Ordem de serviço é entregue para início das obras de pavimentação da Carlos Gomes e trechos da Dante Aliguiere

Obra esta estimada em R$ 1.047.526,63

Com valor estimado em mais de R$ 1 milhão a Secretaria de Obras e Urbanismo da Prefeitura de Jarinu, entregou na última semana, as ordens de serviços (OS) para que a empresa vencedora do certame licitatório para execução das obras.

De acordo com Eliane Lorencini, prefeita, os trâmites burocráticos atrasaram a licitação e a entrega da ordem de serviço. “Depois de muitos entraves no projeto para pavimentação, dessas ruas, conseguimos a liberação do convênio. Não foi fácil. Os trâmites burocráticos demoram muito para o Poder Público, diferente do particular que vamos lá e compramos, para as prefeituras é tudo muito demorado, mas conseguimos realizar a licitação e entregar as ordens de serviços”, afirmou.

Ainda de acordo com o Secretário de Obras e Urbanismo, Cirilo de Alexandria Almeida, “as obras causarão transtornos no início, mas depois darão melhores condições de circulação para toda população”.

A empresa Verdebianco Engenharia Eireli, vencedora da Licitação, recebeu as ordens de serviços para inicio dos trabalhos que darão, ao logo do prazo de seis meses, e podendo ser estendido, dando lugar a pavimentação de 8.523,2 metros quadrados de asfalto compreendendo as ruas Dante Aliguiere (trecho 1 e trecho 2), e Carlos Gomes.

As Ordens de Serviço garantem o início dos trabalhos que são divididos em várias etapas, começando pela locação da obra com levantamento topográfico, drenagem, guias e sarjetas, abertura de caixas, pavimentação e finalização com a construção de calçadas (passeios) e sinalização da via.

COMO FICAM – ETAPAS

  • Rua Dante Aliguiere – divida em dois trechos
  • Trecho 1 – 2.152,61 m²
  • Locação da obra com levantamento topográfico
  • Drenagem na Rua Mazzini com 03 poços de visita e duas boca de lobo, rede com tubo de 600 ligando a rede existente na Giovani Papini.
  • Guia e Sarjeta, abertura de caixas, pavimentação, finalização com calçada e sinalização.

 

  • Rua Dante Aliguiere – Trecho 2
  • Trecho 2 – 1.831,85 m²
  • Locação da obra com levantamento topográfico, abertura de caixas, pavimentação e finalização com calçada e sinalização.

 

  • Avenida Carlos Gomes
  • Locação da obra com levantamento topográfico
  • Drenagem na Rua Júlio Cesar com tubo de 600 até a Rua das Palmeiras na Avenida Carlos Gomes com tubo 600.
  • Guia e sarjeta, abertura de caixa, pavimentação e finalização com passeio e sinalização.

Rua Firenze recebe primeira fase da pavimentação

A Secretaria de Obras e Urbanismo, da Prefeitura de Jarinu, iniciou na quarta-feira, dia 25, a primeira fase da pavimentação da Rua Firenze, após um longo período burocrático que fez com que a obra seguisse lentamente.

“Mesmo diante da pandemia que estamos enfrentando, as obras públicas não serão prejudicadas, de acordo com o Governador, por isso continuamos com os trabalhos que estão sendo executados no município”, explicou Eliane Lorencini, prefeita de Jarinu.

De acordo com o engenheiro Idivaldo Franco, da Secretaria de Obras e Urbanismo, da Prefeitura de Jarinu,  nessa primeira fase serão pavimentados 1800 metros quadrados, em dois quarteirões. “Todo o serviço de drenagem, que compreende tubulação, boca de lobo e ramais de boca de lobo para águas pluviais, já foram executadas em toda extensão da Rua Firenze”.

O engenheiro explicou que também foram executados 120 metros quadrados de calçadas, em paralelo com a pavimentação. Já o secretário de Obras, Cirilo de Alexandria, destacou que a obra não vai parar. “Essa obra é feita em duas fases. A primeira [fase] está sendo feita, e a segunda terá continuidade nos demais quarteirões”.

