Agricultura promove curso para cultivo de hortaliças

Com o objetivo de ensinar os produtores rurais, e população em geral, a desenvolver, classificar e padronizar as hortaliças, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente promoverá entre os meses de Maio e Agosto de 2018 o curso de Olericultura – Cultivo de Hortaliças.

“Temos um vasto calendário de atividades voltadas para o produtor rural e para população, mas as procuras pela qualificação ainda estão poucas. Esperamos aumentar cada vez mais, e que todos possam aproveitar as oportunidades gratuitas”, disse Nilde Ferrara, responsável e coordenadora das atividades no município.

Nilde Ferrara pede mais participação do público nos cursos oferecidos pela Secretaria.

Para participar dos cursos é necessário ter 18 anos ou mais e o Ensino Fundamental completo, residir no município e ser produtor rural, caso as vagas não sejam atendidas pelos agricultores, são abertas a população em geral. As aulas são ministradas em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR.

CURSOS E PERÍODO

24 e 25 de Maio – Olericultura básica – Instalação de Lavoura

26 e 28 de Junho – Olericultura básica – Compostagem

28 e 29 de Julho – Olericultura básica – Manejo e tratos culturais

27 e 28 de agosto – Olericultura básica – Colheita e Comercialização

INSCRIÇÃO

Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Jarinu

Rua Contarini, 283 – Trieste – (11) 4016-3843 ou (11) 9.9634-1950

Prefeitura garante qualificação profissional em parceria com Senar

Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar – a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, da Prefeitura de Jarinu, divulgou nesta semana inscrições para mais dois novos cursos com início em Maio. Dessa vez os produtores rurais e a comunidade poderão aprender um pouco mais sobre Eletricista – Instalações Elétricas de baixa tensão, e Olericultura básica na instalação de lavouras.

De acordo com a responsável pelos cursos, Nilde Ferrara, para que as atividades tenham início é necessário um número mínimo na turma, só assim o SENAR envia os técnicos para ministrarem as aulas. “Não podemos iniciar o curso apenas com um ou dois alunos, temos que ter um número mínimo estipulado pelo Senar, que é parceiro da Prefeitura”.

Agora em Abril iniciaram os cursos de Turismo Rural, Pedreiro Fundação Módulo II e Proer de controle financeiro. “Esses cursos são voltados para os produtores rurais, para o homem do campo, mas não tem impedimento, caso sobre vagas para o público em geral. Nossa missão é capacitar todos e a Prefeitura tem ajudado muito nesse quesito”, finalizou Nilde Ferrara

As inscrições, que já estão abertas, são gratuitas e realizadas diretamente na secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, que fica na rua Contarini, 283, no bairro Trieste, ou através do telefone (11) 4016-3843. É necessário ter 18 anos completos e ensino médio.

Demais cursos para 2018

Aquaponia – prática consorciada de produção agrícola com criação de peixes (utilizando os dejetos do peixe como insumo para a produção)

Eletricista acionamento de motores elétricos trifásicos em baixa tensão

Fruticultura – produtos agroindustriais como forma de agregação de valores

Hidráulica – rede de água – módulo I

Hidráulica – rede de esgoto – módulo II

Jardineiro – implantação de jardim

Jardineiro – condução, manutenção e reforma de jardim

Minhocultura – produção de humus

Monitoria na propriedade de turismo no meio rural

Olericultura básica- instalação da lavoura

Olericultura básica – compostagem

Olericultura básica – controle alternativo de pragas e doenças

Olericultura básica – manejo e tratos culturais

Olericultura básica – colheita e comercialização

Orquídea

Pedreiro paredes e forros – módulo III

Pedreiro – revestimento e piso – módulo IV

Processamento Artesanal de Banana verde

Processamento artesanal de carne suína

Processamento artesanal do leite

Turismo pedagógico no meio rural

Seminários de Meio Ambiente

Seminário Manutenção e Conservação de Minas e Nascenteso ro paredes e forros – mas

smo no meio rural

Embalagens de defensivos agrícolas são recolhidas pela Prefeitura

No total 12.098 embalagens terão destinação correta

A Prefeitura de Jarinu, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, realizou na quarta-feira, dia 21, no Parque do Morango “Duílio Maziero”, a 13ª Campanha de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos (defensivos agrícolas). A novidade neste ano ficou por conta do cata-treco.

