Prefeitura realiza manutenção das estradas vicinais; mesmo com período chuvoso os trabalhos continuam.

A Secretaria de Serviços Públicos e Transportes, da Prefeitura de Jarinu, esta realizando a manutenção das vicinais, estradas de terra, e rurais, mesmo com o período de chuvas torrenciais que tem passado por nossa região nesse início de Primavera.

Nas estradas, a equipe realiza o alargamento para facilitar o escoamento das águas da chuva, bem como o cascalhamento e, quando necessário a compactação do solo com o rolo compactador.

“O trabalho de alargamento para facilitar o escoamento das águas é, muitas vezes, complicado, devido à situação do solo, mas estamos fazendo o possível para atender todas as necessidades dos moradores. Nosso objetivo é, principalmente, liberar a estrada para o escoamento do produto agrícola e – claro – melhorar a segurança de motoristas e pedestres que utilizam diariamente o trecho”, disse Beto Bêgo, secretário de Serviços Públicos.

Nesta semana as esquipes estão na estrada Jacundo Censi, Estrada Municipal Rubens de Almeida Pupo e Estrada do Mirante. Outra equipe trabalha na manutenção preventiva, de algumas ruas, na Estância Santo Inácio.

 

,

Prazo para concessionários de terrenos no Cemitério Municipal regularizarem situação termina na sexta, 14.

A convocação é apenas para os que já estão com recadastramento vencido.

Aberto desde Maio de 2018 a regularização das sepulturas do Cemitério Municipal de Jarinu não atingiu nem 10% do montante de 2000 regularizações. Somente 120 responsáveis pelas sepulturas procuraram o setor responsável.

Os familiares das pessoas que estão sepultadas no Cemitério Municipal e ainda não compareceram no Paço Municipal para recadastramento dos jazigos deverão aproveitar o prazo que termina às 17h do dia 14 de Setembro, e esta aberto há 4 meses.

A regularização faz parte da Lei Municipal n.º 1574 de 07 de Junho de 2003. O titular da concessão deve comparecer com seus documentos pessoais, o nome do (s) falecido (s) e o comprovante do último recadastramento para revalidação e pagamento da taxa de renovação.

O Cemitério Municipal tem cerca de 8 mil pessoas sepultadas, e somente no ano passado foram construídas mais 150 jazigos, somados aos mais de 2 mil existentes que precisam ser regularizadas. Além disso, a manutenção é imprescindível pelos familiares e pelo Executivo.

De acordo com a Lei Federal n.º 6015, de 31 de Dezembro de 1.973, que fala sobre a concessão de sepulturas perpétuas, em seu artigo 9º os túmulos não poderão ser objeto de qualquer transação ou transferência, ou seja, não se pode vender.

“A Prefeitura faz a cessão de uso aos familiares, e esse processo tem validade de cinco anos, porém muitos não retornam para recadastrar, os túmulos estão esquecidos, com matos, principalmente os jazigos antigos, com isso a Prefeitura tem que destinar a ossada ao ossário vertical. Com exceção daqueles que já estão sepultados em túmulos perpétuos”, disse Cirilo de Alexandria, secretário de Obras e Urbanismo.

Além do aspecto legal, a manutenção das concessões e das sepulturas cabe aos familiares. A Prefeitura tem como obrigação o cuidado do espaço público. “Muitos estão abandonados e isso causa um impacto para saúde pública, além de servirem como criadouros do mosquito transmissor da Dengue, e precisamos de espaço para outras carneiras, já que estamos no limite”, finalizou o Secretário de Obras.

Serviço:

Paço Municipal

Praça Francisco Alves de Siqueira Júnior, 111

Jardim Saúde – Jarinu/SP – 11-4016-8200

Serviços Públicos realiza limpeza de vias rurais e urbanas em Jarinu

A Secretaria Municipal de Serviços Públicos, da Prefeitura de Jarinu, retomou nesta semana, após as chuvas,  o serviço de roçagem, capina, limpeza de jardins, canteiros e podas de árvores sentido Bairro – Centro.

