Jarinu suspende Carnaval 2018

A Prefeitura de Jarinu não realizará o tradicional carnaval de rua 2018. O motivo é a contenção de gastos, da municipalidade, tendo por base a queda de arrecadação financeira do município em 2017, de aproximadamente R$ 4,5 milhões.

Anunciado pela Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer, o cancelamento se faz necessário para que outras áreas, tenham prioridades, como educação, saúde e infraestrutura.

Mas, além de todas as áreas que são prioridades, existem alguns projetos que precisam ser concluídos, e não houve o término das obras da Praça da Matriz, prevista inicialmente para meados de fevereiro, e nem mesmo no Ginásio que esta interditado para eventos de grande porte, como o carnaval, e a Prefeitura aguarda a liberação do recurso para iniciar a reforma, ainda neste ano.

“Todas as cidades estão em crise financeira, mas estamos administrando os recursos da melhor maneira para todos os setores, o que mais interfere nesse momento é o término das obras de reconstrução da Praça da Matriz, que ainda esta dentro do prazo. Imagine se acontece alguma coisa com alguém? Temos que pensar na segurança da nossa gente, em primeiro lugar, durante a realização de qualquer evento, pois com a situação da Praça não é possível obter os alvarás do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar”, explicou a Prefeita Eliane Lorencini.

Por outro lado, falar que pode não acontecer nada é “pular carnaval no escuro”, pois existem sempre alguns foliões que por conta da alegria acabam se exaltando e podem pular a barreira de contenção que há na Praça ou retirar algum material de lá para agredir outros foliões. Não é isso que a Prefeitura quer para nenhum folião, a não ser a alegria de brincar no melhor carnaval da região, que não deixará de ser.

Além disso, a Chefe do Executivo explicou que quando se fala em Carnaval não envolve simplesmente a folia, uma vez que ela também gosta do evento, mas existem – quando se esta na administração muitos outros pontos a serem verificados, e a queda na arrecadação tem prejudicado até mesmo os pagamentos obrigatórios.

“Não temos verba exclusiva para destinar ao carnaval. Usamos recursos próprios e na situação que estamos não tem como, por isso, esperamos que esse ano a situação melhore e em 2019 possamos fazer um carnaval para nossa gente”, frisa.

A Prefeita também destacou que para realização do carnaval a despesa que gira em torno da folia esta na contratação de carros de som, seguranças, banheiros químicos, além da preparação da Unidade de Saúde para alguma eventualidade.