Jarinu institui Dia Municipal da Conscientização sobre a Fibromialgia

A Secretaria de Saúde de Jarinu, através da Prefeitura Municipal, passa a comemorar, juntamente com o calendário mundial, todo o dia 12 de Maio como o Dia Municipal da Conscientização sobre a Fibromialgia.

De autoria do vereador Eduardo Matias, sancionada pela Prefeita Eliane Lorencini, a Lei Municipal n.º 2.097 de 22 de Abril de 2020, vai de encontro com os protocolos clínicos e as diretrizes terapêuticas sobre dores crônicas.

“A dor é pessoal. Cada pessoa sente a sua dor diferente da outra. Não existe frescura ou dor psicológica. Só quem passa por isso sabe o que esta sentindo”, disse Eliane Lorencini.

Ainda de acordo com a Lei a “instituição da data fortalece e unifica a reivindicação perante os órgãos competentes, sendo esta data adotada mundialmente”.

A Secretaria de Saúde realiza ações de conscientização através dos profissionais de Saúde nas Unidades Básicas de Saúde e no Ambulatório Central.

O QUE É FIBROMIALGIA

A síndrome da fibromialgia (FM) é uma síndrome clínica que se manifesta com dor no corpo todo, principalmente na musculatura. Junto com a dor, a fibromialgia cursa com sintomas de fadiga (cansaço), sono não reparador (a pessoa acorda cansada) e outros sintomas como alterações de memória e atenção, ansiedade, depressão e alterações intestinais. Uma característica da pessoa com FM é a grande sensibilidade ao toque e à compressão da musculatura pelo examinador ou por outras pessoas.

O sintoma mais importante da fibromialgia é a dor difusa pelo corpo. Habitualmente, o paciente tem dificuldade de definir quando começou a dor, se ela começou de maneira localizada que depois se generalizou ou que já começou no corpo todo. O paciente sente mais dor no final do dia, mas pode haver também pela manhã. A dor é sentida “nos ossos” ou “na carne” ou ao redor das articulações.

A fibromialgia pode aparecer depois de eventos graves na vida de uma pessoa, como um trauma físico, psicológico ou mesmo uma infecção grave. O mais comum é que o quadro comece com uma dor localizada crônica, que progride para envolver todo o corpo. O motivo pelo qual algumas pessoas desenvolvem fibromialgia e outras não ainda é desconhecido.

Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia

Imagens: Ministério da Saúde