiva de cada um deles, por isso todos os meses oferecemos um curso diferente que agrega cada vez mais”, enfatizou.

INSCRIÇÕES

O endereço para se inscrever nos cursos é Rua Contarini, 283, no bairro Trieste. O telefone de contato (11) 4016-3843 ou através do e-mail agricultura@jarinu.sp.gov.br para mais informações. Para inscrição é necessário ter 18 anos ou mais, e documentos pessoais.

Confira demais cursos oferecidos pela Secretaria de Agricultura – > clique aqui

Em Jarinu, apicultor sobrevive com o cultivo de abelhas

Secretaria de Meio Ambiente aprova ideia.

Tem gente que não gosta nem de chegar perto, mas tem aqueles que além de chegar perto fazem o cultivo, retiram seu sustento e ainda mesclam parcerias com órgãos públicos para ajudar no controle e no cuidado delas. Estamos falando das abelhas e de todos os cuidados que elas devem ter.

Em Jarinu, o produtor de abelhas e apicultor Marcos Roberto dos Santos executa o trabalho como apicultor, além de ter conseguido montar seu próprio apiário. “Diferente de todos sempre gostei de abelhas desde criança. Quando pequeno amarrava fios nas abelhas para brincar, depois na adolescência peguei gosto e fui atrás de mais conhecimento para aprimorar o que tinha como hobby e hoje é uma profissão”, disse.

Além disso, o apicultor conta que a Secretaria de Meio Ambiente o recebeu muito bem e estão sempre dispostos a fazer parcerias. “Assim como a secretaria de Meio Ambiente me recebeu estou disposto a diversas parcerias e, também, ajudar aquele que quer aprender mais sobre o cultivo de abelhas e produção de mel. Aqui no meu apiário Canaã o cultivo é feito tudo dentro do que manda a Lei, assim como a produção do mel e a venda direta”, explicou o apicultor.

Para quem quer conhecer o trabalho de um apicultor, comprar mel, ou precisa da retirada de enxames e colmeias e não sabe com quem falar, pode procurar pelo Marcos Roberto ligando para (11) 9.4028-1691 ou 9.9812-3356

 

Jarinu recebe 15ª campanha de coleta de embalagens de agrotóxicos

A Prefeitura de Jarinu, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, realizará no dia 20 de Março, no Parque do Morango “Duílio Maziero”, das 08h às 12h, juntamente com as associações de  Produtores de Morango de Atibaia, Jarinu e Região, Associação Hortifrutiflores de Jarinu e Prefeitura de Atibaia, Adiesp, Pró Flor, Cati, a 15ª Campanha de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos (defensivos agrícolas), em cumprimento da Lei Federalnº 9.974 de 06 de junho de 2000, art. 6º.

Você PRODUTOR RURAL, que tem embalagens vazias em sua propriedade, não perca a oportunidade de devolver, além de estar de acordo com a Lei, você estará contribuindo com a Preservação do Meio Ambiente.

De acordo com o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, de Jarinu, José Carvalho, é importante que as embalagens vazias também estejam limpas “Pedimos, aos produtores, que antes de devolverem as embalagens vazias verifiquem se não há resíduos de defensivos para não causar nenhum dano à sua saúde e ao meio ambiente, durante o transporte, que é totalmente seguro”, finalizou.

Recomendações

– As embalagens rigidas vazias devem estar tríplices lavadas, perfuradas no fundo e as tampas devem estar separadas.

– As embalagens flexiveis esvaziadas devem estar dentro de outra embalagem (de preferência plástica transparente).

Secretaria de Agricultura realizará curso de Artesanato com folha de bananeira, argila e programa do Empreendedor Rural

Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar – a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, da Prefeitura de Jarinu, realizará no decorrer do ano diversas atividades voltadas para o produtor agrícola e para população em geral.

Dando início aos cursos entre os dias 08 e 12 de Abril acontecerão às aulas de Artesanato com a produção de peças utilitárias e artigos de decoração.

No dia 17 de Abril, feriado municipal, as aulas acontecerão normalmente. Dessa vez voltada para a sensibilização e explicação do que será o Programa do Empreendedor Rural, e para encerrar o mês de Abril entre os dias 27 e 30 é a vez do curso de Artesanato em Argila também voltado para a produção de peças utilitárias e de decoração.

De acordo com Nilde Ferrara, responsável pelas atividades do Senar, em Jarinu, os produtores tem aprendido muito com os cursos que a Prefeita, através da Secretaria, tem ofertado, juntamente com o Senar. “Para nós é uma alegria ter a resposta positiva de cada um deles, por isso todos os meses oferecemos um curso diferente que agrega cada vez mais”, enfatizou.

SENAR

Uma das missões do SENAR é o aspecto fundamental para o desenvolvimento do processo de Formação Profissional Rural (FPR), e de Promoção Social (PS), contribuindo com sua profissionalização, integração na sociedade, melhoria da qualidade de vida e pleno exercício da cidadania.

Já um dos principais objetivos é assistir o pequeno produtor rural, ensinando novos métodos para a execução de seu trabalho.

INSCRIÇÕES

O endereço para se inscrever nos cursos é Rua Contarini, 283, no bairro Trieste. O telefone de contato (11) 4016-3843 ou através do e-mail agricultura@jarinu.sp.gov.br para mais informações. Para inscrição é necessário ter 18 anos ou mais, e documentos pessoais.