Essa medida foi tomada devido à extensão da Rua Firenze e não cause mais transtornos aos moradores e pessoas que utilizam a via. “Estamos dentro do cronograma e vamos cumprir dentro da vigência”, finalizou o engenheiro responsável pela obra.

 

Prefeitura finaliza etapa de pavimentação no Parque das Videiras

A Secretaria de Obras e Urbanismo, da Prefeitura , finalizou na quarta-feira, dia 11 de Março, a etapa de pavimentação da Rua Antonio C de Lima e da Avenida João Messias (estaca 0 a 18), no Parque das Videiras.

De acordo com o Departamento essa pavimentação era aguardada pela população local, pois teve início em 2014, ficou parada e – com muito empenho a Prefeitura conseguiu retomar a obra, mesmo diante das dificuldades financeira que o Brasil vem enfrentando, e afeta diretamente os municípios pequenos.

“Essas pavimentações são de convênios antigos, solicitados pela gestão anterior, porém ficaram parados. Quando conseguimos reaver os convênios e iniciarmos as obras, foram detectados diversos problemas técnicos e ambientais, o que demandou uma paralisação momentânea da obra, fazendo com que ela não fosse entregue na data estipulada”, disse Cirilo de Alexandria, secretário de Obras.

Para a próxima etapa a Prefeitura explica que serão executados os trabalhos de sinalização de trânsito vertical e horizontal além do término das calçadas. “Depois disso podemos dar a obra como encerrada”, finalizou o Secretário de Obras, Cirilo de Alexandria.

,

Prefeitura assina termo de aditamento para continuidade e conclusão das obras da creche na Nova Trieste

Acompanhada do engenheiro Armando Guimarães, da Secretaria de Obras e Urbanismo, da Prefeitura de Jarinu, a Prefeita Eliane Lorencini, esteve presente na Secretaria de Estado da Educação, na tarde da terça-feira, dia 04, para assinatura do termo de aditamento do contrato, junto a FDE, que garantirão a continuidade e a conclusão das obras da creche na Vila Nova Trieste.

“Lutamos para que esse convênio fosse resgatado, agora lutamos pela continuidade e a conclusão das obras, e não estamos parados. Infelizmente a burocracia é imensa e acaba atrasando os trabalhos e o desenvolvimento dos projetos que temos dar continuidade”, disse Eliane Lorencini, prefeita.

Além disso, a Prefeita frisou a importância da obra para o bairro. “É um bairro muito populoso e que teve um grande crescimento nos últimos anos. A creche é de fundamental importância para que as mães possam deixar seus filhos e poderem trabalhar. Acreditamos que logo, num curto prazo, já teremos a Unidade funcionando”, finalizou.

Prefeitura convoca concessionários de terrenos no Cemitério Municipal para regularização

A convocação é apenas para os que já estão com recadastramento vencido

Os familiares das pessoas que estão sepultadas no Cemitério Municipal de Jarinu e ainda não compareceram à Secretaria de Obras e Urbanismos para recadastramento dos jazigos deverão fazê-lo o quanto antes. A regularização faz parte da Lei Municipal n.º 1574 de 07 de Junho de 2003. O titular da concessão deve comparecer com seus documentos pessoais, o nome do (s) falecido (s) e o comprovante do último recadastramento para revalidação e pagamento da taxa de renovação.

De acordo com a Lei Federal n.º 6015, de 31 de Dezembro de 1.973, que fala sobre a concessão de sepulturas perpétuas, em seu artigo 9º os túmulos não poderão ser objeto de qualquer transação ou transferência. A Prefeitura faz a cessão de uso aos familiares, e esse processo tem validade de cinco anos.

