Corte da Festa da 36ª Uva de Jundiaí convida população para o evento

Representantes foram recebidas pela Prefeita.

A prefeita Eliane Lorencini, recebeu, em seu gabinete, na tarde da terça-feira, dia 18, a corte da 36ª Festa da Uva e 7ª Expo Vinho, de Jundiaí, que acontecerá entre os dias 17, 19,20, 26 e 27 de Janeiro, 02 e 03 de Fevereiro, no Parque Antônio Carbonari, em Jundiaí, com atrações e exposições para todos os gostos.

Composta pela rainha  Aline Spasiani, 1ª princesa  Tamires Parisoto e 2ª princesa Rosilene Xavier, a corte percorrerá todas as cidades da região convidando, além das autoridades, todos os moradores vizinhos.

“Elas entregaram o convite oficial para o município. Estamos de portas abertas para todos e estenderemos o convite para que nossa população possa participar. Também sou produtora rural e sei a importância que a uva tem em nossa região”, disse Eliane Lorencini.

Ainda durante os dias da Festa da Uva acontece a tradicional cerimônia da Pisa da Uva, comandada pelo grupo jarinuense Stella Bianca.

Banda Filarmônica 17 de Abril completa 19 anos de fundação com apresentação aberta ao público

A Banda Filarmônica 17 de Abril completou 19 anos de fundação com apresentação na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, na Praça da Matriz, acompanhada do coral Canto e Riso, do Grupo Folklorístico Stella Bianca, no domingo, dia 09. O concerto ocorreu dentro da Paróquia para melhor acomodar o público, porém foi aberta a todos e gratuita.

A primeira apresentação da Banda aconteceu em 09 de Janeiro de 2000, no coreto da Praça da Matriz, na época, coordenada pelo maestro Lauro Bêgo, depois disso, não pararam mais, mostrando diversos repertórios em cerimônias religiosas, aniversário de cidades e cerimoniais políticos.

Para comemorar os 19 anos de atividades a Banda teve a regência do maestro Regivaldo Assaf e da maestrina Selma Contesine, além do regente do coral, Jederson Machado. A apresentação teve início com o Hino de Jarinu, depois seguiram com diversas peças, entre as famosas “White Christimas”, “Boas Festas”, “Jingle Bells”, seleção de temas famosos nordestinos, e para encerrar tocaram e cantaram a música Noite Feliz.

Presente no evento a Prefeita Eliane Lorencini parabenizou a banda pelo concerto realizado e demonstrou total apoio a entidade cultural. “Primeiro agradeço ao Pároco da Matriz, Padre Eli Antonio Dentello, por ceder o espaço, sempre apoiando a cultura do nosso município, também aproveito para dizer que a Banda é um exemplo para todos nós. Parabenizo cada integrante em nome do maestro João Antão Fernandes e me coloco, juntamente com todos da Prefeitura para ajudar no que estiver ao nosso alcance”.

A HISTÓRIA

Mantida por um convênio com a Prefeitura Municipal de Jarinu e por contribuições mensais dos sócios, a idéia de criar a banda surgiu em 1999 durante a preparação das comemorações dos 50 anos de emancipação do município, na exposição “Jarinu tem memória”. Na ocasião veio à lembrança de antigas bandas que fizeram parte do cotidiano da cidade.

Ao ouvir as histórias, o músico Sebastião Soares Ferreira, entrou em contato com seus amigos musicistas de Atibaia, Campo Limpo Paulista e Jundiaí com a idéia de formarem um grupo. A partir daí houve um empenho por parte das autoridades jarinuenses para recuperar a história do patrimônio cultural. Em 20 de julho de 1999, durante uma reunião no Departamento de Educação e Cultura foi, então, instituída por Lígia Claret Lorencini Wild, na época diretora do departamento e da banda, tendo como presidente Norival Dinardo (in memoriam) e vice Geraldo Bernucci.

Hoje os músicos se reúnem num espaço cedido pela Prefeitura Municipal, no andar superior do Centro de Convivência do Idoso e estão com projeto para – em 2019, retornarem com a escola de música. Para isso é necessário à participação da população, pois precisam de sócios que colaborem mensalmente, ajudando a manter a escolinha de música e a banda filarmônica. Se você quer ajudar, procure pelos integrantes, todas as quartas-feiras, a partir das 19h, no CCI.