Cumprindo a Lei Federal nº 9.974 de 06 de junho de 2000, art. 6º.  Foram entregues aos agentes de recebimento 12.098 embalagens plásticas/rígidas de 0,500 ml até 20 litros e embalagens flexíveis, ação aderida por 64 produtores rurais de Jarinu e região. No ano de 2017 foram 6.878 embalagens, ou seja 56% a menos.

Participaram dentro das atividades de coleta as associações de Produtores de Morango de Atibaia, Jarinu e Região, Associação Hortifrutiflores de Jarinu e Associação de Flores e Plantas Ornamentais de Atibaia, com apoio da Secretaria Agropecuária e Abastecimento de Atibaia, Coordenadoria de Assistência Técnica Integral – CATI – e ADIAESP.

Para a Prefeita Eliane Lorencini “Quando me solicitaram autorização de imediato já autorizei, pois temos que cuidar e destinar essas embalagens para locais específicos. Agradeço a Associação por ceder o espaço da Festa do Morango para que a ação pudesse ser concretizada mais uma vez”, disse.

Para o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, de Jarinu, o mais importante é a consciência do produtor rural e de todos. “Nós ajudamos coletando esse material sempre que é possível e destinamos para locais específicos de reciclagem. Os produtores colaboram entregando-as limpas e, assim, facilitando o trabalho para que não fique resíduos de defensivos para não causar nenhum dano à sua saúde e ao meio ambiente, durante o transporte, que é totalmente seguro”, finalizou.

 

Secretaria de Agricultura promove Workshop de logística reversa de papel Kraft

Desde que foi aprovada e sancionada a Lei Municipal n.º 2.054/2017, pela Prefeita Eliane Lorencini, tratando sobre a logística reversa de papel Kraft, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, em parceria com a empresa ReciGreen, tem batalhado constantemente para conscientização de empresas e autônomos da construção civil para o cuidado com o descarte dessa material.

Por esse motivo e para multiplicar cada vez mais a informação, na próxima sexta-feira, dia 23, das 18h30 às 20h00, no auditório da Secretaria de Educação, será realizado o 1º Workshop gratuito de Logística Reversa de Sacos de papel Kraft usados na construção civil.

“Será uma palestra com demonstrações e por isso convidamos todos os autônomos, empresários de construção civil, pedreiros, aqueles que usam o saco de cimento e similares para que participem e conheçam a proposta. Dessa maneira conseguimos melhorar a vida do meio ambiente”, disse José Carvalho, secretário de Agricultura e Meio Ambiente.

Prevista na Lei Federal 12.305/2010, de Política Nacional de Resíduos Sólidos, a Logística Reversa ambiental é definida como um “instrumento de desenvolvimento econômico e social” que viabiliza a coleta dos resíduos sólidos para tratamento e reinserção nos ciclos produtivos (reciclagem), ou outra destinação ambientalmente adequada. A responsabilidade é compartilhada por todos os envolvidos: fabricantes, comerciantes e consumidores.

Para mais informações ligue para Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (11) 4016-3843 ou pelo e-mail meioambiente@jarinu.sp.gov.br, também através da ReciGreen no site http://www.recigreen.com.br ou nas redes sociais.

Serviço:

1º Workshop de Logística Reversa

Dia 23/03 das 18h30 às 20h00

Local: Auditório da Secretaria de Educação

Rua Eugênio da Silva Bressane, 240 (portão grande)

Informações (11) 4016-3843

Agricultura promove curso de Apicultura

Com parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR – a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, da Prefeitura de Jarinu, promoveu entre os dias 14 e 18 de março, o curso de Apicultura para 14 iniciantes na área.

“Temos como objetivo incentivar, treinar e qualificar os produtores para a busca da melhoria da renda familiar, através da atividade apícola”, disse Nilde Ferrara, coordenadora dos cursos Senar em Jarinu.

As aulas teóricas foram realizadas na Secretaria de Agricultura enquanto o curso prático em propriedades rurais destinadas a pratica da apicultura, como o Sitio São José, Sitio Tilo e Sitio Panorama.

“Agradecemos aos proprietários que cederam seus sítios para concluirmos o primeiro módulo do curso, que teve como tema Implantação de Apiário”, frisou a Coordenadora.

Durante as aulas os produtores alunos aprenderam os temas: Biologia das Abelhas, Comportamento das Abelhas, Produtos das Abelhas, Equipamentos Apícolas, Preparação de Quadros, localização, instalação e povoamento do apiário, alimentação como fator de produtividade, pasto apícola, além do manuseio das abelhas e doenças inimigas.

