, , ,

Jarinu abre 7ª Semana do Bebê e tem como foco a amamentação na primeira infância

Com um só objetivo as secretarias municipais de Educação, Saúde e Desenvolvimento Social, da Prefeitura de Jarinu, abriram a 7ª Semana do Bebê, de Jarinu, que tem como tema “Os desafios da Amamentação na Primeiríssima Infância”.

A abertura da Semana aconteceu na manhã do dia 31 de Julho, no Paço Municipal, e também à noite no Teatro Polytheama, de Jundiaí, e contou com a presença da Prefeita Eliane Lorencini e do vice-prefeito Cláudio Catroque, ambos demonstraram satisfação com os resultados que o município tem alcançado.

“Também sou mãe e acredito que a fase da primeira infância é a que mais gostamos. No momento da amamentação estamos somente mãe e filho e isso é fundamental para o seu desenvolvimento, enquanto o pai também pode ajudar nos afazeres”, disse Eliane Lorencini.

Fabiana Teixeira Garutti, do Desenvolvimento Social, e Erica Silveira Lorencini Batistel, da Educação, presentes na solenidade, também acreditam que os seis primeiros anos de vida são fundamentais para o desenvolvimento integral de meninas e meninos. “Nesta fase, as crianças podem desenvolver grande parte do seu potencial cognitivo que terão quando forem adultos”, afirmaram. Já, para Catroque o apoio a mãe e a criança, desde o pré-natal, contribuem na construção das relações sociais, pois são fatores que influenciarão no futuro.

Durante a solenidade estiveram presentes mães, pais, autoridades e secretários municipais, todos engajados na Primeiríssima Infância, que tem como coordenação e articuladora em Jarinu, a professora Maria Teresa de Godoi.

A programação semanal contou com rodas de conversas sobre aleitamento materno, oficinas de fotos para as mamães e bebês, palestra sobre desmame sem traumas, o papel da amamentação, e para os pais qual seu papel na amamentação.

Neste sábado, dia 04 de agosto, na Praça da Matriz “Nossa Senhora do Carmo”, das 09h às 13h, acontece o encerramento da Semana do Bebê em conjunto com a Campanha de Multivacinação.

2ª Conferência do Idoso de Jarinu discutiu os desafios do envelhecimento no século XXI

Realizado na última terça-feira, dia 17, no Centro de Convivência do Idoso – CCI -, e promovido pelo Conselho Municipal do Idoso, e pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, a 2ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa de Jarinu, atraiu público durante todo o dia, que discutiu ações relevantes ao tema: “Os desafios de envelhecer no século XXI, e o papel das políticas públicas”.

Durante o encontro os participantes prestigiaram as explicações da palestrante Mara de Castro Valente sobre a Lei do Idoso e as propostas inseridas no Regimento do Idoso para ser discutido nos grupos temáticos.

A partir da coleta dos dados, que obtiveram durante as discussões temáticas, o relatório será encaminhado à conferência estadual em Janeiro, como explicou Zuleika Oliveira, presidente do Conselho Municipal do Idoso. “Após as discussões elegemos dois delegados (Daniel Di Sevo e Ademar de Barros) que levarão os dados para o encontro estadual, em Janeiro, na cidade de São Paulo, aonde apresentaremos nossas ações e propostas e, a partir dai, podem ir para o encontro federal e virar lei”.

De acordo com a Secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Fabiana Garutti, o encontro teve como objetivo propor ações que serão encaminhadas para a conferência estadual. “Nosso intuito foi ouvir os idosos, representantes da sociedade civil e poder público, coletar ações em diversos segmentos como saúde, financeiros, espaços de lazer, além de discutirmos as maneiras como vem sendo realizada a gestão política ao idoso. A primeira conferência foi em 2015, então algumas coisas mudaram por isso daremos mais ênfase neste assunto”, disse.

Presente, da abertura até o final da 2ª Conferência, a prefeita Eliane Lorencini destacou a importância dos trabalhos voltados à Melhor Idade e enfatizou o olhar atento a esse grupo. “Temos que olhar com atenção para os idosos. Eles têm uma história que não pode ser esquecida e, com isso, são exemplos para a futura geração”, enfatizou. O vereador Rodrigo Batistel também enalteceu a proposta voltada à Conferência e colocou a Câmara dos Vereadores à disposição do Conselho e de todas as pessoas.

