Trânsito em frente à EMEF Pedro Ferrara, na Vila Primavera, será alterado a partir do dia 10.

Atenção motorista e moradores. A partir do dia 10 de setembro haverá alteração no trânsito da Vila Primavera. O pedido contendo mais de 250 assinaturas de moradores, pais e mães de alunos, e direção das EMEF Pedro Ferrara e Escolástica Soares, no bairro Vila Primavera, chegou ao Departamento de Trânsito esta semana solicitando alteração no sentido do trânsito da Rua Eliseu Tadeu de Godoi (rua da Creche e da Escola), para tornar-se  mão única, no sentido subindo. Para chegar as escolas, os motoristas terão que descer pela Avenida Milton Viana,

Atendendo a solicitação o chefe do Departamento de Trânsito, Pedro Júnior, fez a verificação e análise do fluxo de veículos, que passam pela rua, hoje com mão dupla, principalmente no horário de entrada e saída das escolas, e por estacionarem nos dois sentidos acabam interrompendo a passagem dos outros carros.

“Estamos atendendo uma reivindicação dos moradores e das escolas, dessa maneira garantimos muito mais segurança no trânsito para os motoristas, pedestres e alunos”, disse Pedro Júnior.

COMO ESTA

Motoristas utilizam a Rua Eliseu Tadeu de Godói para acesso as escolas e ruas paralelas, por ser mão dupla, com parada nos dois sentidos.

COMO FICARÁ A PARTIR DO DIA 10 DE SETEMBRO

Motoristas terão que acessar a Rua Eliseu Tadeu de Godói descendo pela Avenida Milton Viana, acessando a primeira rua à esquerda “Rua 13” e subir à direita pela Eliseu Tadeu de Godói. A Avenida Milton Viana continua tendo sentido duplo. Apenas a Rua Eliseu Tadeu de Godói será alterada.

 

 

Prefeitura realiza pintura de lombadas no município

Com o objetivo principal de melhorar as condições no trânsito de Jarinu, o Departamento de Trânsito iniciou nesta semana a manutenção das pinturas das lombadas existentes no município, começando pelas principais avenidas, marcando a sinalização e despertando atenção dos motoristas.

De acordo com o chefe do Departamento de Trânsito, Pedro Júnior, existe um cronograma a ser seguido com datas, locais e ruas a serem regularizadas. “Já temos a agenda com as ruas que precisamos fazer manutenção. Existe o planejamento e a execução, por isso é importante à compreensão de todos. O objetivo agora é a pintura das lombadas”, disse.

Quanto a manutenção das faixas de rolamento e de trânsito, Pedro Júnior destacou que já existe uma empresa contratada que esta aferindo a quilometragem dos trechos que deverão ser refeitos, como à Natal Lorencini (estrada que liga Jarinu a Jundiaí), Atílio Squizato (Centro ao Campo largo), entre outras ruas e avenidas.

Nesta semana as lombadas da Natal Lorencini e Avenida Projetada receberam novas pinturas, agora os servidores trabalham na manutenção das lombadas em todo o trecho da Atílio Squizato.

,

GCM de Jarinu trabalha em prol da população e disponibiliza novo canal de comunicação

Guarda Civil Municipal de Jarinu disponibiliza novo canal de comunicação com a população

Aplicativo de mensagens instantâneas apenas receberá informações

Tendo como princípio a rápida resposta às demandas solicitadas pela população, a Guarda Civil Municipal de Jarinu, reestruturou o atendimento via redes sociais e  disponibilizou, com a contratação dos novos agentes da GCM,  desde a última semana, novamente o número do Whatsapp para que os munícipes possam enviar suas denúncias, reclamações e agradecimentos.

Comandante Garcia explicou que mesmo com Aplicativo população tem mais três números disponíveis para denúncias

De acordo com o comandante da GCM, Alexandre Garcia, os moradores poderão fazer uso do número enviando suas denúncias e reclamações e, mesmo aparecendo o contato de quem faz a denúncia, os números não serão divulgados. “Pelo nosso código de ética não divulgamos nenhum número. Esse novo contato proporcionará uma proximidade entre a GCM e a população”. Garcia disse também que “hoje a maioria das pessoa tem celular e usa o aplicativo. Isso dá agilidade na denúncia que pode ser fotos, vídeos ou mensagens”, destacou.

Jarinu é pioneira no uso do aplicativo para receber denúncias e espera, num prazo de três meses, após as fases de testes e recepção por parte da população, aumentar o atendimento em 20%.