,

Prefeitura realiza concertos culturais de Natal

Desde que foram acesas as luzes de natal na Praça da Matriz “Nossa Senhora do Carmo”, no centro da cidade, e na Rua Independência, a Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer, da Prefeitura de Jarinu, tem realizado alguns concertos culturais com temas natalinos.

“Queremos atrair cada vez mais o público para nossa cidade. Esse ano esta sendo uma experiência, para o próximo ano queremos estender mais ainda e não apenas no centro. O interessante seria todos os comércios também colocarem seus enfeites natalinos, atraindo o público cliente”, ressaltou Ney Tiara, secretário da Pasta.

No sábado, dia 08, em parceria com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social,  os alunos da escola de flauta doce se apresentaram em conjunto com o Coral “Canta e Encanta Jarinu”, da terceira idade do município, com a regência da professora Hátila e do professor Fábio. Em seguida, acompanhados da Prefeita, os integrantes receberam o certificado de participação nos cursos.

CASA DO PAPAI NOEL.

A Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer aproveita a oportunidade para informar que a Casa do Papai Noel estará aberta até meados de Janeiro, todas as quintas e sextas-feiras, sábados e domingos, das 19h às 21h.

APRESENTAÇÕES CULTURAIS

As apresentações acontecem todos aos sábados a partir das 20h30 na Praça da Matriz “Nossa Senhora do Carmo”, Centro.

 

Banda Filarmônica 17 de Abril completa 19 anos de fundação com apresentação aberta ao público

A Banda Filarmônica 17 de Abril completou 19 anos de fundação com apresentação na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, na Praça da Matriz, acompanhada do coral Canto e Riso, do Grupo Folklorístico Stella Bianca, no domingo, dia 09. O concerto ocorreu dentro da Paróquia para melhor acomodar o público, porém foi aberta a todos e gratuita.

A primeira apresentação da Banda aconteceu em 09 de Janeiro de 2000, no coreto da Praça da Matriz, na época, coordenada pelo maestro Lauro Bêgo, depois disso, não pararam mais, mostrando diversos repertórios em cerimônias religiosas, aniversário de cidades e cerimoniais políticos.

Para comemorar os 19 anos de atividades a Banda teve a regência do maestro Regivaldo Assaf e da maestrina Selma Contesine, além do regente do coral, Jederson Machado. A apresentação teve início com o Hino de Jarinu, depois seguiram com diversas peças, entre as famosas “White Christimas”, “Boas Festas”, “Jingle Bells”, seleção de temas famosos nordestinos, e para encerrar tocaram e cantaram a música Noite Feliz.

Presente no evento a Prefeita Eliane Lorencini parabenizou a banda pelo concerto realizado e demonstrou total apoio a entidade cultural. “Primeiro agradeço ao Pároco da Matriz, Padre Eli Antonio Dentello, por ceder o espaço, sempre apoiando a cultura do nosso município, também aproveito para dizer que a Banda é um exemplo para todos nós. Parabenizo cada integrante em nome do maestro João Antão Fernandes e me coloco, juntamente com todos da Prefeitura para ajudar no que estiver ao nosso alcance”.

A HISTÓRIA

Mantida por um convênio com a Prefeitura Municipal de Jarinu e por contribuições mensais dos sócios, a idéia de criar a banda surgiu em 1999 durante a preparação das comemorações dos 50 anos de emancipação do município, na exposição “Jarinu tem memória”. Na ocasião veio à lembrança de antigas bandas que fizeram parte do cotidiano da cidade.

Ao ouvir as histórias, o músico Sebastião Soares Ferreira, entrou em contato com seus amigos musicistas de Atibaia, Campo Limpo Paulista e Jundiaí com a idéia de formarem um grupo. A partir daí houve um empenho por parte das autoridades jarinuenses para recuperar a história do patrimônio cultural. Em 20 de julho de 1999, durante uma reunião no Departamento de Educação e Cultura foi, então, instituída por Lígia Claret Lorencini Wild, na época diretora do departamento e da banda, tendo como presidente Norival Dinardo (in memoriam) e vice Geraldo Bernucci.