Meio Ambiente orienta quanto ao descarte de água servida

A Prefeitura de Jarinu, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, juntamente com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, pede a toda população uma conscientização relativa ao descarte das águas servidas que são lançadas diretamente nas ruas (pavimentadas ou não), ou em ligações diretamente nas galerias de águas pluviais.

Todas as residências têm água servida oriunda de lavagem de roupas, louças e dos banhos. Se for tratada, a fim de se remover a maior parte do conteúdo de sabão, toda esta água pode ser usada para irrigação de gramas e jardins. O uso de água servida pode ser simplesmente das residências ou empresas.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, é necessário a fiscalização e a denúncia desses casos para diminuir, principalmente, focos do mosquito Aedes Aegypti (mosquito proliferador do vírus da Dengue). A Lei Ordinária n.º 1947 de 05 de fevereiro de 2014, dispõe em seu Artigo 31, capítulo 5, seção III “Da Poluição de Águas”, no item II “é proibido lançar condutor de água servida ou efluente cloacal ou resíduos de qualquer natureza nos lagos, represas, açudes, arroios, poços superficiais ou em qualquer via pública”. Dessa maneira evita a proliferação de insetos.

A Secretaria de Meio Ambiente tem recebido diversas denúncias de moradores relatando o caso. A destinação correta da água servida é aquela em que há canalização direta para fossas sépticas, ou para uma rede de esgoto, se houver.

Construção de fossas sépticas

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente orienta a população para que evitem sofrer penalidades contidas na Lei, construindo fossas sépticas, de acordo com o regulamento, bem como faça o tratamento da fossa. Caso o morador tenha dúvidas, baste se dirigir ao órgão gestor (Meio Ambiente) para serem sanadas, ou ligar para (11) 4016-3843.

Limpeza de fossas

Fabiana Garutti, secretária de Desenvolvimento e Assistência Social informou que a Secretaria realiza limpeza de fossas para os moradores, porém é necessário fazer um cadastro, em seguida receberá as orientações necessárias, a visita de um Assistente Social para verificação do local, se necessário do Fiscal do Meio Ambiente, e a aprovação do serviço. Para mais informações é necessário ligar para (11) 4016-5577.

Secretaria de Agricultura garante qualificação profissional em parceria com Senar com mais de 40 cursos

Mais de 40 cursos estão disponíveis para população

Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar – a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, da Prefeitura de Jarinu, divulgou nesta semana mais 40 cursos com pré-inscrições abertas para início todo o ano de 2019. Dessa vez os produtores rurais e a comunidade poderão aprender um pouco mais sobre Aquaponia, Administração Rural, Artesanato em Madeira, por exemplo.

De acordo com a responsável pelos cursos, Nilde Ferrara, para que as atividades tenham início é necessário um número de 12 alunos, ou mais, por curso, só assim o Senar envia os professores. “Não podemos iniciar o curso apenas com um ou dois alunos, temos que ter um número mínimo estipulado pelo Senar, que é parceiro da Prefeitura”.

As inscrições, que já estão abertas, são gratuitas e realizadas diretamente na secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, que fica na rua Contarini, 283, no bairro Trieste, ou através do telefone (11) 4016-3843. É necessário ter 18 anos completos e ensino médio.

Demais cursos para 2019

►Aquaponia – prática consorciada de produção agrícola com criação de peixes (utilizando os dejetos do peixe como insumo para a produção)

►Administração rural – noções básicas

►Artesanato com madeira maciça reciclável – utilitários e decorativos – técnicas

►Artesanato em argila – utilitários e decorativos – técnicas

►Artesanato em bananeira – utilitários e decorativos – técnicas

►Congresso – trabalhador em viveiro (viveirista)

►Congresso – trabalhador na floricultura

►Dia de Campo – trabalhador no cultivo de especiarias

►Doma racional
►Eletricista – Instalação elétrica (baixa tensão)
►Eletricista – acionamento de motores elétricos trifásicos (baixa tensão)

►Equideocultura – aplicação de medicamentos e vacinas

►Equideocultura – manejo de potros

►Equideocultura – manejo reprodutivo

►Equideocultura – preparar o animal para a lida com o gado bovino

►Equideocultura – preparar o animal para comercialização

►Equitação – noções básicas
►Hidráulica – Rede de Água – módulo I
►Hidráulica – Rede de Esgoto – módulo II
►Jardineiro – implantação de jardim
►Jardineiro – condução, manutenção e reforma de jardim
►Operação e Manutenção de tratores agrícolas – técnicas de conservação do solo
►Pedreiro – locação de obras – módulo I
►Pedreiro – fundação – módulo II
►Pedreiro – paredes e forros – módulo III
►Pedreiro – revestimento e piso – módulo IV
►Processamento artesanal de carne suína – técnicas
►Processamento da cana de açúcar – melado, rapadura e açúcar mascavo – técnicas
►Processamento artesanal do leite – técnicas
►PROER – Sensibilização

►PROER – Estoque de capitais – módulo I e Módulo II

►PROER – Contabilidade de empresa rural – módulo III

►PROER – Análise da empresa rural I – módulo IV

►PROER – Análise da empresa rural II – módulo V

►PROER – Planejamento estratégico – módulo VI

►PROER – Estudo de mercado I – módulo VII

►PROER – Estudos de mercado II – módulo VIII

►PROER – Engenharia de projetos – módulo IX

►PROER – Avaliação de projetos – módulo X