DEFESA CIVIL ALERTA PARA PERÍODO DE CHUVAS

Com a chegada das chuvas, no mês de Janeiro, a Defesa Civil de Jarinu faz um alerta para prevenir a população sobre os perigos não apenas nessa, mas em todos os períodos de chuvas, sendo essa uma das prioridades para que todos fiquem atentos sobre as mudanças climáticas.

Em Jarinu não existe casos de grandes enchentes, porém desde o início da estação chuvosa o Departamento tem alertado a população com os cuidados que devem ser observados. Todos devem fazer a limpeza da calha deixando-a livre para passagem da água, limpar as galerias, não jogar lixo e entulhos na calçada, nem nos bueiros.

Thiago Buckvieser, chefe da Defesa Civil de Jarinu, destaca que a equipe esta preparada para o desencadeamento de ações preventivas e tem acompanhado as previsões meteorológicas. “Temos contato direto com a Defesa Civil do Estado, além de acompanharmos as previsões de chuvas leves e fortes. Também aferimos – em dois pontos do município – o volume pluviométrico de chuva, isso garante nossa preparação e ação imediata”, afirmou o responsável.

Ainda de acordo com o Chefe do Departamento o município é privilegiado com relação a enchentes. “Não temos enchentes, temos alguns pontos isolados que são monitorados constantemente. Nesse aspecto posso dizer que somos privilegiados, e ressalto que o departamento trabalha 24 horas pronto ao atendimento, sendo que após às 17h, o atendimento passa a ser por celular”.

Algumas dicas

ANTES DA CHUVA

-Fique por dentro da questão meteorológica.

-nos jogue lixo ou entulho em lotes baldios, bueiros, quintais ou córregos.

-reforce muro e paredes que tenham risco de cair

-nunca deixe crianças sozinhas

-verifique instalações elétricas, desligue e desconecte aparelhos elétricos em geral.

-realize limpeza de calhas e telhado.

-Coloque os pertences em local mais alto se a moradia esteja localizada em área de risco.

-evite sair durante a chuva

-mantenha portas e janelas fechadas

-Não deixe crianças brincarem na chuva, principalmente durante os fortes temporais

-Não se arrisque em atravessar a pé ou com veículos ruas e áreas alagadas.

 

Orientações emergenciais

Defesa Civil:  (11)4016-2035/94536-9360/199

Policia militar – 190

Resgate Jarinu e SAMU – 192

Emergência Corpo de Bombeiros – 193

Quando acionar a Defesa Civil.

Em emergências, ligue para o 199.

A Defesa Civil pode, e deve ser chamada, ou informada, sempre que puder evitar, e minimizar as possibilidades ou consequências de ocorrência de acidentes ou desastres, naturais, tecnológicos, em situações repentinas ou não rotineiras, geralmente de emergência, tais como:
– Alagamentos
– Inundações
– Queda de árvores
– incêndio e explosões
– Deslizamentos
– Rupturas ou colapsos em vias públicas
– Ruptura ou vazamento em dutos, galerias e reservatórios.
– Sinais de riscos em geral
– Fenômenos, eventos estranhos e suspeitos quanto a riscos.
– Lesões estruturais

Em emergências, ligue 199 ou 4016-2035 (8h às 17h) após (11) 94536-9360, se possível já sabendo o endereço da ocorrência.

De maneira geral não fazem parte dos atendimentos de emergência e usuais da Defesa Civil situações, eventos, necessidades, tais como: retirada de árvores, denuncia relacionada a queimadas, insalubridade (esgoto, umidade, ratos, etc); solicitação de poda preventiva, solicitação de obras, serviços, reparos usuais, reclamações (lixo, entulho, etc); fiscalização de obras particulares, vazamento comuns de água ou esgoto, captura ou remoção de animais (apenas os que possam trazer risco, exemplo, serpentes), conflito de vizinhança, entre outros similares.

A Defesa Civil agradece, e esta sempre a disposição.

Rua XV de Novembro já tem sentido único entre o cruzamento da Luiz Domingues com a Avenida Doutor Arthur Bernardes.

O Departamento de Trânsito, da Prefeitura de Jarinu, informa que desde o dia 14 de outubro a Rua XV de Novembro, entre os cruzamentos da Rua Luiz Domingues (escola Pilar Bonás), até a Avenida Doutor Arthur Bernardes (esquina da autoescola Conquista), tem sentido único descendo.

“Devido ao aumento do fluxo de veículos que param na escola, e da movimentação de pais e crianças, recebemos vários pedidos para que esse trecho tivesse sentido único, por isso fomos até lá e estudamos se seria possível viabilizar, e realmente a resposta foi positiva”, disse Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

Ainda de acordo com o Chefe do Departamento, apenas o trecho entre a escola Pilar descendo sentido centro, e a Contabilidade, terá mão única. “Não vamos alterar os demais trechos, apenas organizar o trânsito para que fique melhor para todos. Hoje, quem para subindo, terá que – que estacionar descendo. Também colocamos placas de sinalização com locais para paradas”, finalizou Pedro Júnior.

