, ,

Cemitério Municipal de Jarinu sofre ondas de furtos

Placas, crucifixos, vasos e até puxadores foram furtados do Cemitério Municipal de Jarinu na última semana. De acordo com os zeladores do local ainda não foram contabilizados os números, mas o prejuízo para os donos dos jazigos é grande, uma vez que essas peças tem valor financeiro e, muito mais, sentimental.

O Secretário de Obras e Urbanismo, da Prefeitura de Jarinu, Cirilo de Alexandria Almeida, responsável pelo Cemitério informou que cabe ao Executivo a concessão de uso do espaço aos familiares, e a manutenção dos jazigos como limpeza, e demais cuidados, é de responsabilidade dos familiares.

“A Prefeitura faz a cessão de uso aos familiares, que pagam uma taxa a cada cinco anos, sendo renovado por mais cinco anos sucessivamente. Também é de responsabilidade do Executivo a manutenção do espaço, calçamentos, pintura e reforma de muros e a zeladoria. Não existe a possibilidade de fiscalizarmos todas as sepulturas”, afirmou Cirilo de Alexandria.

Providências

Ainda de acordo com o Secretário de Obras e Urbanismo a Prefeitura registrou um Boletim de Ocorrência para os furtos que aconteceram na última semana, e pede ajuda da população para fazer as denúncias, uma vez que não é comum alguém aparecer vendendo objetos de cemitérios. “Caso encontre alguém vendendo peças de cemitérios, que não seja legal, desconfie e denuncie”, finalizou.

SEGURANÇA

De acordo como Comandante da Guarda Civil Municipal, Alexandre Garcia, as vistorias já aconteciam e serão intensificadas durante o dia e à noite. “Vamos intensificar a passagem da Guarda Municipal nos arredores do cemitério e do bairro”. O Comandante também pediu que a população faça denúncias em caso de suspeitas, e agradeceu o apoio da Polícia Militar e Polícia Civil.

O telefone da GCM é 153 | 4016-3099 ou WhatsApp 11-98950-8148

Polícia Militar 190