De acordo com o secretário de Serviços Públicos os serviços estão sendo executados com um trator especial, que tem um braço mecânico para levantar a roçadeira. “Estamos com algumas máquinas no conserto, assim que ficarem prontas teremos várias frentes de trabalho nos bairros facilitando as tarefas. Hoje trabalhamos com uma roçadeira com braço mecânico para limpeza dos pontos altos nos barrancos e vias.”, disse Beto Bêgo, secretário, que aproveitou para agradecer ao apoio do Departamento de Trânsito na orientação do fluxo de veículos. “sem eles não conseguiríamos fazer o trabalho”, completou.

Os moradores por sua vez, ficaram bastante satisfeitos, pois segundo eles algumas tarefas foram esquecidas, agora a atual administração mostrou com essa ação que todos merecem atenção por parte do poder público.

A ordem da Prefeita é para que as prioridades sejam atendidas, uma vez que o mês esta propício para chuvas, dificultando, às vezes, a execução dos trabalhos. “Estamos dando prioridades para ás áreas urgentes, pois precisamos começar e terminar. Não quero que iniciem o trabalho e deixem para depois. Vamos fazer tudo com planejamento”, disse Eliane Lorencini.

A Prefeitura lembra que para os serviços de podas ou retiradas de árvores é necessário protocolo e seguir os procedimentos estabelecidos pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, disponível na página www.jarinu.sp.gov.br.

 

Vias são recuperadas no bairro Fazenda Primavera

Foram 45 dias de trabalho e mais de 60 km de ruas e avenidas recuperadas após o trabalho de manutenção

Parece pouco, mas executando a manutenção em aproximadamente 2 km de estrada por dia entre abertura de acostamento, cascalhamento, drenagem da estrada e construção de bacias de contenção de águas pluviais, com uma motoniveladora e dois caminhões, por trecho, não é pouco. Para ter ideia, somente nos últimos dois meses mais de 150 km de estradas não pavimentadas foram recuperados pelos funcionários da Secretaria de Serviços Públicos e Transporte de Jarinu.

Na última terça-feira, após 45 dias no bairro Fazenda Primavera, que faz divisa com o município de Itatiba, Bragança Paulista e Atibaia, 63 km de estradas receberam manutenção preventiva. “Aproveitamos esse período para avançar nos serviços de recuperação das vias”, disse Beto Bêgo, secretário de Serviços Públicos.

A Prefeita Eliane Lorencini parabenizou a equipe que trabalha de sol a sol para garantir melhorias nas estradas do município. “Sei que não é fácil. O tempo esta seco, a poeira aumenta, as estradas precisam ser recuperadas garantindo acesso a todos, mas não paramos como estão dizendo, estamos sempre trabalhando em prol da nossa cidade, e do que é melhor para nossa gente”.

TRABALHOS NÃO PARAM

As equipes não param e atendem de forma simultânea o Parque das Videiras, Simão Newmark, a estrada da Bragantina (entre Campo Largo, Atibaia, Campo Limpo Paulista), e o triângulo, além da Fazenda Primavera.

As manutenções continuam nos demais bairros com limpeza, roçagem de matos em acostamento, e para mais informações o munícipe pode acessar a Ouvidoria Online www.jarinu.sp.gov.br e acessar a Secretaria correspondente ao assunto no link Ouvidoria Online.

Serviços de manutenção em vias não pavimentadas são intensificados no município

Aproveitando o período de estiagem a Secretaria de Serviços Públicos e Transportes, da Prefeitura de Jarinu, intensificou o trabalho de manutenção em vias não pavimentadas, compreendo 70% do município.

“Temos uma área territorial muito grande, maior que nossas cidades vizinhas, sendo que grande parte, aproximadamente 70% ainda não receberam pavimentação. Por isso, temos intensificado, nesse período de estiagem, a manutenção em vários trechos, entre eles para escoamento do produto agrícola, e outras de grande circulação e veículos”, disse Beto Bêgo, secretário de Serviços Públicos.

Os trabalhos seguem um cronograma elaborado pela Secretaria de Serviços Públicos através das demandas recebidas e, também, das vias em piores condições de tráfego.

“Não podemos começar e parar no meio a manutenção para dar continuidade em outro trecho, a não ser que seja caso urgente, pois as máquinas estão em determinada via e levam um tempo para se deslocar até outro bairro”, concluiu o Secretário Beto Bêgo que agradeceu o apoio e o trabalho executado pelos funcionários da garagem municipal. “Eles não medem esforços para ajudar o município, e isso nos dá orgulho em ter uma equipe de excelência. Agradeço a todos os nossos funcionários publicamente”.