Conselho Municipal do Idoso convida população para debater os desafios do envelhecimento no século XXI

O Conselho Municipal do Idoso de Jarinu, e a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, realizarão no dia 17 de Julho, porém já esta com inscrições abertas, a 1ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa de Jarinu com o tema “O Desafio de Envelhecer no Século XXI e o papel das políticas públicas”.

O objetivo desse encontro é propor ações que serão encaminhadas para a conferência estadual. “Queremos ouvir os idosos, coletar ações em diversos segmentos como saúde, financeiros, espaços de lazer, a forma como vem sendo realizada a gestão política ao idoso. Após a conferência levamos os dados para o encontro estadual. Lá apresentamos nossas ações e propostas e, a partir dai, podem ir para o encontro federal e virar lei”, disse Fabiana Garutti, secretária da Pasta de Desenvolvimento.

Podem participar do encontro representante da sociedade civil, idosos, comerciantes, representantes do Executivo, Legislativo e dos segmentos que lutam pelo direito dos Idosos. A entrada é gratuita.

Serviço

II Conferência Municipal do Idoso 2018

Data: 17 de Julho de 2018

Horário: das 08h às 14h00

Local: Centro de Convivência do Idoso – CCI

Endereço: Rua José Mauro Soranz, 51 – centro.

Informações (11) 4016-5577

CREAS realizou palestra com o tema “cuidando da saúde mental de nossas crianças”

Dia 18 de maio comemora-se o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, por isso a Prefeitura de Jarinu, através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS – e o Núcleo de Prevenção à Violência, realizou, na quarta-feira, dia 16, uma palestra aberta ao público para tratar especificamente do tema.

“Temos que ter um olhar voltado para nossas crianças e adolescentes que estão, cada vez mais, em situações de vulnerabilidade. O mundo oferece muitas coisas e temos que ensiná-los a ter sabedoria para escolher entre o que é bom e ruim, mas, além disso, orientar os pais para que identifiquem possíveis situações”, disse Fabiana Garutti, secretária de Assistência e Desenvolvimento Social.

Já, Eliane Lorencini, prefeita do município, destacou a importância da palestra para os pais e adolescentes. “O convite foi estendido para todos, até os alunos levaram anotados no caderno, mas tivemos pouca demanda. Isso não nos desmotiva, pois continuaremos promovendo importantes palestras que agregam temas como esse para nossa comunidade”, ressaltou.

PALESTRA

Ministrada pela psicóloga Rosângela Brandão Leoni, de Itatiba, os presentes puderam aprender um pouco mais sobre como identificar os possíveis sinais para um possível abuso que a criança e adolescente possam estar sofrendo. “Ela fez uma ligação com a questão da depressão infanto juvenil, que tem sido muito comum entre nossas crianças e adolescentes, e que esta depressão pode ser ou não em decorrência de abusos”, destacou Rosângela Cristina, psicóloga do CREAS.

Antes da palestra o grupo de Teatro, da Secretaria de Desenvolvimento Social, dirigido por Daniel Di Sevo, apresentou a peça Esperando Godo.

“O tema Saúde Mental das Crianças e Adolescentes foi destacado em função de termos muito casos de alunos, tanto rede municipal como estadual e particular que apresentam sintomas de depressão. Uma forma de ajudar pais e profissionais a identificar os sintomas e assim ajudá-los”, finalizou Rosângela Cristina.

CRAS muda de endereço para melhor atender a população

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), de Jarinu, porta de entrada para Ação Social, passa a atender toda população em novo endereço desde a última semana. Agora, as portas estão abertas na Avenida Arthur Bernardes, n.º 85, ao lado do salão Adonai. A mudança foi pensada facilitando o acesso dos moradores, além do amplo espaço físico e preparação de salas para os cursos.