Os demais números da Guarda Civil funcionarão 24 horas e estão disponíveis para todos – que não sentirem a vontade usando o Whatsapp para denúncia, que façam suas ligações e serão atendidos da mesma maneira.

Serviço

Guarda Civil Municipal

WhatsApp para denúncia (11) 98950-8148

Telefones (11) 4016-3099 | 3182-0030 | 153

Defesa Civil de Jarinu alerta população para riscos de queimada

Com a chegada da frente fria, e o período de estiagem, a Defesa Civil de Jarinu alerta a população para os riscos de queimada. Nesta época o ar fica mais seco, propiciando problemas respiratórios, gripes e alergias. Outros problemas encontrados pela Defesa Civil são com os balões, que aumentam os riscos de queimadas, principalmente os balões relacionados às festas típicas de São João.

Thiago Buckvieser, responsável pela Defesa Civil, destaca que em Jarinu existem muitas áreas de matas, com difícil acesso, e além de secas, são combustíveis para qualquer faísca. “Temos que alertar as pessoas para que não joguem pontas de cigarros ou fósforos acessos às margens das rodovias, especialmente de carros em movimento; além do que soltar balões é crime, de acordo com a Lei Federal 9.065/98”.

O coordenador informa também que a região já esta há 40 dias sem chuvas aumentando, ainda mais, a área de vegetação propícia para queimadas. “A população deve evitar acender fogueiras perto de matas; evitar qualquer tipo de queimada próximo à rede elétrica, e não fazer queimadas em dias quentes, secos ou com ventos fortes. Acreditamos que 40% das queimadas são realizadas pelos próprios donos dos terrenos e os 60% restante de forma intencional”.

No período de estiagem economizar água é fundamental. “Pode ocorrer racionamento de água em virtude da sua diminuição nos reservatórios e rios”, conclui.

Defesa Civil de Jarinu INFORMA

BALÕES: O transporte, a fabricação e a soltura de balões, é a prática criminosa, de acordo com a Lei Federal 9.605/98. Dependendo da direção dos ventos, os balões podem cair em refinarias de petróleo, nas redes elétricas causando grandes catástrofes, podem cair nas matas, gerando acidentes e causando desequilíbrios ecológicos, sem contar o risco humano e, entre os inúmeros contratempos que representam, oferecem sérios riscos à aviação, se forem sugados pelas turbinas incendeiam e derrubam aeronaves com risco de mortes.

FOGO EM MATA: os moradores de áreas urbanas ou rurais devem evitar a prática da queimada, tanto para a limpeza de pastos ou plantações, como terrenos urbanos. Não jogue cigarros ou fósforo acesos nas margens das rodovias, as queimadas a beira de rodovias são causadoras de graves acidentes. Não acenda fogueiras, apague qualquer tipo de fogo próximo ás florestas e às margens de rodovias. Incêndios de pequenas proporções podem ser apagados com água ou abafados com terra, mantenha a divisa de sua propriedade rural aceirada, evitando que possíveis incêndios nas propriedades vizinhas passem para a sua. Em áreas rurais as multas são aplicadas pela Polícia Ambiental, em áreas urbanas quem autua é a Secretaria de Meio Ambiente de Jarinu.

SERVIÇO DEFESA CIVIL

Telefone (11) 4016-2035 ou (11) 9.4536-9360

MEIO AMBIENTE (DENÚNCIAS ÁREAS URBANAS)

Telefone (11) 4016-3843 – denúncias

OUVIDORIA ONLINE

www.jarinu.sp.gov.br

POLÍCIA AMBIENTAL (DENÚNCIAS ÁREAS RURAIS)

(11) 4588-8960

Defesa Civil recebe kit para operação verão e estiagem

Materiais foram entregues no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

A Equipe do Departamento de Defesa Civil, da Secretaria de Segurança Pública da Prefeitura de Jarinu, esteve na manhã da quarta-feira, dia 04, no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Paulista, em São Paulo, para verem in loco como funciona o monitoramento estadual, como são feitas as ocorrências da Defesa Civil Estadual, Laudos,  e tipos de ocorrências em geral.

Na ocasião, o chefe do Departamento da Defesa Civil de Jarinu, Thiago Buckvieser destacou que receberam um kit para operação verão e estiagem. “Enviamos o documento assinado pela Prefeita para atualizar o município tanto na operação “chuva de verão”, quanto na operação “corta fogo”, pois com a atualização a cidade tem – se caso precisar – o suporte direto do Governo Estadual, além de materiais que podem ser retirados através dessa documentação”, mencionou.