Nesta semana os serviços estão sendo executados na Fazenda Primavera, Estância Climatérica Ypê, Nova Trieste (trechos da Marconi e adjacências), e bairro Soares. Para próxima semana o cronograma terá continuidade nos mesmos bairros, porém acrescenta-se Estância Caioçara e Avenida Marília.

Informações e dúvidas o morador poderá utilizar a Ouvidoria Online www.jarinu.sp.gov.br clicando em Ouvidoria Online, ou fazer o download no celular utilizando o aplicativo para Androide e App Store com o nome E-Ouve.

Prefeitura inicia troca de lâmpadas queimadas

Após trâmites burocráticos da licitação, Prefeitura informa que mais de 4 mil lâmpadas serão trocadas

A Secretaria de Serviços Públicos, da Prefeitura de Jarinu, através da empresa vencedora do certame licitatório, deu início nessa semana à substituição das lâmpadas queimadas em todo o município. O processo, que demorou mais de um ano para acontecer, não só devido à situação financeira, mas a impasses no Tribunal de Contas, foi homologado na última semana.

“Queríamos ter concluído a licitação em 2017, mas esbarramos em todas as burocracias, tivemos que refazer a licitação, pois uma empresa entrou com recurso. Agora esta tudo resolvido e as lâmpadas começam a ser trocadas. Não é tão fácil quanto parece, mas estamos dispostos a explicar todo o processo burocrático para quem nos procurar. Agradeço ao empenho de todos”, disse Eliane Lorencini.

Prefeita e Vice vistoriaram o início dos trabalhos

 

 

 

 

 

 

 

Ainda de acordo com a Prefeita “neste momento serão trocadas todas as lâmpadas queimadas e, mesmo sabendo da ansiedade de todos, pedimos paciência, pois temos dois meses de prazo estipulado pelo Edital para que seja concluído. A empresa irá dispor de várias equipes para terminar o mais rápido. Pedimos que não enviem – neste momento – os endereços, pois toda cidade será vistoriada e as necessidades serão atendidas”, frisou.

A Prefeitura trabalhou incansavelmente para que o processo pudesse ser concluído o mais rápido, porém quando uma empresa entra com recursos, ou pede o bloqueio para análise, fica tudo parado até que o prazo estabelecido seja expirado. Foi o que aconteceu no caso dessa licitação. A burocracia as vezes atrasa o processo”, finalizou Cláudio Catroque.

,

Reconstrução da Praça da Matriz de Jarinu entra na fase final

Pintura, plantação de árvores, flores e paisagismo estão nesta parte do projeto.

 As obras de reconstrução da parte de baixo da Praça da Matriz entram neste mês de abril na última etapa já com previsão de término para os próximos dias, porém tudo depende da colaboração do famoso São Pedro, que não para de mandar água.

De acordo com a Prefeita Eliane Lorencini, que vistoriou os serviços ao lado do vice Prefeito Cláudio Catroque, o prazo já foi prorrogado para Abril. “Esperamos que os trabalhos encerrem nos próximos dias”.

“O prazo inicial de execução se encerraria no dia 15 de fevereiro, mas devido às chuvas tivemos que prorrogar, de acordo com a Lei. Hoje podemos dizer que já esta praticamente com a obra concluída, faltando apenas a parte do paisagismo”, enfatizou a Prefeita Eliane.

Nesta última etapa os responsáveis técnicos e funcionários entrarão com o projeto paisagístico para colocação de plantas, flores, bancos, pintura, parquinho e playground, árvores e academia ao ar livre.

Eliane Lorencini destacou também que haverá arvores na Praça, porém serão plantadas mudas de árvores de diversos tamanhos. “Como as árvores que tínhamos não há possibilidades de deixarmos, infelizmente, era o que todos queríamos. Elas levaram anos para crescer e o tornado arrancar em segundos, agora cabe a nós cuidarmos para que essas mudas deixem a Praça tão bonita como à outra”, finalizou.

RELEMBRE

Em reunião realizada, no início de 2018, no Paço Municipal, com a Prefeita Eliane Lorencini, arquitetos voluntários do projeto, Heloisa Brunner, Raquel Guimarães, Júlia Gastaldi e Gregori Guimarães, além do secretário de Obras e Urbanismo, Cirilo Almeida, de Administração Anderson Cunha e a engenheira Denise Parise, alinhou-se o projeto e a decisão das 54 unidades de várias espécies de árvores e arbustos.