Para mais informações sobre os cursos oferecidos pela Secretaria de Agricultura ligue para (11) 4016-3843 ou agricultura@jarinu.sp.gov.br

 

Jarinu recebe 13ª campanha de coleta de embalagens de agrotóxicos

Neste ano a novidade fica por conta da Operação Cata-treco

A Prefeitura de Jarinu, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, realizará no dia 21 de março, no Parque do Morango “Duílio Maziero”, das 08h às 12h, juntamente com as associações de  Produtores de Morango de Atibaia, Jarinu e Região, Associação Hortifrutiflores de Jarinu e Associação de Flores e Plantas Ornamentais de Atibaia, com apoio da Secretaria Agropecuária e Abastecimento de Atibaia, Coordenadoria de Assistência Técnica Integral – CATI – e ADIAESP, a 13ª Campanha de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos (defensivos agrícolas), em cumprimento da Lei Federal nº 9.974, artigo 6º, de 06 de junho de 2000.

Você PRODUTOR RURAL, que tem embalagens vazias em sua propriedade, não perca a oportunidade de devolver, além de estar de acordo com a Lei, você estará contribuindo com a Preservação do Meio Ambiente.

De acordo com o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, de Jarinu, é importante que as embalagens vazias também estejam limpas “Pedimos, aos produtores, que antes de devolverem as embalagens vazias verifiquem se não há resíduos de defensivos para não causar nenhum dano à sua saúde e ao meio ambiente, durante o transporte, que é totalmente seguro”, finalizou.

OPERAÇÃO CATA TRECO!

Nesta Campanha a novidade é que durante todo o período da coleta de embalagens de agrotóxicos acontecerá a Operação Cata Treco possibilitando aos moradores que queiram se desfazer de móveis e eletrodomésticos, como: geladeira, fogão, sofá, colchão, camas, guarda-roupas, computadores, exceto lâmpadas, possam fazer o descarte no mesmo local.

Secretaria de Agricultura promove Workshop de logística reversa de papel Kraft

Desde que foi aprovada e sancionada a Lei Municipal n.º 2.054/2017, pela Prefeita Eliane Lorencini, tratando sobre a logística reversa de papel Kraft, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, em parceria com a empresa ReciGreen, tem batalhado constantemente para conscientização de empresas e autônomos da construção civil para o cuidado com o descarte dessa material.

Por esse motivo e para multiplicar cada vez mais a informação, na próxima sexta-feira, dia 23, das 18h30 às 20h00, no auditório da Secretaria de Educação, será realizado o 1º Workshop gratuito de Logística Reversa de Sacos de papel Kraft usados na construção civil.

“Será uma palestra com demonstrações e por isso convidamos todos os autônomos, empresários de construção civil, pedreiros, aqueles que usam o saco de cimento e similares para que participem e conheçam a proposta. Dessa maneira conseguimos melhorar a vida do meio ambiente”, disse José Carvalho, secretário de Agricultura e Meio Ambiente.

Prevista na Lei Federal 12.305/2010, de Política Nacional de Resíduos Sólidos, a Logística Reversa ambiental é definida como um “instrumento de desenvolvimento econômico e social” que viabiliza a coleta dos resíduos sólidos para tratamento e reinserção nos ciclos produtivos (reciclagem), ou outra destinação ambientalmente adequada. A responsabilidade é compartilhada por todos os envolvidos: fabricantes, comerciantes e consumidores.

Para mais informações ligue para Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (11) 4016-3843 ou pelo e-mail meioambiente@jarinu.sp.gov.br, também através da ReciGreen no site http://www.recigreen.com.br ou nas redes sociais.

Serviço:

1º Workshop de Logística Reversa

Dia 23/03 das 18h30 às 20h00

Local: Auditório da Secretaria de Educação

Rua Eugênio da Silva Bressane, 240 (portão grande)

Informações (11) 4016-3843

Prefeitura atende produtores rurais gratuitamente com a Patrulha Agrícola

Mais de 1000 ordens de serviço foram emitidas em 2017

Diferente de outros municípios a Prefeitura de Jarinu, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente atende, com o projeto da Patrulha Agrícola, os produtores rurais do município que não possuem máquinas ou tratores adequados para manutenção da terra para o plantio. Em 2017 mais de 1000 ordens de serviços foram emitidas, ajudando 264 produtores rurais com implementos agrícolas como roçagem, encanteiramento, gradeação e aragem.

“Temos uma equipe muito boa na secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, desde o tratorista até os servidores da parte administrativa que atendem muito bem nossos produtores e agricultores, e deixo meu agradecimento a todos”, disse Eliane Lorencini, prefeita de Jarinu.

Sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, a Patrulha Agrícola de Jarinu, conta com grade aradora com controle remoto, grade niveladora, arado de disco, subsolador, roçadeira, canteiradeira, retroescavadeira e tratores 4×4.

Os serviços mais solicitados pelos produtores estão os de plantio de olericultura (legumes e verduras), depois feijão, milho e mandioca, e na sequencia morango, uva como maior demanda. Neste dois primeiros meses de 2018 a Secretaria já emitiu aproximadamente 207 ordens de serviço para 69 solicitações, sendo 34 pedidos para os produtores de morango.

O produtor, que ainda não recebe a patrulha agrícola, deve se cadastrar na Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, no bairro Trieste, Rua Contarini, antiga reciclagem. Mais informações (11) 4016-3843

Prefeitura garante qualificação profissional em parceria com Senar

Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar – a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, da Prefeitura de Jarinu, divulgou nesta semana mais três cursos com pré-inscrições abertas para início em Abril. Dessa vez os produtores rurais e a comunidade inscrita poderão aprender um pouco mais sobre Operação e Manutenção de Tratores Agrícolas, Turismo Pedagógico no Meio Rural e Pedreiro – Módulo II – Fundação.

De acordo com a responsável pelos cursos, Nilde Ferrara, para que as atividades tenham início é necessário um número mínimo na turma, só assim o Senar envia os professores. “Não podemos iniciar o curso apenas com um ou dois alunos, temos que ter um número mínimo estipulado pelo Senar, que é parceiro da Prefeitura”.

As inscrições, que já estão abertas, são gratuitas e realizadas diretamente na secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, que fica na rua Contarini, 283, no bairro Trieste, ou através do telefone (11) 4016-3843. É necessário ter 18 anos completos e ensino médio.

Demais cursos para 2018

►Aplicação de agrotóxicos com pulverizador costa manual
►Aquaponia – prática consorciada de produção agrícola com criação de peixes (utilizando os dejetos do peixe como insumo para a produção)
►Eletricista – Instalação elétrica (baixa tensão)
►Eletricista – acionamento de motores elétricos trifásicos (baixa tensão)
►Fruticultura – produtos agroindustriais como forma de agregação de valor
►Hidráulica – Rede de Água
►Hidráulica – Rede de Esgoto
►Jardineiro – implantação de jardim
►Jardineiro – condução, manutenção e reforma de jardim
►Minhocultura – produção de húmus
►Monitoria na propriedade de Turismo no meio rural
►Operação e Manutenção de tratores agrícolas
►Orquídea
►Pedreiro – locação de obras – módulo I
►Pedreiro – fundação – módulo II
►Pedreiro – paredes e forros – módulo III
►Pedreiro – revestimento e piso – módulo IV
►Processamento artesanal de banana verde – biomassa da banana – técnicas
►Processamento artesanal de carne suína – técnicas
►Processamento artesanal do leite – técnicas
►Seminário de Educação Ambiental
►Seminário de conservação e manutenção de minas e nascentes de água
►Turismo – comercialização

►Viveirista
►Fruticultura – poda

Agricultura passa a emitir dispensa de outorga para produtores rurais de Jarinu

Através da Prefeitura de Jarinu, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, deu início as emissões de solicitação para dispensa de outorga, seguindo os parâmetros indicados pela Portaria DAEE 1631/2017, através do artigo 3º, nos itens 2 e 3.

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, José Carvalho, explicou que agora o processo ficará mais prático para o produtor rural. “A dificuldade para realizar o processo muitas vezes não dava aval ao produtor rural. Antes era por conta, gastava-se muito dinheiro, agora é feito de forma gratuita, para todos, do pequeno ao grande produtor”, destacou.

O item 2 do Decreto trata da derivação ou captação de águas superficiais, bem como o lançamento de efluentes em corpos d’água superficiais, com volume igual ou inferiores a 25 metros cúbicos por dia.

Já, no Item 3 enquadra o produtor nas derivações ou captações feitas em acumulações de água com tanques escavados em várzea, com volumes iguais ou inferiores a 15 metros cúbicos por dia.

“Todo processo é feito online, via sistema, por isso é necessário ligar (na Secretaria), e agendar um horário”, finalizou José Carvalho, secretário de Agricultura.

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente fica na Rua Contarini, 283, no bairro Trieste. Para informações e agendamentos ligue (11) 4016-3843