Hoje os músicos se reúnem num espaço cedido pela Prefeitura Municipal, no andar superior do Centro de Convivência do Idoso e estão com projeto para – em 2019, retornarem com a escola de música. Para isso é necessário à participação da população, pois precisam de sócios que colaborem mensalmente, ajudando a manter a escolinha de música e a banda filarmônica. Se você quer ajudar, procure pelos integrantes, todas as quartas-feiras, a partir das 19h, no CCI.

Jarinu acende iluminação de natal feita com recicláveis

A Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer, da Prefeitura de Jarinu, realizou no sábado, dia 01 de dezembro, na Praça da Matriz, o acendimento da iluminação de Natal, que contou com a parceria dos empresários Claiton Rodrigo Concini Engenharia, Lojas Itália, Realy Júnior, Sabor da Paraíba e União Supermercados.

De acordo com o Secretário da pasta, Ney Tiara, foram utilizadas cinco mil garrafas plásticas para todos os adereços, e cada uma das 11 arvores natalinas contam com aproximadamente 4.400 argolas, produzidas artesanalmente pela equipe de voluntários e da Secretaria. “Estamos felizes com o resultado. Não é a primeira vez que realizamos esse tipo de decoração. Fizemos tudo em praticamente três semanas. Já pensou grampear 50 mil argolas em três semanas? Nós conseguimos”, disse o Secretário.

Eliane Lorencini, ao lado do vice Cláudio Catroque, parabenizou a equipe e também a parceria dos empresários. “Fico muito feliz em apresentar a decoração natalina ao nosso município, ao nosso povo. Fazemos o que é melhor para nossa gente. Quando pensamos nesse projeto não foi apenas por reciclar, mas por ser sustentável, por diminuir a quantidade de lixo plástico no meio ambiente. Todos estão de parabéns”, ressaltou a Prefeita.

Os enfeites ficarão na Praça da Matriz até o dia 15 de Janeiro de 2019. Todas as quintas e sextas-feiras, além dos sábados e domingos, das 19h às 21h o Papai Noel estará na Praça da Matriz, recebendo as crianças e adultos para fotos.  Neste sábado, dia 08, a partir das 20h30, acontece o Concerto De Flauta realizado pelo Coral da Assistência e Desenvolvimento Social.

“Mais uma vez agradecemos a todos os empresários pela parceria com a Prefeitura para que este evento pudesse ser realizado”, finalizou Eliane Lorencini, Prefeita de Jarinu.

Jarinu prepara decoração de natal com materiais recicláveis

Secretaria de Cultura convida toda população para acendimento das luzes de natal, no sábado, dia 01.

Com a coordenação da Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer, a Prefeitura de Jarinu prepara para 2018, com abertura no dia 01 de dezembro, às 20h, na Praça da Matriz, mais uma edição da Iluminação de Natal produzida com materiais recicláveis. No total foram utilizadas aproximadamente 5000 garrafas PET.

De árvores natalinas, passando pelos enfeites de postes de iluminação, adentrando a casa do Papai Noel. Tudo feito com materiais recicláveis como forma de levantar questões sociais e ambientais. “Cuidar do meio ambiente é o principal foco de todos os municípios e não seria diferente com o nosso. Temos esse projeto e, com a ajuda dos empresários, conseguimos viabilizar para toda população e turistas”, disse Ney Tiara, Secretário de Cultura de Jarinu.

Segundo Eliane Lorencini, prefeita de Jarinu, a expectativa para o acendimento das luzes é grande por parte de todos que trabalharam confeccionando os materiais e também da Prefeitura e empresários. “Entramos numa época de prosperidade e pedidos de paz. É isso que precisamos, com o acendimento da iluminação do sábado, dia 01, pedir que cada vez mais reine a paz e tudo possa prosperar para o bem de todos”, salientou.