Além do aspecto legal, a manutenção das concessões e das sepulturas cabe aos familiares. A Prefeitura tem como obrigação o cuidado do espaço público. “Temos mais de oito mil sepultados. Muitas sepulturas estão abandonadas e isso causa um impacto para saúde pública, além de servirem como criadouros do mosquito transmissor da Dengue, e precisamos de espaço para outras carneiras, uma vez que estamos no limite”, frisou o Secretário de Obras.

Serviço:

Secretaria de Obras e Urbanismo
Paço Municipal

Praça Francisco Alves de Siqueira Júnior, 111.

Jardim da Saúde – Jarinu/SP – 11-4016-8200

Taxa de renovação R$ 258,00 válida por cinco anos.

Jarinu encerra Oficinas de Bairro do Plano Diretor

Próxima etapa será Audiência Pública para apresentação dos diagnósticos

 A Secretaria de Obras e Urbanismo, da Prefeitura de Jarinu, juntamente com a empresa Geo Brasilis, realizaram três Oficinas de Bairro referentes à Revisão do Plano Diretor e o início da elaboração da Lei de Parcelamento, Zoneamento e Uso e Ocupação do Solo e elaboração do Plano de Mobilidade Urbana. As Oficinas foram divididas em três regiões, sendo Vila Nova Trieste, Maracanã e Centro.

A primeira Oficina aconteceu na EMEF Prof. Dirney José Rossi, na Vila Nova Trieste, e contou com a presença de aproximadamente 50 moradores. No dia 29 foi à vez da região do Maracanã comparecer na EMEF Maria Helena Messias, e no dia 30 a EMEF Mário Covas recebeu a última etapa da Oficina. Durante os encontros a empresa explicou o funcionamento da Oficina e os moradores, reunidos em grupos, puderam destacar assuntos para uma cidade melhor. A população, através de um representante escolhido pelo grupo, expôs as opiniões em murais, que ficaram expostos durante a continuidade da Oficina.

De acordo com a Geo Brasilis toda participação foi gravada para que possa constar no Plano, além disso, explicaram que o Plano Diretor e a elaboração da Lei de Parcelamento, Zoneamento e Uso e Ocupação do Solo se constituem como principais instrumentos da política urbana, cujo objetivo é organizar o crescimento e o funcionamento da cidade, por meio da definição de um conjunto de ações para que todos os cidadãos tenham acesso à moradia, ao saneamento ambiental, à infraestrutura urbana, ao transporte, aos serviços públicos, ao trabalho e ao lazer, seguindo os direcionamentos do Estatuto da Cidade (Lei Federal nº 10.257/2001) e das Resoluções do Conselho da Cidade (em especial o nº 25/2005 e nº 34/2005).

O Plano de Mobilidade Urbana é a principal ferramenta de planejamento da melhoria da mobilidade urbana local, proporcionando às pessoas deslocamentos seguros, confortáveis e em tempo razoável, por modos que atendam a esses critérios e contribuam com uma real promoção do desenvolvimento da cidade, respeitando às diretrizes definidas pela Lei Federal nº 12.587/2012, que institui a Política Nacional de Mobilidade Urbana. O processo de elaboração deste projeto prevê métodos que garantam a participação da população em todas as etapas decisórias. A democratização das decisões é fundamental para transformar o planejamento da ação municipal em algo compartilhado e assumido pelos cidadãos, bem como para assegurar o comprometimento e a responsabilidade de todos no processo de construção e implementação do Plano Diretor, Lei de Parcelamento, Zoneamento e Uso e Ocupação do Solo, Plano de Mobilidade Urbana.

PRÓXIMA ETAPA

O próximo encontro será a Audiência Pública para apresentação do diagnóstico que foram realizados nas Oficinas de Bairro.

A Audiência Pública ocorrerá no dia 25 de Novembro com recepção a partir das 18h30 na Câmara Municipal.

 

 

Secretaria de Obras realiza 1ª Oficina de Bairros para revisão do Plano Diretor

Próxima oficina acontece no dia 29 na EMEF Maria Helena Messias, no Maracanã.

