Procon Jarinu completa 3 anos em defesa do consumidor

Desde o início dos trabalhos, em dezembro de 2014, o Procon Jarinu tem atendido inúmeras solicitações. Em três anos, as estatísticas mostraram que o recorde de atendimentos continuam com os serviços de bancos, telefonia e produtos diversos.

De acordo com o coordenador do Procon Jarinu, Anderson Cardoso, por mês são realizados, em média, 60 atendimentos e 10 audiências de conciliação, entre o reclamado e o reclamante. “Estamos aqui para atender o consumidor e o proprietário do estabelecimento reclamado. Não fazemos distinção. Todos têm seus direitos garantidos pela Lei do Consumidor. Vale ressaltar que o Fornecedor deve entrar em contato no site da Fundação para atendimento”, frisou.

coordenador do Procon Jarinu, Anderson Cardoso, destacou atendimentos

Outro fator importante, destacado pelo Coordenador é que muitos “ainda veem o Procon apenas como um balcão de reclamação, que não deixa de ser”,  mas o Órgão realiza muito mais que um atendimento. “Abrimos processos, fazemos conciliação, chamamos as partes, temos audiências. Não é apenas receber a reclamação”, afirmou Cardoso.

Para abrir uma ocorrência, é importante lembrar que o consumidor não paga nada, nem para sanar suas dúvidas. O prazo para resposta, determinado por Lei é de 30 dias a contar da abertura do processo. Há casos que são solucionados antes do prazo, outros, precisam ser levados à justiça.

 

“Às vezes a empresa entra em contato com o consumidor e eles não nos avisam que já tiveram o problema resolvido. Porém temos o prazo de 30 dias para aguardar, por Lei, as soluções. Lembramos que atendemos a população para cadastro e recadastro da Nota Fiscal Paulista Eletrônica. É mais uma medida que visa beneficiar o cidadão jarinuense, concluiu Anderson Cardoso, coordenador do Procon Jarinu.

Para abrir ocorrência de qualquer natureza é necessário que o consumidor tenha duas cópias do RG, CPF, Contrato de compra e Nota Fiscal do produto adquirido. Se for reclamação de prestação de serviços como, por exemplo, bancos a cópia do extrato bancário se faz necessário.

O Procon Jarinu esta anexo ao Terminal Rodoviário, que fica na Avenida Ernesto de Moraes, próximo à Unidade Mista de Saúde. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 09h às 12h e das 13h às 16h para finalização e reclamações, e das 16h às 17h para orientação geral ao consumidor, abertura de processos administrativos e serviços extras. O consumidor e o comerciante também pode sanar suas dúvidas através do e-mail procon@jarinu.sp.gov.br, ou na página da Fundação Procon. O telefone do Procon Jarinu é (11) 4887-1392.

MANIFESTO PROCON

A Fundação Procon convida toda população para assinarem, on-line (procon.sp.gov.br) ou fisicamente no posto mais próximo de sua residência, o manifesto contra o projeto de Lei n.º 7419/2016 que propõe a reforma da lei dos planos de saúde. As alterações propostas afetarão negativamente toda a sociedade e em razão disso, em conjunto com outras entidades de Defesa do Consumidor foi dado início a “Ação Nacional contra as alterações na Lei de Planos de Saúde”

Acesse o manifesto e faça sua assinatura – > Manifesto