CEJUSC Jarinu já realizou mais de 230 atendimentos desde sua inauguração

Conciliar é a melhor e a mais rápida fórmula para se resolver uma situação. Em Jarinu, com a parceria firmada entre os poderes Executivo e Judiciário, e a parceria do Brazilian Business Park, isso se tornou realidade no dia 18 de Janeiro.

Desde então o objetivo, que é conciliar, tem se tornado a porta de entrada do Centro Judiciário, localizado na Avenida da Saudade, n.º 70, no prédio do antigo fórum.

De acordo com o chefe do Cejusc, Marco Ximenes, desde a inauguração até 10 de Julho, ou seja, praticamente seis meses, já foram realizados 236 sessões de conciliação sendo que 177 acordos foram firmados, das 344 sessões designadas. Desse montante 84% dos casos estão relacionados com o tema Família e outros 52% com Civil, ou seja geral.

O Cejusc pode resolver casos de pensão alimentícia, guarda de filhos menores, divórcio, união estável, acidentes de trânsito, dívidas e cobranças, direito do consumidor, indenizações, contratos, aluguéis, condomínios, conflitos de vizinhança, reconhecimento de paternidade, questões com concessionárias de água, luz e telefone, entre muitos outros assuntos.

Para conciliar, no caso de um processo judicial já em andamento, peça ao seu advogado que solicite o encaminhamento dos autos ao Cejusc. Se ainda não há processo, procure o Cejusc diretamente na Avenida da Saudade, n.º 70, e deixe agendado o dia da sessão de Conciliação ou Mediação entre as partes.