Rua XV de Novembro terá sentido único entre o cruzamento da Luiz Domingues com a Avenida Doutor Arthur Bernardes.

O Departamento de Trânsito, da Prefeitura de Jarinu, informa que a partir do dia 14 de Outubro, a Rua XV de Novembro, entre os cruzamentos da Rua Luiz Domingues (escola Pilar Bonás), até a Avenida Doutor Arthur Bernardes (esquina da autoescola Conquista), terá sentido único descendo.

“Devido ao aumento do fluxo de veículos que param na escola, e da movimentação de pais e crianças, recebemos vários pedidos para que esse trecho tivesse sentido único, por isso fomos até lá e estudamos se seria possível viabilizar, e realmente a resposta foi positiva”, disse Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

Ainda de acordo com o Chefe do Departamento, apenas o trecho entre a escola Pilar descendo sentido centro, e a Contabilidade, terá mão única. “Não vamos alterar os demais trechos, apenas organizar o trânsito para que fique melhor para todos. Hoje, quem para subindo, terá que – a partir do dia 14, estacionar descendo. Também colocaremos placas de sinalização com locais para paradas”, finalizou Pedro Júnior.

Rua XV de Novembro terá sentido único entre o cruzamento da Luiz Domingues com a Avenida Doutor Arthur Bernardes.

O Departamento de Trânsito, da Prefeitura de Jarinu, informa que a partir do dia 14 de Outubro, a Rua XV de Novembro, entre os cruzamentos da Rua Luiz Domingues (escola Pilar Bonás), até a Avenida Doutor Arthur Bernardes (esquina da autoescola Conquista), terá sentido único descendo.

“Devido ao aumento do fluxo de veículos que param na escola, e da movimentação de pais e crianças, recebemos vários pedidos para que esse trecho tivesse sentido único, por isso fomos até lá e estudamos se seria possível viabilizar, e realmente a resposta foi positiva”, disse Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

Ainda de acordo com o Chefe do Departamento, apenas o trecho entre a escola Pilar descendo sentido centro, e a Contabilidade, terá mão única. “Não vamos alterar os demais trechos, apenas organizar o trânsito para que fique melhor para todos. Hoje, quem para subindo, terá que – a partir do dia 14, estacionar descendo. Também colocaremos placas de sinalização com locais para paradas”, finalizou Pedro Júnior.

Guardas Municipais conquistam população e trazem bons exemplos de redução de criminalidade

Desde que foi implantada no município de Jarinu a população conta com a Guarda Civil Municipal atuando na segurança e redução de criminalidade. Há quem diga que a GCM foi constituída apenas para ‘cuidar do patrimônio público’, que – assim como todos os cidadãos, são responsáveis a GCM também o faz, mas, hoje, os Guardas Civis Municipais de todo país, já atuam em diferentes frentes garantindo à segurança de todos.

Numa das salas da Central de Jarinu existe um revezamento entre os GCMs que ficam no atendimento telefônico e na monitoria das câmeras, com revezamento de turno. Esses são os olhos dos seus colegas, guardas, para anunciar alguma ocorrência.

A GM de Jarinu tem vários programas, entre eles a Ronda Escolar que tem conquistado à comunidade. Todas as escolas do município recebem os Guardas Civis que fazem ronda e ajudam nas emergências com a garotada. Com a chegada da Ronda Escolar o índice de brigas e tráficos, principalmente noturno, diminuiu muito.

De acordo com a Guarda Municipal no primeiro semestre de 2018 foram realizados 147 atendimentos, entre eles abordagens de suspeitos, averiguações de denúncias, perturbações do sossego, diligências e tráfico de entorpecentes. Já em 2019, no mesmo período, teve um aumento de 55% em relação ao ano anterior, incluindo os furtos, totalizando 263 atendimentos nos seis primeiros meses desse ano.

Sobre os atendimentos telefônicos a Guarda Civil informou que houve uma média de 328 ligações no primeiro semestre de 2018 contra 685 de janeiro a junho desse ano, ou 47% a mais na média de atendimento. Isso transmite a confiança entre a Guarda e a Comunidade.

A Guarda Municipal se coloca à disposição da comunidade através dos números  (11) 4016-3099 | 153 | 3182-0030.

Departamento de Trânsito sinaliza área escolar para embarque e desembarque

Desde a última semana o Departamento Municipal de Trânsito, da Prefeitura de Jarinu, tem efetuado constantes melhorias nas áreas de embarque e desembarque nas imediações de algumas unidades escolares a pedido de alguns pais e motoristas.

“Aumentamos as sinalizações porque alguns motoristas estavam deixando o veículo nas vagas de embarque e desembarque das vans escolares e do ônibus, e mesmo recebendo notificações e multas não contribuíam, infelizmente tivemos que estender o tempo de permanência para cinco minutos e proibir a parada durante todo o horário letivo”, explicou Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

MUDANÇAS

A Creche Maria Augusta Zanoni, no Centro, juntamente com a EMEF Mario Covas tiveram suas vagas de embarque e desembarque duplicadas e o tempo de permanência de cinco minutos para que o motorista possa deixar o aluno, retornar e disponibilizar a vaga para o outro, dessa maneira o motorista da Van/Perua escolar não precisa parar no meio da faixa.