O Ministério de Integração e Defesa Civil autorizou apenas que fosse executada a reconstrução da parte de baixo que foi atingida pelo tornado. “Importante lembrar que após a entrega da obra pela empresa responsável ela só pode ser considerada pronta depois da vistoria do órgão responsável que é o Ministério de Integração Nacional e Defesa Civil”, concluiu Eliane Lorencini.

 

Prefeitura solicita limpeza de terrenos e calçadas

Época de seca facilita o aumento de queimadas.

A Prefeitura de Jarinu solicita aos proprietários de terrenos e lotes baldios, da zona urbana, para que façam a limpeza evitando multas. Assim, também, para as calçadas (passeio) de pedestres.

Segundo o departamento de fiscalização da Prefeitura existe uma grande quantidade de terrenos ocupados por vegetação daninha, o que representa perigo para a segurança e para a saúde pública, e o Poder Público não pode entrar nos terrenos particulares para fazer à limpeza, apenas notificar e, se não for cumprido, aplicar a multa.

A proliferação de animais peçonhentos, como cobras, aranhas e escorpiões, nesses terrenos, é muito grande, principalmente nessa época do ano. Por isso os fiscais pedem aos proprietários para que mantenham seus terrenos limpos, com risco de serem notificados e, em seguida, autuados através de multa, conforme Anexo I do Decreto n.º 1.718/2000, que regulamentou a Lei Complementar Municipal n.º 18 de 17 de março de 1995, além do custo de regulamentação prevista no Artigo º do mesmo decreto.

De acordo com o Departamento a Prefeitura recebe reclamações constantes de moradores vizinhos a esses terrenos. Logo depois, encaminham uma notificação aos proprietários que têm um prazo de 30 dias para efetuar a limpeza.

Porém, assim que recebem a notificação é importante que – antes da roçada do terreno, consultem o departamento de fiscalização para orientações, através do número (11) 4016-8200. Caso constem árvores no local é necessário se orientar com o setor de Meio Ambiente ligando para (11) 4016-3843.

Para limpeza dos terrenos não é permitido o uso de fogo, sob pena de aplicação de multa prevista no Artigo 78 da Lei Complementar Municipal n.º 18, de 17 de Março de 1995, no valor de R$ 1000,00. As denúncias poderão ser feitas, sob sigilo absoluto na Prefeitura Municipal ou na Secretaria de Meio Ambiente, pelo telefone (11) 4016-8200

CALÇADAS

O Departamento de Fiscalização de Posturas solicita aos moradores que já possuem passeios (calçadas), em suas residências que mantenham limpas e em ordem, garantindo a acessibilidade do pedestre e portadores de necessidades especiais. A Lei Complementar n.º 18, de 17 de Março de 1995, que dispõe da segurança, ordem e bem estar coletivo, eu seu capítulo III, Artigo 74, diz que “os responsáveis por imóveis edificados ou não, situados em logradouros públicos dotados de calçamento ou guias e sarjetas, de propriedade particular, são obrigados a constituir os respectivos passeios e mantê-los em perfeito estado de conservação”

O Secretário Cirilo de Alexandria, de Obras e Urbanismo, da Prefeitura de Jarinu, salienta que “o dono do imóvel deve cumprir a lei, mas pensar também na conservação da sua cidade e no respeito ao próximo”. O Secretário informa também que “é de responsabilidade do proprietário a manutenção da sua calçada”, além disso “cabe à Prefeitura a responsabilidade com a limpeza e manutenção das vias”.

NOTIFICAÇÕES

De acordo com o departamento de fiscalização da Prefeitura de Jarinu, de Janeiro até Março foram emitidas e enviadas 114 notificações de denúncias, sendo 41 de comércio irregular e 73 de limpezas de terrenos. Já pela Secretaria de Agricultura foram emitidas 22 notificações, entre regularização de água servida, árvores, queimadas e meio ambiente.

