Grupo Fênix informa escala reduzida para garantir funcionamento dos ônibus

O Grupo Fênix informa que, a partir desta quinta-feira, 24 de maio de 2018, irá operar com escala reduzida, para tentar garantir o funcionamento das linhas do transporte público até os próximos dias.

De acordo com a diretoria da empresa, por causa da greve dos caminhoneiros, não haverá diesel suficiente para a operação. Segundo a Expresso Fênix, todos os veículos foram abastecidos mas caso o fornecimento não seja reestabelecido as linhas deverão funcionar, com operação parcial até sexta-feira. Os estoques de combustível das garagens, embora sejam diariamente abastecidos, não serão suficientes.

A Expresso Fênix já comunicou a prefeitura que por sua vez estuda alternativas para impedir a interrupção do serviço de transporte de passageiros na cidade e irá priorizar os horários de pico, afim de atender os trabalhadores e estudantes.

A empresa, espera que a situação se normalize o quanto antes, para evitar quaisquer tipos de transtorno aos nos clientes.

Protestos
Os caminhoneiros realizam desde segunda-feira manifestações por todo o País devido às altas consecutivas do óleo diesel desde 03 de julho de 2017, quando a Petrobras adotou uma política de preços baseada na cotação internacional do Petróleo.

Ontem o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, anunciou que foi fechado um acordo com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Eunício Oliveira, para zerar a tributação da Cide sobre o diesel em troca da aprovação da reoneração da folha de pagamento.

Os caminhoneiros, entretanto, acham a medida insuficiente e querem que a Petrobras revise a política de preços o que, segundo o presidente da estatal, Pedro Parente, não deve ocorrer. Em casos específicos, o preço do óleo diesel acumulou cerca de 40% de reajuste nos últimos 12 meses.

CLIQUE E CONFIRA OS HORÁRIOS 24/05