Assim como no Centro, no bairro Vila Nova Trieste, também teve alterações. A creche Gilberto Contesini, juntamente com a EMEF Professor Dirney José Rossi e o Núcleo de Educação Infantil também tiveram suas áreas de embarque e desembarque duplicadas.

“Qualquer informação referente as vagas podem procurar pelo Departamento de Trânsito ou ligar para (11) 4016-3860, que explicaremos todo o processo realizado”, explicou Pedro Júnior, chefe do Departamento.

Departamento de Trânsito de Jarinu aumenta número de vagas de embarque e desembarque nas escolas Élcio Spinassi e Dirney Rossi, na Vila Nova Trieste.

Após realizar diversas intervenções no trânsito, contando com o apoio dos pedestres e motoristas, entre eles mudança de sentido e de estacionamentos em frente a EMEF Dirney José Rossi e Núcleo de Educação Infantil Élcio Donizeti Spinassi, o departamento de Trânsito informa que aumentou o número de vagas de embarque e desembarque.

“Já fizemos intervenções no centro, em frente à creche Maria Augusta e agora aumentamos o número de vagas para embarque e desembarque nas escolas Dirney e Élcio, na Vila Nova Trieste. Dessa forma pedimos atenção dos motoristas para que respeitem a sinalização. Agentes de trânsito estarão no local reforçando as orientações”, disse Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

As vagas estão sinalizadas em frente a cada Unidade Escolar, entre as ruas Turim, Ticiano e Torricelli. Mais informações a população pode procurar o Departamento de Trânsito, ligando para (11) 4016-3860.

Departamento de Trânsito de Jarinu estabelece vagas de embarque e desembarque em frente às escolas no bairro Nova Trieste e Centro

Vagas passarão a ser fiscalizadas a partir do dia 29 de Julho, no retorno das aulas.

A Secretaria de Assuntos para Segurança Pública, da Prefeitura de Jarinu, através do Departamento de Trânsito, ouvindo o pedido dos moradores, pais e motoristas, da creche Maria Augusta Silveira Zanoni e EMEF Mário Covas Júnior, no Centro, criará 18 vagas de embarque e desembarque de alunos, além de veículos escolares. As vagas também serão estabelecidas na Vila Nova Trieste em frente às escolas Dirney, Élcio Spinassi e Creche Gilberto.

“Recebemos muitas reclamações com relação às vagas. Alguns motoristas param em mão dupla para deixarem seus filhos, outros deixam o veículo por um longo período na vaga e ficam conversando, quando poderiam ceder o espaço para outro veículo. Após ouvir os pedidos que colocaremos mais vagas para serem utilizadas, no período de entrada e saída de alunos, para embarque e desembarque”, disse Pedro Júnior, chefe do Departamento de Trânsito.

Ainda de acordo com o responsável pelo Trânsito é importante que os motoristas respeitem a sinalização. “Temos muitas reclamações de motoristas que não respeitam a sinalização e essas vagas de embarque e desembarque terão tolerância de cinco minutos, que é o tempo de deixar a criança na porta da escola e retirar o veículo. No bairro Nova Trieste vamos estabelecer 23 vagas, sendo oito vagas na Torriceli, cinco vagas na Ticiano e 10 vagas na Rua Turim”, finalizou.

Após intervenção da Defesa Civil de Jarinu, Prefeitura de Jundiaí começa desassoreamento do Rio Jundiaí Mirim.

“O problema persiste há anos, mas não é de responsabilidade do município de Jarinu, como todos pensam. O que fazemos é cobrar e ajudar de alguma maneira”. Com essa frase o chefe da Defesa Civil de Jarinu, Thiago Buckvieser, agradece a Prefeitura de Jundiaí por ter atendido as reivindicações para o desassoreamento do Rio Jundiaí Mirim.

De acordo com o responsável pela Defesa Civil de Jarinu todas as vezes que chove, com alto volume de água, a estrada Natal Lorencini, na altura do Campo Verde, 700 metros a frente do limite de municípios, fica alagada. “O rio não comporta mais a quantidade de água pluvial que desce quando tem um aumento considerável de chuva, e nós cobramos há muito tempo para que providências sejam tomadas”, disse Thiago.

“Nós entramos em contato com o Coronel Gimenez que é o coordenador da Defesa Civil de Jundiaí, o mesmo se prestou a fazer um documento emergencial, tornando-se obra emergencial, então pode ser feito qualquer tipo de obra. Estivemos no local, as obras estão em andamento, no momento a máquina está desassoreando os três pontos que precisavam ser alargados junto com a limpeza de calha. O local é onde se encontra aquela ponte que foi feita, e que é infelizmente o maior causador da enchente, o fluxo da água vai melhorar após a colocação”, concluiu Thiago Buckvieser.