“Fizemos a alteração pensando sempre na redução de custo predial, e também na acessibilidade da população, além de estar próxima a sede da Secretaria de Assistência Social, o que facilita a comunicação e a troca de informações entre uma atividade e outra”, disse Fabiana Garutti, secretária da Pasta de Desenvolvimento Social.

salas amplas vão melhorar o atendimento individual

O CRAS atua como a principal porta de entrada do Sistema Único de Assistência Social (Suas), dada sua capilaridade nos territórios e é responsável pela organização e oferta de serviços da Proteção Social Básica nas áreas de vulnerabilidade e risco social.

Além de ofertar serviços e ações de proteção básica, possui a função de gestão territorial da rede de assistência social básica, promovendo a organização e a articulação das unidades a ele referenciadas e o gerenciamento dos processos nele envolvidos.

O principal serviço ofertado é o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), cuja execução é obrigatória e exclusiva. Este consiste em um trabalho de caráter continuado que visa fortalecer a função protetiva das famílias, prevenindo a ruptura de vínculos, promovendo o acesso e usufruto de direitos e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida.

Mais informações sobre as atividades que o CRAS oferece, ligue para (11) 4016-5634 ou compareçam à Avenida Arthur Bernardes, 85, próximo ao salão Adonai, Centro.

CRAS JARINU TEM VAGAS PARA TRÊS CURSOS LIVRES

Centro de Referência de Assistência Social atende população de baixa renda

Se o assunto é qualificação profissional, geração de renda e cursos livre, a Prefeitura de Jarinu, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e do CRAS, não deixa por menos e faz o possível para adiantar o maior número de cursos para toda população.

Nesse primeiro momento são disponibilizados mais três cursos gratuitos para as faixas etárias acima dos 10 anos, sendo Técnicas de Arraiolo, Técnicas de Feltro e Pintura em Tecido. “Nosso objetivo é garantir a geração de renda. Ensinamos para que possam trilhar o caminho sozinho. Esse é o papel do CRAS. Todos os cursos já estão com inscrições abertas, mas só terão início após o preenchimento do número de vagas”, disse a Secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Fabiana Garutti.

divulgação pintura em tecido

divulgação arraiolo

 

 

 

 

 

 

 

 

De acordo com Eliane Lorencini, prefeita, muitos cursos serão oferecidos. “Esse é apenas o começo. Vamos ver como será a demanda e, a partir disso, buscaremos recursos para ampliar a grade de atividades para os bairros e para toda comunidade”, destacou.

CURSOS COM VAGAS ABERTAS

Feltro e patch aplique- a partir de 16 anos
Pintura em tecido – a partir de 12 anos
Arraiolo- a partir de 12 anos
Yoga – a partir dos 50 anos

Danças Circulares – a partir dos 50 anos

Oficina da Memória – a partir dos 50 anos

INSCRIÇÕES

Centro de Referência – CRAS

Documentos Pessoais e comprovante de endereço

Rua Leão Rachman, 11 – Centro

Telefone (11) 4016-5634 | 4016-5577

Campanha do Agasalho 2018 é lançada em São Paulo

Neste ano do Maurício de Souza e sua turma reforçarão à Campanha

Nesta sexta-feira, 23, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, acompanhada do governador Geraldo Alckmin, realizou o lançamento da Campanha do Agasalho 2018. O evento aconteceu no Parque da Mônica, localizado na zona sul da capital, e contou com a presença do criador da Turminha, Mauricio de Sousa, o diretor da Mauricio de Sousa AO VIVO, Mauro Sousa, além dos parceiros das Secretarias de Estado, autarquias, iniciativa privada e sociedade civil e 300 crianças do projeto Casa da Solidariedade, do Fundo Social, que foram convidadas para passar uma tarde de muita diversão.

A Campanha deste ano conta com uma novidade: a participação da Turma da Mônica, que estará presente em todas as peças de comunicação, incentivando a população a participar com o slogan “É tempo de doar!”. “A Turminha tem um lugar especial no coração não só das crianças, mas também da geração que um dia foi criança e se lembra com carinho das histórias da Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali. Histórias que falam sobre o valor da amizade e da importância do respeito ao próximo, conceitos que estão em total sintonia com os propósitos da Campanha do Agasalho”, afirmou Lu Alckmin.

Para Mauricio de Sousa, as pessoas em situação de risco precisam estar preparadas para o tempo de inverno que vem aí. ” A Campanha do Agasalho é importante e necessária para atingirmos este objetivo. Junte-se à Turma da Mônica nessa ação humanitária do Governo do Estado. Acrescente seu toque de calor humano a essa campanha”.