 

Obras de drenagem para pavimentação são iniciadas no Morada Alta

Começaram nessa semana as obras de drenagem nas ruas Vereador Francisco Perini e Vereador Euclides Soares de Moura, essa última até o entroncamento, que consistem em tubulação para águas pluviais, e que serão pavimentadas nos próximos dias. Os trabalhos são parte integrante do convênio do Ministério das Cidades, número 809209/2014, resgatado peça atual gestão, e o projeto não pode ser alterado.

“Quando assumimos fizemos levantamento de todos os convênios com os Governos Estaduais e Federais e descobrimos alguns que já deveriam ter sido concluído. Tivemos que fazer todo o processo de resgate correndo o risco de não conseguir tê-los novamente e, depois de muitas reuniões, o Governo Federal liberou e iniciamos os trabalhos”, disse Eliane Lorencini, prefeita Municipal.

As obras são parte do convênio de 2014 resgatado pela atual gestão

tubulação para águas pluviais estão sendo colocadas

 

 

 

 

 

 

 

Para que as obras possam iniciar a Prefeitura realizou o Processo Licitatório que apontou a empresa vencedora. As placas foram afixadas e, devido o mal tempo as obras só puderam ser iniciada neste momento.

Após o serviço de drenagem, colocação de caixas, guias e sarjetas, é a vez da recuperação da via para, em seguida, vir a massa asfáltica. A obra, nesse primeiro momento, será executada em 3.958,83 m² de extensão.

Trabalhos de recuperação de estradas e operação tapa buracos são intensificados

Os três primeiros meses do ano são temidos pelas administrações municipais das pequenas cidades, sem muitos recursos, uma vez que a previsão do tempo nunca falha. É chuva na certa! Jarinu não fica longe disso, e necessita de manutenção constante nos 400 km de estradas, além da operação tapa buracos.

Estrada Francisco Quesada, na Estância Bela Vista

Estância Bela Vista

 

 

 

 

 

 

 

Sabendo disso e tendo que atender todo o município, com seus 207 km² de extensão, a Secretaria de Serviços Públicos planeja o calendário de manutenção priorizando sempre as estradas com maior movimento de veículos e pedestres, dentro dos padrões estabelecidos, em seguida ao de menor fluxo, mas isso não quer dizer que ficarão de fora, pelo contrário, o Secretário da pasta, Beto Bêgo, lembra que todos são atendidos, mesmo que demore.

“Nesses primeiros meses do ano temos que diminuir os trabalhos devido as condições climáticas. Não adianta colocarmos a máquina na rua, ela vai atrapalhar a entrada e saída dos moradores e a estrada ficará pior. Isso é fato, temos que esperar a terra secar e depois efetuar os trabalhos. Nas estradas mais urgentes conseguimos jogar cascalho e compactar, porém, no fim da tarde chove e temos que refazer o serviço”, afirmou Beto Bêgo.

Ainda de acordo com o Secretário de Serviços Públicos, para que o serviço não seja refeito muitas vezes as máquinas – em época de chuva – acabam indo para a rua em menor quantidade. “Preferimos entregar um trabalho de qualidade do que refazer o serviço, desse modo não perdemos tempo com a máquina voltando para o mesmo lugar, sendo que poderíamos tê-la em outro”, frisou.

Nesta última semana de fevereiro e início de Março as máquinas trabalham nos bairros Bela Vista, Estância Alvorada, São Luiz, Breu, Nova Trieste e Vila Primavera.

OPERAÇÃO TAPA BURACOS

A equipe da Operação Tapa Buracos também trabalha efetuando a manutenção da pavimentação. Já passaram pelas ruas do Centro, Bonança, Natal Lorencini e seguem para os bairros. Nessa última semana estivem no bairro do Breu e trabalham, agora, na Vila Primavera.

 

 

 

 

 

 

“Todos sabem que o serviço precisa ser feito, mas pedimos a atenção da população pois a parte burocrática para compra de material demanda todo um tempo. Na administração pública é diferente de uma compra particular que você chega na loja e leva. Temos que passar por vários setores, ter aprovação e só depois o material chega”, explicou Beto Bêgo.

Para finalizar, o Secretário disse que recebe mais de 50 demandas diariamente para manutenção de estradas e pavimento, e que a população sempre ajuda na administração dos serviços. “Quando recebemos as demandas sabemos onde temos que estar. Geralmente já esta no cronograma, pois estamos nas ruas diariamente, se não estiver colocamos na lista. Agradecemos a população que colabora conosco”, finalizou Bêgo.