“Aproveitamos para convidar todo o comércio e moradores para que enfeitem suas casas deixando um natal muito mais bonito e iluminado, trazendo paz e prosperidade. Dessa maneira deixamos nossa cidade cada vez mais bonita, atraindo turistas e aumentando as vendas nos comércios”, finalizou Ney Tiara.

O projeto de Iluminação de Natal contou com a Parceria da Prefeitura de Jarinu, e também dos empresários Realy Jr., União Supermercados, Lojas Itália Confecções, Concini Engenharia e Consultoria, em nome de Claiton Rodrigo.

DADOS

5 mil garrafas pets

Cada árvore contem 4400 argolas de plástico

11 árvores – total de 50 mil argolinhas

Todo o trabalho foi feito artesanalmente em três semanas.

,

Prefeitura entregou mais de 180 certificados no último fim de semana

Através dos cursos oferecidos pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, a Prefeitura de Jarinu, entregou na última sexta-feira, dia 09, no Centro de Convivência do Idoso, mais de 180 certificados de conclusão de cursos.

Presentes, ao lado dos formandos, a Prefeita Eliane Lorencini e seu vice Cláudio Catroque parabenizaram todos os alunos por mais uma etapa concluída. “Continuem atrás do objetivo de vocês. Esse é o primeiro passo e mais importante na vida de vocês. A qualificação não para por aqui e todos devem buscar o melhor”, disse a Prefeita.

Fabiana Garutti, secretária da Pasta de Desenvolvimento falou sobre o desenvolvimento do curso durante o ano e que se vê satisfeita com a realização das atividades. “Sabemos a dificuldade que as pessoas encontram ao ter que pagar um curso, mas os nossos são totalmente gratuitos, alguns com fila de espera, outros nem tanto, mas sempre tem vaga para quem quer se aperfeiçoar”, frisou.

A porta de entrada para os cursos é através do Centro de Referência e Assistência Social – CRAS. Lá os interessados encontrarão a listagem de cursos gratuitos oferecidos pela Secretaria de Desenvolvimento e também pelo Fundo Social de Solidariedade.

No total foram entregues certificados dos cursos livres de Arraiolo (08), Manicure (30), Maquiagem (30), Tecido (16), Feltro e Patch Aplique (01), Violão (39) e Teatro (43), mais 16 certificados do curso de iniciação a fotografia.

OFICINA DE FOTOGRAFIA

Já, no sábado, dia 10, na Casa da Cultura “Divanir Vitório Contesini”, os alunos da Oficina de Fotografia, oferecido pelo Governo do Estado, em parceria com a Poiesis e a Prefeitura de Jarinu, receberam seus diplomas. Na mesma ocasião, a Prefeita Eliane Lorencini, também fez uso da palavra para parabenizar e dizer que a “Prefeitura esta sempre de portas abertas para ouvir e aprimorar os trabalhos, com a ajuda da população”.

GALERIA DE FOTOS ENTREGA DOS CERTIFICADOS

 

Jarinu recebeu peça teatral O Casamento de Maria Feia

Maria Feia, a mulher que ninguém queria namorar, chegou a Jarinu no sábado, dia 10, atrás de um pretendente, já que o Zé das Baratas não queria nem papo com ela. Junto com ela também estavam seu pai, Lamparina, e sua futura cunhada Matilde, que durante uma hora e trinta minutos de espetáculo arrancaram gargalhadas do público.

Vindos direto do nordeste, para São Paulo, a peça, encenada pela Cia Galhofeiros, e inspirada no teatro da literatura de cordel, que é a legítima expressão popular da cultura brasileira, trouxe como pano de fundo a história entremeada nos dramas e peripécias de um casal, que após muita confusão, no serão nordestino, tentam se casar.

“Ficamos lisonjeados com a presença desses maravilhosos atores aqui em nossa cidade. Espero que venham mais vezes, com mais peças de teatro, trazendo sempre alegria para o nosso povo”, disse Eliane Lorencini, prefeita de Jarinu.

Para o vice-prefeito, Cláudio Catroque, teatro é algo que todos deveriam valorizar, e a administração tem feito isso, mostrando que esta empenhada – cada vez mais – na valorização da cultura.