Fabiana Garutti, secretária de Desenvolvimento e Assistência Social, de Jarinu, participou do lançamento da Campanha e disse que o município já se prepara para o ato solidário. “Assim que o Governo enviar as caixas temáticas nós colocaremos em pontos estratégicos como bancos, escolas, supermercados e lojas com o objetivo de arrecadar muito mais do que no ano passado”. Garutti lembrou ainda que “o ato de solidariedade acontece durante todo o ano, e a campanha só vem para reforçar o que cada um de nós precisamos praticar”, finalizou.

Fotos: Fundo Social de Solidariedade São Paulo

 

Secretaria de Desenvolvimento Social promove curso de formação para o mercado de trabalho.

Com o objetivo de qualificar cada vez mais os jovens e adultos de Jarinu, a Secretaria de Desenvolvimento Social, em parceria com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), iniciou na última semana, o curso de Formação para o Mercado de Trabalho.

“Ainda temos algumas vagas, porém o curso nesse momento esta sendo ofertado pela Secretaria através do Centro de Referência Especializado – CREAS – e pelo CRAS. É a oportunidade que nossos jovens têm para acrescentarem em seu currículo, mesmo que de forma rápida, uma qualificação”, disse Fabiana Garutti, secretária de Desenvolvimento Social.

A formação será realizada quinzenalmente em dois períodos e terá duração de três meses com abordagem aos temas comportamento pessoal, currículo, marketing pessoal, entrevista, formação, entre outros.

Mais informações sobre as atividades ligue para (11) 4016-5634

Prefeitura oferece Yoga para Terceira Idade

Se você tem 50 anos ou mais já pode participar

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de Jarinu, através do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS esta com inscrições abertas para as aulas de Yoga. A novidade é que agora as pessoas com 50 anos também podem participar. Antes as aulas eram apenas para os participantes com mais de 60, mas devido à grande procura a idade foi reduzida. As aulas iniciaram na terça-feira, dia 06.

Originário da Índia há mais de cinco mil anos, o Yoga é acessível para qualquer pessoa, independente da idade. A prática envolve exercícios de relaxamento e respiração. Por meio dos mantras, consegue-se a paz interior tão perseguida pelas pessoas. Todos podem participar, em qualquer instituição que ofereça as aulas, sempre após avaliação médica.

Além desses benefícios, também se pode encontrar a coordenação do sistema respiratório com o corpo físico, o relaxamento dos músculos e da mente, do estímulo da circulação e do aumento da provisão de oxigênio em todos os tecidos.

É importante lembrar que os resultados não são imediatos. Os alunos participam todas as semanas, e quanto mais presença nos encontros mais técnica tem. “Tudo isso é mais um treinamento do que um tratamento” avisa a professora Zuleika Oliveira.

Serviço:

Inscrições para aulas de Yoga

Terças-feiras, das 08h30 às 10h330

Centro de Convivência do Idoso – CCI

Telefone (11) 4016-5634

Desenvolvimento Social participa do 72º Fórum de Conselheiros Tutelares

Aconteceu na última sexta-feira, dia 23 de Março, no auditório da Argos, em Jundiaí, o 72º Fórum Regional de Conselheiros Tutelares da região metropolitana de Campinas, com palestras e apresentações culturais.

Na ocasião, Jarinu foi representada pela secretária de Desenvolvimento e Assistência Social, Fabiana Garutti, que – juntamente com sua equipe do Centro de Referência e Assistência Social – CRAS, e Centro de Referência Especializado – CREAS, conselheiros tutelares e representantes de ONG e educação, discutiram sobre as dimensões do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e a relação com o sistema de direitos da Criança e do Adolescentes.

“Os diálogos são necessários para aproximar ainda mais a Assistência com o Conselho Tutelar. Dessa forma identificamos os problemas em conjunto e ajudamos de forma mais rápida e integrada”, disse Fabiana Garutti.

O 72º Fórum também contou com a presença do secretário de Assistência Social de Vitória da Conquista, Bahia, Michael Farias Alencar Lima, especialista em proteção integral à criança e adolescente.