Outro fator importante, destacado pelo responsável do Departamento é com relação a retirada de um kit de Operação Verão e Estiagem, contendo  1 colete COMDEC, 1 boné COMDEC, 3 bonés de agente, 3 coletes para agente, 4 botas de PVC, 4 capas de chuva

4 Luvas de raspa, 5 Fitas para isolamento, 1 Lona plástica (rolo 6mx100m)e 2 pluviômetros. Para o Kit Estiagem foram entregues: 5 abafadores, 5 Luvas de raspa, 5 facões com bainha, 5 cantis de água, 2 lanternas, 2 enxadões e 2 bombas costais flexíveis

,

Guardas Municipais se formam em cerimônia realizada no Parque da Uva em Jundiaí

Após cinco meses e quase 880 horas de formação, 11 futuros agentes da Guarda Municipal de Jarinu se formaram na manhã desta sexta-feira, dia 29, no Pavilhão do Parque da Uva, em Jundiaí, ao lado dos formandos de Jundiaí, Cabreúva e Caieiras. Participaram autoridades da Guarda Municipal, Polícia Militar, Deputados e dos prefeitos Luiz Fernando Machado, anfitrião, e Eliane Lorencini, de Jarinu, acompanhada do vice-prefeito Cláudio Catroque.

O curso de formação de Guardas Municipais foi realizado em parceria com a Prefeitura de Jundiaí no Centro de Instrução, Formação e Aperfeiçoamento Técnico Profissional (Cifatp), além de uma parceria com a Associação e Clube de Surdos de Jundiaí.

“Investir em segurança faz parte do nosso plano de governo. Estamos caminhando e ainda temos muito que fazer, e com a formatura dos novos agentes da Guarda Municipal damos um passo a frente, e um passo de cada vez”, disse Eliane Lorencini.

Presente no evento, o vice-prefeito Cláudio Catroque, de Jarinu, seguiu as palavras da Prefeita e relatou que o município esta crescendo cada vez mais e é preciso o apoio de todos os órgãos, além da união das equipes, e principalmente da população. “Tudo que sai do controle, ou que sabemos que esta saindo, temos que entrar em contato, fazer boletins, só assim conseguimos que o Governo aumente nosso efetivo. Nossa cidade cresce cada vez mais, e trabalhamos para garantir a segurança de todos”, relatou.

A formação dos guardas contou com curto teórico e prático com inspetores da Guarda Civil Municipal, Policia Militar e Federal, além do Tiro de Guerra. Por fim, o curso de Libras, onde os alunos passaram por uma prova, e tiveram até que interpretar diálogos que podem ocorrer diariamente.

Prestigiaram os alunos, além da Prefeita e do vice-prefeito, o Secretário para Assuntos de Segurança Pública de Jarinu, Coronel Izabelino Mondin, o comandante da GCM, Alexandre Garcia,  GCM´s de Jarinu, secretários municipais, vereadores Everton Lorencini, Clóvis Calixto e João Lorencini.

confira galeria de fotos

ATUALIZAÇÃO DO SEU CARTÃO PARA USO NACIONAL DAS VAGAS ESPECIAIS

O Departamento de Trânsito, da Prefeitura de Jarinu, informa aos usuários que os cartões para uso das vagas especiais – idoso e deficiente –  válidos em todo o território nacional, necessitam ser reprocessados pelo Departamento de Trânsito, devido à atualização dos mesmos e reprodução original obrigatoriamente colorida, para não gerar qualquer tipo de ônus ou inconveniente aos usuários destas vagas em outros municípios.

Compareça ao Departamento de Trânsito e solicite esta importante atualização:

Av. Dr. Antenor Soares Gandra, 755 – Centro (próximo ao novo Fórum)

Fone: 4016.3860″ – Email transito@jarinu.sp.gov.br

Defesa Civil de Jarinu faz alerta para o período de inverno e estiagem

Com a chegada da frente fria, e a previsão meteorológica informando tempo seco e sem muita chuva, a Secretaria para Assuntos de Segurança Pública de Jarinu, através da Defesa Civil, alerta os moradores para alguns cuidados.