E quem ficou curioso se Maria Feia casou com o Zé das Baratas terá que assistir a peça, o que podemos adiantar é que terá muita risada, e o principal: Não existe mulher feia!

GALERIA DE FOTOS DA PEÇA TEATRAL

Jarinu apresenta a comédia teatral “O casamento de Maria Feia”

Uma adaptação das histórias do sertão de Ariano Suassuna

A Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer, de Jarinu, apresenta no sábado, 10 de novembro, a partir das 20h, no Salão Paroquial “Nossa Senhora do Carmo”, a peça teatral “O Casamento de Maria Feia”, uma adaptação das histórias do sertão de Ariano Suassuna. A entrada é gratuita e tem classificação livre.

Sendo uma literatura de cordel aos recursos épicos de Bertolt Brecht, o roteiro tem como desafio lançar um olhar sobre questões escamoteadas pelo senso comum, como pobreza, liberdade, papel da mídia perante a interminável seca que ronda o nordeste, sem deixar de lado a resistência e o bom humor do nordestino.

“Será uma comédia para ficar na história. Teremos a oportunidade de assistir uma peça teatral de um dos grandes representantes do sertão nordestino, que foi Ariano Suassuna, e totalmente grátis”, disse Ney Tiara, secretário de Cultura de Jarinu.

SINOPSE DO ESPETÁCULO

Apresentado pela Cia Galhofeiros, com direção de Antonio Carlos Théco, e inspirada no teatro e na literatura de Cordel, legítima expressão popular de nossa cultura, Rutinaldo Miranda Batista Junior concebeu “O Casamento de Maria Feia” O pano de fundo é a história entremeada nos dramas das peripécias e muita Confusão no sertão nordestino envolvendo um cangaceiro sanguinário, que busca um marido para sua filha que não foi esteticamente favorecida pela Natureza, e um sujeito frouxo que descobre tarde demais em que enrascada se meteu. Mas, com a ajuda de sua esperta irmã, ele descobre que há uma luz no fim do túnel, pois nem tudo é o que parece.

Secretaria de Cultura realizará Oficina de Contos Literários

Aprenda a contar uma história de forma atraente e estruturada

A Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer, da Prefeitura de Jarinu, realizará, em parceria com a Oficina Cultural e Poiesis – Organização Social de Cultura do Estado de São Paulo, a 1ª Oficina de Contos Literários, dando oportunidade àqueles que querem aprender ou desenvolver mais a aptidão para a escrita.

“Muitos jovens tem nos procurado com o interesse de escrever contos. Sabemos que aqui no município tem moradores com aptidões de escritores então entramos em contato com o Estado e eles nos cederam o curso”, disse Ney Tiara, secretário municipal de Cultura, Turismo e Lazer de Jarinu.

Para se inscrever é necessário ter 16 anos, ou mais, até o dia 01 de novembro, na Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer, na Rua Independência, 111 – Centro. As vagas são limitadas, e o curso será oferecido entre nos sábados 10, 17 e 24 de novembro, das 09h às 12h, na Biblioteca Municipal, que fica na Rua Dr. Antenor Soares Gandra, 116, centro.

Sob coordenação de Jaqueson Luiz da Silva, a oficina buscará promover aos interessados um espaço de criação literária, a partir de uma dada ideia inicial até a finalização de uma peça literária: um conto, dando parâmetros e subsídios para quem se interessa pela criação literária em prosa.

MINICURRÍCULO 

Jaqueson Luiz da Silva Professor de Literatura, doutorado em Teoria e História Literária pelo IEL/UNICAMP. Psicanalista e membro associado na Tykhe Associação de Psicanálise de Campinas. Pesquisa, publica e orienta trabalhos nas áreas da Retórica e da Poética, nos campos da narrativa, do teatro e do cinema. Nos últimos anos, a partir deste escopo, tem colaborado com projetos de desenvolvimento da leitura em órgãos públicos e privados. Também assessora periódicos científicos e editoras especializadas em publicações acadêmicas e instituições avaliadoras de exames em larga escala. Artístico e culturalmente, também tem desenvolvido ações em projetos de escrita, atuação e direção em espetáculos teatrais, coordenação de cineclube e oficinas de leitura de criação literária.