A Secretaria de Obras e Urbanismo, da Prefeitura de Jarinu, juntamente com a empresa Geo Brasilis, realizaram na segunda-feira, dia 21, a 1ª Oficina de Bairros de Revisão do Plano Diretor e o início da elaboração da Lei de Parcelamento, Zoneamento e Uso e Ocupação do Solo e elaboração do Plano de Mobilidade Urbana.

A primeira Oficina aconteceu na EMEF Prof. Dirney José Rossi, na Vila Nova Trieste, e contou com a presença de aproximadamente 50 moradores. A empresa explicou o funcionamento da Oficina e os moradores, reunidos em grupos, puderam destacar assuntos para uma cidade melhor. Os presentes puderam, através de um representante do grupo expor suas opiniões em murais, que ficaram expostos durante a continuidade da Oficina.

De acordo com a Geo Brasilis toda participação é gravada para que possa constar no plano, além disso, explicaram que o Plano Diretor e a elaboração da Lei de Parcelamento, Zoneamento e Uso e Ocupação do Solo se constituem como principais instrumentos da política urbana, cujo objetivo é organizar o crescimento e o funcionamento da cidade, por meio da definição de um conjunto de ações para que todos os cidadãos tenham acesso à moradia, ao saneamento ambiental, à infraestrutura urbana, ao transporte, aos serviços públicos, ao trabalho e ao lazer, seguindo os direcionamentos do Estatuto da Cidade (Lei Federal nº 10.257/2001) e das Resoluções do Conselho da Cidade (em especial o nº 25/2005 e nº 34/2005).

O Plano de Mobilidade Urbana é a principal ferramenta de planejamento da melhoria da mobilidade urbana local, proporcionando às pessoas deslocamentos seguros, confortáveis e em tempo razoável, por modos que atendam a esses critérios e contribuam com uma real promoção do desenvolvimento da cidade, respeitando às diretrizes definidas pela Lei Federal nº 12.587/2012, que institui a Política Nacional de Mobilidade Urbana. O processo de elaboração deste projeto prevê métodos que garantam a participação da população em todas as etapas decisórias. A democratização das decisões é fundamental para transformar o planejamento da ação municipal em algo compartilhado e assumido pelos cidadãos, bem como para assegurar o comprometimento e a responsabilidade de todos no processo de construção e implementação do Plano Diretor, Lei de Parcelamento, Zoneamento e Uso e Ocupação do Solo, Plano de Mobilidade Urbana.

 

PROXIMAS OFICINAS

Dia 29/10 – EMEF Maria Helena Messias, Maracanã – 19h

Dia 30/10 – Câmara Municipal – Centro – 19h

PARA VOTAR ACESSE WWW.JARINU.SP.GOV.BR e clique no link na página inicial

Prefeitura convida população para Oficinas de Bairro do Plano Diretor

A Secretaria de Obras e Urbanismo, da Prefeitura de Jarinu, convida toda população para participarem da 1ª Oficina de Bairros que discutirá o novo Plano Diretor do município.

“Esses encontros serão feitas de acordo com a Lei e servirão para que a população possa conhecer os projetos, conhecer mais sobre a revisão do Plano Diretor, dar sugestões, opiniões e – acima de tudo – sanarem suas dúvidas. Não é uma Audiência Pública. Estamos iniciando a fase das Oficinas”, afirmou Eliane Lorencini, prefeita da cidade.

O cronograma foi dividido por região para que possa receber o maior número de moradores possíveis. “Queremos a participação de todos. Aqueles que puderem ir serão todos bem vindos. É o momento que temos de participar do futuro da nossa cidade”, finalizou a Prefeita.

CRONOGRAMA

Confira data, horário, bairro e local das Oficinas de Bairros para você participar.

Dia 21/10, às 19h – Bairro Nova Trieste – EMEF Dirney José Rossi

Dia 29/10, às 19h – Bairro Maracanã – EMEF Maria Helena Messias.