De acordo com Thiago Mathias, Chefe do Departamento de Defesa Civil, a estiagem é o resultado da redução, atraso ou ausência de chuvas, deixando o ar mais seco, propiciando problemas respiratórios, gripes e alergias, por isso todo cuidado é necessário. “Estamos prontos e capacitados para atender toda população nesse período de inverno, tempo seco e queimadas. Pedimos que a população não façam queimadas e economizem água”.

 

 

 

 

 

 

 

Nesse período as dicas da Defesa Civil de Jarinu vão desde comer muitas frutas, beber muita água a evitar objetos que acumulem poeira, como tapetes, cortinas e bichos de pelúcia. Umedecer o ar da casa com toalhas molhadas, limpar sempre os olhos com água esterilizada para evitar irritações, além de evitar exercícios físicos, entre às 10h e às 16h, se o ar estiver muito seco.

Sobre a economia de água a população precisa contribuir verificando possíveis vazamentos, evitando banhos demorados, o acionamento da descarga à toa e a utilização da mangueira como vassoura não podem acontecer.

Outra dica importante dos agentes da Defesa Civil esta relacionada a incêndios e queimadas e só pode ser controlado quando o cidadão não joga cigarros ou fósforos acessos às margens das rodovias e terrenos com vegetação seca. Soltar balão não pode e é considerado crime pela Lei 9.605/98

A Defesa Civil de Jarinu passa por treinamentos constantes para ajudar a população de Jarinu e atender da melhor forma os moradores, para isso disponibiliza os números (11) 4016-2035 ou 199 (Defesa Civil) 193 (Bombeiros) e 190 (Polícia Militar). Tem também o celular (11) 94536-9360.

Defesa Civil participa de Oficina Preparatória de Operações de Estiagem

Procurando sempre se qualificar para atender a população jarinuense a equipe da Defesa Civil Municipal participou, na última semana, de uma oficina Preparatória para Operações de Estiagem 2018, na cidade de Piracicaba.

“Esse momento de integração e de aperfeiçoamento ajuda muito no trabalho que desenvolvemos com a comunidade jarinuense, até mesmo porque aprendemos com outros colegas e dividimos conhecimento”, disse Thiago Buckvieser, chefe do departamento de Defesa Civil de Jarinu.

Durante a Oficina foram ministradas atividades relacionadas ao ritmo burocrático da Coordenadoria Municipal e suas atribuições, montagem de planejamento para época da seca, além do treinamento de combate ao fogo. Os agentes contaram com a participação do Capitão da Polícia Ambiental e capitães da Casa Civil Militar

Departamento de Trânsito pede mais atenção e segurança de motoristas e pedestres

A cada dia cresce o número de veículos em todo o estado e nos municípios. Em Jarinu não é diferente. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, em dezembro de 2016 a cidade computava 10.159 automóveis, 652 caminhões, 1.557 caminhonetes e 3.582 motocicletas. Com o crescimento de veículos a educação no trânsito se faz cada vez mais necessária.

De acordo com o chefe do departamento de Trânsito de Jarinu, Pedro Júnior, pequenas atitudes são fundamentais e garantem à segurança de motoristas e pedestres. “Hoje as infrações cometidas pelos motoristas são, se formos analisar, por coisas simples, mas que não podem ocorrer”. Como exemplo o Coordenador citou, por parte dos motoristas, dirigir sem o uso do cinto de segurança e falar ao celular enquanto dirige, além de estacionar em vagas que não são destinadas, de idosos, portadores de necessidades especiais, carga e descarga.

Quem é pedestre também precisa ter mais atenção. Não são apenas os motoristas que cometem alguns deslizes, como cita Pedro Júnior. “Todos sabemos que o pedestre tem preferência, mas não tira a necessidade de atenção, por isso atravessar fora da faixa de pedestres, atrapalhar a passagem das pessoas nos passeios enquanto falam ao celular, cruzar as ruas e avenidas sem observar se esta vindo carro no mesmo sentido ou oposto são algumas eventualidades que não podem ocorrer”.

Outro conselho ao motorista é para que ele sempre informe, por meio de sinalização correta e dentro do tempo necessário, o que pretende fazer para que pedestres e condutores tenham tempo de planejar suas atitudes.

“Todos esses atos de infração não deveriam acontecer. Teríamos um trânsito muito mais seguro se boa parte dos motoristas e pedestres se conscientizassem. “Fazemos nossa parte com orientações, campanhas, palestras com alunos [que seguem exemplo dos pais], mas depende de todos”, finalizou Pedro Júnior.