Teatro Mototóti se apresentou em Jarinu

Atores trouxeram a irreverência do Rio Grande do Sul para o interior paulista

De passagem pelo interior de São Paulo e com apoio do SESC Jundiaí, o Teatro Mototóti, do Rio Grande do Sul, escolheu voluntariamente a EMEF Gov. Mário Covas Júnior, para apresentação única, em dois períodos, que foi transmitido ao vivo pela Rede Social da Prefeitura, para todos que quiserem assistir.

Para a Secretária de Educação, Erica Silveira Lorencini Batistel, foi um momento de descontração e de muito aprendizado colocar os alunos para prestigiarem a peça teatral. “A EMEF Mário Covas foi escolhida pelo grupo de teatro. Não tivemos nenhuma interferência e objeção quanto a isso, até porque era tudo voluntário. Eles chegaram, descarregaram o carro, montaram o cenário e se apresentaram para nossas crianças que vibraram com as trapalhadas dos atores”, afirmou.

Eliane Lorencini, prefeita de Jarinu, participou da acolhida ao casal Mototóti e deixou o convite aberto para que voltem do Rio Grande do Sul e se apresentem mais vezes no município para todos os alunos. “Fizemos uma transmissão ao vivo no Facebook da Prefeita, pois nem todos puderam participar, e fiz o convite para que quando retornarem visite nossa cidade e se apresentem mais vezes”.

A PEÇA

O Teatro Mototóti falou de sua própria jornada ao contar a história de dois palhaços, que se encontram e buscam realizar seu grande sonho: fazer teatro! Provando dos sabores e dissabores da vida de casal, Charle’s Tone e Thalia Thaluda caminham juntos fazendo escolhas dia-a-dia, até que um incêndio arrebatador destrói tudo o que eles têm. Bem, quase tudo. De acordo com a  simbologia da Flor da Vida, cada passo interfere diretamente no desenho de uma história. Qual será o desfecho desses dois? Para onde eles foram quando pensavam já não ter mais para onde ir? Este é um momento de grande alquimia do Grupo, que se vale da linguagem do palhaço para tocar o intangível e contar a história de amor, superação e perseverança de seus criadores.