Dia 30/10, às 19h – Centro – Câmara Municipal de Jarinu

,

Em visita a obras, Prefeita garante avanços mesmo com toda dificuldade econômica do município.

Em vistoria as obras do município a Prefeita Eliane Lorencini, sempre acompanhada pelo seu vice-prefeito Cláudio Catroque, se emocionou e garantiu avanços mesmo diante de todas as dificuldades encontradas.

“Estamos no caminho certo, trabalhando para fazer o melhor para nossa gente. Desde que assumimos a Prefeitura não paramos um dia sequer, nunca deixaremos os propósitos da nossa cidade de lado, pelo contrário buscamos recursos e parcerias com os governos Estadual e Federal, com nossos deputados, com apoio dos vereadores, desse modo estamos em constantes buscas para avançarmos sempre mais”, disse Eliane Lorencini.

A primeira visita do Executivo aconteceu às obras de reforma do Ginásio de Esportes que estão em andamento. “Todo o trabalho que esta sendo feito seria com o apoio da Secretaria de Esportes, mas depois eles não se manifestaram mais, isso casou um transtorno e atraso no início da reforma, mas – depois de algumas reuniões, sabendo que o valor não seria repassado, demos início por conta da Prefeitura”, destacou a Prefeita.

Em seguida a Prefeita e o Vice se dirigiram para o Centro Profissionalizante, que esta com as obras em fase de acabamento. “Temos uma parceria com o Centro Empresarial para a conclusão dessa obra. A Prefeitura tem contribuído em várias etapas. Estamos trabalhando em conjunto para garantir o melhor para nossa gente”, reafirmou a Chefe do Executivo.

Depois do Centro Profissionalizante as obras vistoriadas foram da creche do bairro Nova Trieste, e a construção do novo espaço que dará lugar a EMEI Jacintho Lúcio do Prado, no Centro. “Investir em educação é primordial, assim como investir em todas as áreas. Essa obra, da creche Jacintho, também esta sendo empregado dinheiro da Prefeitura, e me emociona muito ver que – mesmo devagar, diante das dificuldades, estamos no caminho certo”, finalizou Eliane Lorencini.

Prefeitura inicia  pavimentação em trecho do Jardim Morada Alta, em Jarinu.

Total de 3.958,83 metros quadrados de asfalto foi realizado no bairro.

 

A Secretaria de Obras e Urbanismo, da Prefeitura de Jarinu, retomou nesta semana a pavimentação em um trecho de 3.958,83 metros quadrados no Jardim Morada Alta, compreendendo a Avenida Vereador Francisco Perini e Rua Euclides S.  de Moura. O Convênio foi assinado em Setembro de 2014.

“Sabemos que essa pavimentação já era para ter sido concluída, na outra gestão, lá em 2014, porém no serviço público a parte burocrática impede – muitas vezes – de avançarmos da maneira que queremos, por isso até nós – da Prefeitura, temos que ter paciência, mas conseguimos resgatar o convênio, depois de muito esforço, dar continuidade e agora concluir esse trecho”, disse Eliane Lorencini, prefeita.

De acordo com a Secretaria de Obras e Urbanismo a pavimentação é a penúltima etapa dos trabalhos. “Depois temos a parte de sinalização vertical e horizontal e faixas de pedestre e de trânsito necessárias para segurança de todos. Antes fizemos todo processo de drenagem para águas pluviais, com colocação de tubos, e dependíamos da liberação do DER para continuarmos a obra, o que acabou atrasando”, explicou Cirilo de Alexandria, secretário de Obras.

A Prefeita agradeceu o empenho dos funcionários do Departamento de Obras e Urbanismo e a atenção dos moradores. “Uma obra causa bastante transtorno, pois mexe com a vida da população que mora no local, ainda mais com esse tempo de chuva, mas não deixo de agradecer o empenho dos nossos servidores e dos moradores que esperavam há tempos pela pavimentação”, finalizou.